Lula defende frente ampla e cita Flávio Dino entre presidenciáveis

Página 2 – O ex-presidente Lula defendeu a construção de uma frente ampla liderada pelos partidos de esquerda para disputar as eleições presidenciais de 2022, durante entrevista concedida ao jornalista Bob Fernandes, veiculada ontem pela TVE da Bahia.

Lula citou o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) como uma das lideranças do campo progressista credenciadas para disputar a sucessão presidencial.

“Tem o nosso companheiro Flávio Dino”, afirmou.

O ex-presidente disse que o PT têm bons quadros, como Fernando Haddad, Gleisi Hoffmann, Tarso Genro e os governadores Camilo Santana, Rui Costa e Wellington Dias. Ele citou ainda Ciro Gomes (PDT), embora com duras críticas à postura do pedetista.

Na entrevista, Lula afirmou que PT, PSB e PCdoB estão costurando aliança para disputar as eleições municipais, no ano que vem.

“O PT tá aí, está se reunindo com o PCdoB, está se reunindo com o PSB. Se isso vai dar uma candidatura sólida em 2022, eu não sei. Se vai dar nas prefeituras, eu não sei. O que é preciso é que cada partido avalie as suas chances e faça o jogo que tem que fazer, sem ficar um com raiva do outro”, disse.

Veja a íntegra da entrevista:

Na Câmara Federal, Márcio Jerry diz que Timbira é exemplo de comunicação pública

Por Clodoaldo Corrêa

O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) registrou na tribuna da Câmara Federal os 78 anos da primeira rádio do Maranhão, a Timbira AM.

“Uma rádio pública, uma rádio que tem um funcionamento democrático, amplo, plural e longeva. 78 anos que esta rádio funciona e é um exemplo de comunicação pública no nosso país”, discursou.

Fundada em 1941, a Timbira passou por completa reestruturação física, de equipamentos e programação no governo Flávio Dino. Atualmente, está entre as emissoras mais ouvidas do Estado.

Jerry cumprimentou a todos os colaboradores da Timbira da emissora e o diretor-geral, Robson Paz. “Dirijo um abraço muito caloroso a todos que fazem a emissora, ao diretor companheiro jornalista e radialista Robson Paz, ao governo do Maranhão, ao governador Flávio Dino por ter oportunizado a ressurreição da Rádio Timbira, que estava enterrada, esquecida”, disse.

O ex-secretário de Comunicação e Assuntos Políticos do Maranhão afirmou que a Timbira oferece serviços importantes de comunicação pública, democrática e ampla para a população do Maranhão.

Guedes esnoba Argentina: “não precisamos dela para crescer”

Por Fernando Brito no TIJOLAÇO

A moda “asno defecante” espalhou-se pelo governo.

Agora há pouco o ministro da Economia, Paulo Guedes, despejou outra pérola diplomática.

“Desde quando o Brasil para crescer precisou da Argentina?”, disparou sobre as dificuldades do nosso vizinho, que é “apenas” o terceiro maior parceiro comercial do país.

A chuva de asneiras continuou, afirmando que pouco importa se o dólar “vai a R$ 3,30 ou R$ 4,30” e que isso pode ser vantajoso se “exportarmos menos soja e mais sapatos”.

O energúmeno esquece que a Argentina não importa um grão de soja sequer do Brasil mas, em compensação, era, ano passado, a maior importadora de nossos sapatos, embora isso tenha sofrido alguma queda com a crise naquele país e sido ultrapassada pelas compras dos Estados Unidos, ainda é o segundo maior comprador de nossa indústria calçadista, com compras, no 1° semestre deste ano, de 54,7 milhões de dólares.

Vá colecionando as sapatadas diplomáticas do Brasil nos últimos dias: França, Alemanha, Noruega e, agora, os argentinos.

Anos, décadas de esforços diplomáticos – nos anos 90, o Brasil teve de enfrentar as reivindicações protecionista da indústria calçadista argentina – estão sendo jogados fora, para que os governantes brasileiros possam se comportar como adolescentes valentões.

Tribunal do Júri condena acusado da morte de criança em acidente de trânsito

Carlos Diego Araújo Almeida – Foto: Reprodução/ G1 Maranhão

O 4º Tribunal do Júri de São Luís condenou, a 11 anos e um mês de reclusão, Carlos Diego Araújo Almeida, pela morte da menina Laura Marão e por lesão corporal grave contra o irmão gêmeo dela. O crime ocorreu na madrugada do dia 26 de abril de 2015, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, bairro Bequimão, após o carro do acusado colidir contra o veículo em que estavam as crianças. Após o julgamento nessa quarta-feira (14), o réu foi encaminhado para o presídio, onde cumprirá a pena em regime fechado.

A sessão do júri popular, presidida pelo juiz Flávio Roberto Ribeiro Soares, começou por volta das 9h, no salão localizado no primeiro andar do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau). Na acusação atuou o promotor de Justiça Samaroni Maia, assistido pelos advogados Rafael Sauaia e Melhem Saad. A defesa do réu ficou com o advogado José dos Santos Sobrinho. Foram ouvidas cinco testemunhas. O primeiro a depor foi o pai das vítimas, José de Ribamar Marão Neto. O réu também foi interrogado.

Em relação à morte de Laura Marão, os jurados condenaram Carlos Diego Araújo Almeida pela prática de homicídio e negaram a qualificadora relativa ao uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Quanto ao irmão de Laura, o Conselho de Sentença negou que o acusado assumiu o risco de provocar a morte da criança, operando-se a desclassificação, cabendo ao juiz o julgamento, sendo o réu condenado pelo crime de lesão corporal de natureza grave, com dolo eventual. Na sentença, o magistrado afirma que, pelas circunstâncias do fato, ao conduzir seu veículo automotor com excesso de velocidade, em estado do embriaguez e ultrapassando o semáforo vermelho, o acusado agiu com dolo eventual em relação às lesões causadas contra a criança, “não querendo diretamente o resultado, mas assumindo o risco de produzi-lo”.

O juiz negou a Carlos Diego Araújo, 26 anos, o direito de recorrer da sentença em liberdade e decretou sua prisão, na forma de execução imediata da pena. Ele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal e ao estabelecimento prisional. O magistrado fixou o regime inicial fechado para o cumprimento da pena.

Laura Marão  — Foto: Reprodução / TV Mirante

CRIME – De acordo com a denúncia do Ministério Público, no dia 26 de abril de 2015, por volta de 1h45, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, o auxiliar administrativo Carlos Diego Araújo Almeida conduzia uma caminhonete, no sentido elevado da Cohama-Cohab, em alta velocidade e em estado de embriaguez, colidindo contra três veículos que se encontravam parados no sinal vermelho. No banco traseiro do segundo veículo atingido estavam os gêmeos de 8 anos e o irmão deles de quatro anos, todos filhos do condutor José Ribamar Marão Neto.

Ainda, conforme a denúncia, em razão da colisão, a menina foi gravemente lesionada, sendo levada para o hospital, onde, não resistindo à gravidade das lesões veio a óbito no dia 30 de abril de 2015. O irmão gêmeo teve lesões corporais graves. A outra criança não sofreu lesões, foi atendida no hospital e depois teve alta.

Fonte: Página 2

Adolescente é preso após confessar que matou ex-candidata a Miss Caru em São João do Caru

Segundo informações policiais, Andreza, que foi ex-candidata a Miss Caru, estava desaparecida desde essa terça (13). O corpo da jovem foi encontrado nesta quarta, com o rosto coberto com fitas adesivas, além de haver uma perfuração no pescoço da vítima.

O corpo da adolescente foi encontrado com marcas de facadas em uma área de matagal. Segundo a polícia, um adolescente foi apreendido no fim da tarde desta quarta e confessou que matou a menina. A Polícia Civil investiga a motivação do crime. A polícia ainda não deu detalhes sobre a apreensão do suspeito e nem sobre o que teria motivado o crime.

Devido ao assassinato da jovem, que também era servidora municipal, a Prefeitura de São João do Caru decretou luto oficial de dois dias.

Veja a nota da prefeitura na íntegra:

A Prefeitura Municipal de São João do Caru-MA, em nome do Prefeito Francisco Vieira Alves manifesta profundo pesar pelo falecimento da jovem servidora pública Andreza Araújo Romão.

O Prefeito Municipal de São João do Caru, no uso de suas atribuições legais e, considerando a lamentável perda em virtude do falecimento da jovem servidora pública Andreza Araújo Romão e, Considerando que a referida servidora é digna de homenagens como reconhecimento a sua conduta ilibada e aos serviços prestados ao município e, considerando ainda a grande dor que atingiu todos os cidadãos de São João do Caru em virtude do seu falecimento; DECRETA:

Art. 1º – Fica decretado luto oficial de 2 (dois) dias no Município de São João do Caru pelo falecimento de Andreza Araújo Romão. Art. 2º – Fica decretado ponto facultativo nos dias 14 e 15 de agosto de 2019, em todo serviço público municipal, exceto os serviços essenciais. Art. 3º – Esse Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São João do Caru, 14 de agosto de 2019.

Fonte: Portal I Maranhão

Bolsonaro chama Fernández, que deve ser eleito presidente da Argentina, de “bandido”

Por DCM

Jair Bolsonaro voltou a atacar nesta quarta-feira a chapa dos candidatos Alberto Fernández e Cristina Kirchner à Presidência daArgentina.

Foi em discurso durante evento em Parnaíba (PI).

“Olhem o que está acontecendo na Argentina agora. A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque nas primárias bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”, afirmou.

Bolsonaro disse que a esquerda sempre quis “roubar nossa liberdade” e afirmou que não irá admitir isso no Brasil.

“O Brasil é um povo que ama a democracia e não vive sem a liberdade. O que esse pessoal da esquerda sempre quis, no final da história, é roubar a nossa liberdade. Não vamos admitir isso. A nossa liberdade vale muito mais que a nossa vida.”

Invicto, MAC tem melhor ataque e maior goleada do Maranhense Sub 19

É do Maranhão Atlético Clube o ataque mais positivo do Campeonato Maranhense Sub 19. O MAC lidera a estatística com 12 gols marcados em seis jogos, média de dois gols a cada partida. Na segunda colocação aparecem Moto Club e Cefama com 11 gols cada um. O Viana é o terceiro melhor ataque com nove gols marcados.

O Bode Gregório aplicou também a maior goleada da competição. A vitória sobre o Santa Quitéria por 5 a 1. Esse placar foi repetido apenas uma vez no certame. O Balsas venceu o Bacabal por 5 a 1, em partida válida pelo Grupo D.

Cinco dos vice-artilheiros da competição pertencem ao Quadricolor. São eles Amaral, Gidevan “Chaparral”, Paulinho e Taílson. Cada um marcou dois gols.

INVENCIBILIDADE

O time comandado pelo técnico Lucas Andrade está invicto no Maranhense Sub 19. Foram seis partidas disputadas na primeira fase do Campeonato. O Maranhão venceu três jogos e empatou outros três. O Macão somou 12 pontos ganhos e conquistou a segunda colocação no Grupo B, atrás do Viana.

Agora, o Maranhão aguarda o sorteio que será realizado pela Federação Maranhense de Futebol (FMF) para conhecer seus dois adversários na segunda fase da competição. A data prevista pela FMF para a realização da segunda etapa do Maranhense Sub 19 é entre os dias 23 e 24 de setembro. São Luís sediará dois grupos, enquanto os demais serão disputados em Barra do Corda e Santa Luzia do Paruá.

A CAMPANHA

Maranhão 0 x 0 São Luís

Maranhão 3 x 0 Timon

Maranhão 1 x 1 Americano

Maranhão 5 x 1 Santa Quitéria

Maranhão 1 x 1 Comercial

Maranhão 2 x 1 Viana

Fonte: MAC

Agora é para vereador

Pedro Henrique, vereador Alex do Giquiri e deputado César Pires no festejo de Salgadinho

O ex-prefeito de Araioses Pedro Henrique, recentemente esteve em Salgadinho, durante o festejo daquele povoado, na zona rural de Água Doce do Maranhão.

Aos amigos que questionaram se ele seria candidato a algum cargo eletivo por Araioses na eleição do ano que vem respondeu que sim, mas para vereador. PH com a morte do prefeito Vicente de Paula Moura, ocorrida em 4 de abril de 2001, como seu vice assumiu a prefeitura araiosense.

Tentou a reeleição e perdeu e não conseguiu se eleger prefeito de Araioses em mais duas vezes que disputou.

Foi no cargo de vereador que PH entrou para a política de Araioses quando foi eleito em 1996 pelo então PMDB, que coligou com Chagas Paixão, também eleito naquele pleito.

Respondeu também que não sabe ainda por qual partido será candidato, mas que teria a preferência em fazer parte de um determinado grupo político em formação.

A verdade sobre a reintegração de posse da comunidade de Cajueiro em São Luís

A reintegração de posse na comunidade Cajueiro, zona rural de São Luís tem sido usada politicamente pelos adversários do governo do Estado ganhando grande espaço na mídia que se afina com essas ideias.

Flávio Dino vem sendo acusado de fazer a reintegração, porém é Polícia Militar quem a faz, em cumprimento a uma decisão judicial.

Nota sobre reintegração de posse na Comunidade Cajueiro

Sobre a decisão judicial de reintegração de posse na comunidade Cajueiro, zona rural de são Luís, o Governo do Maranhão informa que:

1) trata-se de cumprimento de determinação judicial pela reintegração de posse. Há 28 posses diretamente afetadas, dentre imóveis habitados e não habitados;

2) a Secretaria de Direitos Humanos realizou processo de mediação com o Ministério Público, Defensoria Pública e as partes, a fim de contribuir com a construção de uma solução dialogada;

3) após a atuação da Secretaria, chegou-se à proposta de reassentamento de todas as famílias que residem no local, pagamento mensal de aluguel social e cestas básicas e proposta de capacitação e emprego de um membro de cada família;

4) esgotado o processo de mediação, cabe ao Estado cumprir a determinação judicial.

Laranjas ficam; Alexandre Frota, o bagaço, vai para o lixo

Por Fernando Brito no TIJOLAÇO

Não foi o primeiro, mas pode ser o mais explosivo.

De coordenador da bancada bolsonarista na Comissão da Reforma da Previdência, há dois meses, até a expulsão, hoje de manhã, o ex-ator pornô Alexandre Frota acumulou atritos dentro do PSL.

Mas acumulou, também, desde a campanha, informações sobre muita gente metida a puritana dentro do partido e do Governo.

E que anda muito preocupada se o deputado vai manter o aparente recolhimento que sinaliza: ontem, ele anunciou estar deixando as redes sociais.

Discrição não era a marca do Frota ator, não se sabe se será agora a do Frota expulso.

A D. Janaína Paschoal é outra que precisa começar a se cuidar.

Pedir impeachment de Dias Toffoli logo depois de ele ter travado as investigações sobre Flávio Bolsonaro, como diria o outro capitão, o Nascimento, é quase “pedir para sair”.

No bolsonarismo, só existe o manda e o obedece.

Tática errada

Tenho observado que alguns vereadores da oposição estão usando a tática errada no que diz respeito às críticas que fazem aos seus colegas de bancada, que julgam está apoiando o desgoverno do prefeito Cristino Gonçalves.

Ora, se está com Cristino significa suicídio político, então que deixem esses continuarem como estão, pois se esse raciocínio estiver correto significa dizer que quem faz oposição ao prefeito tem muito mais chances de reeleição ou eleição.

Cada vereador do lado prefeito poderá ser uma vaga a mais para os oposicionistas a Câmara de Vereadores.

Ele foi torturado por Ustra e revela detalhes sórdidos de como o Monstro agia

O vereador por São Paulo, Gilberto Natalini, afirma que Ustra “torturava jovens e velhos, mulheres e homens, crianças. Até matar. Ele e os paus-mandados dele. A equipe era toda de monstros. E ele ria, debochava, tirava sarro, numa boa”

Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

Revista Fórum

Gilberto Natalini, de 67 anos, vereador em São Paulo pelo PV, foi torturado por Carlos Alberto Brilhante Ustra, na década de 70. Na quinta-feira (8), dia em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) recebeu no Palácio do Planalto Maria Joseíta Silva Brilhante Ustra, viúva do torturador, Natalini foi ao Twitter e escreveu “Bolsonaro insiste em defender e alardear a tortura. A tortura é o ato mais abjeto de um ser humano sobre o outro”.

Ganhou mil novos seguidores em menos de seis horas. “Uma pessoa falou que deviam ter me matado, que eu apanhei pouco”, afirma à Folha o vereador, que teve a chance de confrontar pessoalmente Ustra em 2013, em sessão da Comissão Nacional da Verdade. Chamado de terrorista na ocasião, Natalini gritou de volta: “Terrorista é você!”.

Neste domingo (11), a Folha publicou um longo e impressionante depoimento de Natalinisobre as torturas que sofreu de Ustra.

Veja abaixo trechos do depoimento de Natalini:

Eu fui torturado pela mão dele e da equipe dele, várias vezes. Colocavam duas latas de Neston [de alumínio], me faziam subir nelas, molhavam meu corpo com água e sal, ligavam fios em toda parte e disparavam os choques.

Era a noite toda: choque elétrico e paulada nas costas, com uma vara de cipó, que o Ustra usava para me chicotear.

Estou descrevendo uma das formas que eles adotavam, mas não me peça para narrar todas, porque é muito doído para mim. A tortura pesada durou mais ou menos um mês.

Choque nos ouvidos era todo dia. Sou deficiente nos meus ouvidos, de choque elétrico que o Ustra me deu. Fiquei com sequelas permanentes. Perdi 60% da capacidade de ouvir na orelha direita e 40% na esquerda.

Você não faz ideia do que é o choque no ouvido. Quando eles ligam a corrente elétrica, você grita. E, quando você grita, surge uma faísca que pula de um lado da boca para o outro. Isso queima toda a sua mucosa bucal. Descasca. Fica em carne viva.

É impossível você não gritar, porque não consegue suportar. Todo mundo grita na dor.

O Ustra era o nosso terror, porque coordenava tudo. Quem vai esquecer uma cara daquela? Aquilo é a própria cara da bestialidade, da monstruosidade. 

Ele torturava jovens e velhos, mulheres e homens, crianças. Até matar. Ele e os paus-mandados dele. A equipe era toda de monstros. E ele ria, debochava, tirava sarro, numa boa.

Eu combatia a ditadura, mas não fazia parte de nenhum grupo ou movimento; era independente. Nunca participei de luta armada.

E você vê o presidente do Brasil, que foi eleito, defender torturador. Pelo amor de Deus! Incentiva a tortura, embora ela nunca tenha deixado de existir no Brasil, nas delegacias, no crime. O PCC, por exemplo, põe a pessoa dentro de pneus, bota gasolina e taca fogo. A tortura não morreu como método.

Quem defende tortura ou é louco degenerado ou não pertence mais à espécie humana. O Ustra é um ser que saiu da raça humana, é um monstro. O que eu posso falar de um monstro? Vamos dizer assim: se tiver capeta, é o primo do capeta.

Eu não tenho raiva do Bolsonaro, eu tenho pena do Bolsonaro. Eu tenho muita pena desse ser menor que chegou à Presidência do Brasil.

32 pré-candidatos

O vereador Felipe Pires ao discursar na sessão de hoje (9) na Câmara de Vereadores disse que existem 32 pré-candidatos a prefeitura de Araioses para a eleição do ano que vem.

No que deu a entender de que quatro a cinco desses nomes poderiam ser considerados como sérios postulantes, os demais não.

Quem lê o blog sabe que sou pré-candidato a prefeitura de Araioses em 2020 e digo sem nenhuma falsa modéstia – estou anos-luz de distância da maioria desses pretendentes, principalmente dos que o vereador está levando sério.

Tenho mais de três décadas de dedicação ao povo de Araioses através da comunicação – dom que Deus me deu -, nunca me vendi, nunca me corrompi e sei do que precisa ser feito para tornar nosso município e nosso povo soberano.

Tenho coragem, conhecimento e competência para liderar a luta que tenha como objetivo tirar Araioses do buraco em que foi enterrado.

Enterrado, com uma boa parcela da ajuda de parte dos que pretendem a prefeitura no ano que vem.

Estou para o que der e vier resta a povo saber se quer ou não sair do atraso, ou continuar com a cara na lama.

Não hipócrita e não estou aqui para fazer média.

Quem é araiosense de verdade não pode continuar de braços cruzados.

O último domingo de Deltan

Por Fernando Brito no TIJOLAÇO

Dia 13, terça-feira, reúne-se o Conselho Nacional do Ministério Público, tendo na pauta reclamações disciplinares contra Deltan Dallagnol.

Se já não bastasse tudo o que já havia sido revelado, agora à tarde o El Pais mostra mais imundícies do “02” da Lava Jato. desta vez combinando ataques e pressões espúrias (plantando “offs” na mídia amiga) sobre a chefe da Procuradoria Raquel Dodge.

Tudo para forçá-la a enviar logo para Edson Fachin, do STF, “delações, entre elas, a de Léo Pinheiro, da construtora OAS, uma testemunha-chave de casos que incriminam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.”

Em outras delações, o temor é que acabassem sendo feitas pela Polícia Federal, transferindo para ela a disposição de se acertarem de “peixes gordos”.

O clima de sublevação contra a Procuradora Geral atingiria o seu ápice quando Raquel Dodge se posicionou contra o acordo que daria à República de Curitiba a gestão de um fundo de 2,5 bilhões de reais acertado com a Justiça dos EUA, a serem pagos pela Petrobras por um acordo judicial no exterior.

Aí acusam a Procuradora de estar “possessa” e fazendo “um barraco” ao propor a anulação do pacto, cuja remuneração já havia sido até depositada aos cuidados de Dallagnol, afinal invalidado pelo Supremo.

O tom agressivo e debochado não é apenas de Deltan, mas de toda a sua equipe. Dodge, diz um deles “teria que ser incinerada publicamente, internamente e internacionalmente”.

E sobra justamente para o corregedor do MP e relator dos processos contra Deltan no Conselho do Ministério Público, Oswaldo Rochadel Moreira: por ter aberto um Procedimento de Gestão Administrativa (PGEA) para ter acesso aos termos do acordo firmado com os norte americanos, é chamado de “capacho” de Raquel Dodge.

É claro que o Conselho não tem mais condições de omitir-se diante da rebelião curitibana.

Sobretudo porque no último domingo de Deltan Dallagnol como “02” da Lava Jato vai se ouvir o estrépito do tiro de misericórdia.