Colabore com o Projeto Natal Feliz da APAE de Araioses

A APAE de Araioses já iniciou o PROJETO NATAL FELIZ que consiste na colaboração de 1 kg de alimentos não perecíveis, para a produção de cestas básicas que serão doadas a famílias carentes do Município.

As doações deverão ser entregues na sede da APAE até o dia 22 de dezembro.

Seja Solidário, colabore!

Endereço da APAE de Araioses:

Rua Benjamim Constant – Centro

Contatos:

(98) 98910-3308

(98) 99616-5828

(98) 98801-9221

Mesmo com prejuízo, Petrobrás anuncia que distribuirá US$ 35 bilhões em dividendos

O Congresso Nacional vira as costas para a imoralidade enquanto a velha imprensa aplaude.

Fachada da sede da Petrobras, no Rio Foto: Arquivo

Do site do PT.

Os jornais anunciaram como positivo e o governo Bolsonaro faz de conta que é bom para o país. Mas o anúncio de que a Petrobrás pretende vender ativos e seu patrimônio nos próximos cinco anos para levantar dinheiro é um escândalo. Ao mesmo tempo, a empresa informou ao mercado que pretende arrecadar entre US$ 25 bilhões e US$ 35 bilhões com a privatização de algumas de suas muitas operações no Brasil e no exterior, a diretoria da Petrobrás anunciou que pretende pagar US$ 35 bilhões em dividendos para os seus acionistas minoritários até 2025. É um acinte que nem sequer é alvo de debates no parlamento.

Isso tudo ocorre depois da empresa ter anunciado – em outubro – o prejuízo líquido de R$ 1,5 bilhão de terceiro trimestre. No ano, o prejuízo acumulado é de US$ 10 bilhões. Ou seja, enquanto transfere dinheiro do povo para sócios privados, a Petrobrás vende patrimônio público e arrebenta com a possibilidade da própria empresa vir a servir de instrumento para o desenvolvimento nacional, como ocorreu nos últimos 60 anos, desde que nasceu sob a liderança de Getúlio Vargas, em meio a amplo debate nacional. O Congresso sequer discute a maneira como a política da empresa vem sendo conduzida pelo governo Bolsonaro.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobrás, senador Jean Paul Prates (PT-RN), alertou que a medida é grave e o plano de desinvestimentos da companhia petroleira atenta contra os interesses nacionais. “O principal objetivo da Petrobrás é nacional. Não é internacional, não é privado, não é de pequeno acionista, nem de grande acionista, nem de mercado. É do Brasil”, alerta o parlamentar. Ele disse que o mais grave é que a estatal está tomando decisões estratégicas que sequer são discutidas pelo Legislativo, numa afronta à Constituição Federal.

“Estamos aqui defendendo um entendimento nacional que vem de décadas. Estamos aqui defendendo um histórico de atividades, de investimentos do Estado brasileiro e da iniciativa privada, através da Petrobrás”, alerta o senador. “Um entendimento que começa com uma função clara e um objetivo: o suprimento nacional de petróleo e gás e seus derivados. Quando se muda esse objetivo é preciso consultar o povo brasileiro e isso não foi feito”, declarou.

Fonte: DCM

Acidente com moto mata ex-jogador na Estrada da Maioba, na Grande São Luís

Wender atuou por vários clubes do Maranhão e se envolveu em um acidente na Estrada da Maioba — Foto: Redes Sociais

Por G1 MA – São Luís

Um acidente na tarde desta quarta-feira (2) entre uma moto e um carro causou a morte do ex-jogador Wender, na Estrada da Maioba, em São José de Ribamar.

Wender Santos Nunes estava com 38 anos e foi atleta profissional entre 2004 e 2012, fazendo o papel de lateral-direito. No esporte, ele atuou por times como Sampaio Corrêa, Maranhão Atlético Clube e Santa Quitéria, no futebol maranhense. No Pará, vestiu a camisa do Independente de Tucuruí.

Moto usada por Wender no acidente na Estrada da Maioba, na região de São José de Ribamar — Foto: Redes Sociais

Segundo a polícia, atualmente Wender morava na Cidade Operária e trabalhava como personal trainer. Ele estava voltando do trabalho de moto quando foi surpreendido, na Estrada da Maioba, por um carro e acabou batendo.

“De acordo com testemunhas, o condutor do carro estava no sentido São Luís > Maioba e vinha ultrapassando os demais veículos na sua frente. Ao se aproximar do Condomínio Riviera Cohatrac, ele fez uma manobra da direita para esquerda, para projetar na Avenida projetada Nova Aurora. Nesse momento, o Wender, que estava de moto, veio a colidir na lateral do carro e morreu”, informou o soldado Dos Anjos, em entrevista à Rádio Mirante AM.

Ainda de acordo com a polícia, depois que o socorro chegou, o motorista do carro foi liberado e fugiu. O Instituto de Criminalística esteve no local para investigar o acidente.

Homem foragido envolvido na morte de Décio Sá é encontrado em Parauapebas

Reprodução

O Imparcial

Na última terça-feira (1º), a polícia Militar do Pará (PMPA), prendeu em Parauapebas um homem foragido da polícia que é condenado por ter envolvimento no assassinato ocorrido em 2012 contra o jornalista Décio Sá, na capital maranhense.

O homem, Marcos Bruno Silva de Oliveira, foi condenado a 18 anos e três meses de prisão. Ele teve participação no crime por ser o piloto da motocicleta na qual o assassino usou para fugir da cena do crime.

Segundo a policia, ele estava foragido desde outubro de 2019 quando recebeu uma saída temporária no dia das crianças, no dia 12 de outubro, e não voltou mais ao sistema penitenciário.

A policia chegou até Marcos após investigação de denúncia feita sobre um possível acerto de contas em Parauapebas. O suspeito foi encontrado em um carro e entregou documentos de identificação falsos. Após revista da polícia no carro, foi encontrado cerca de 20 gramas de cocaína. Segundo Marcos, a droga encontrada era para seu consumo e que levaria para o Maranhão.

A polícia foi até a casa de marcos, lá encontraram uma balança de precisão que estava sendo usada para o tráfico. Ele foi encaminhado até a delegacia, onde foi constatado que era foragido de sistema penitenciário no Maranhão.

NASA: câmeras da ISS conseguem captar imagens de 150 OVNIs

Câmeras da ISS conseguem captar imagens de 150 OVNIs – Imagem: NASA

Por Jorge Marin/Tec Mundo

Em meados de novembro (15), uma câmera instalada na Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês) conseguiu registrar imagens de cerca de 150 “objetos voadores não identificados” na órbita terrestre.

A grande quantidade de objetos captados chamou a atenção dos cientistas, segundo informações publicadas no jornal argentino Clarín. A reportagem afirma que são tantas ocorrências a ponto de ultrapassar o campo de visão das câmeras de alta definição da NASA.

A detecção de peças soltas no espaço, voando ao redor da Terra, não é inédita, tendo sido registrada anteriormente pela própria ISS. Num vídeo, divulgado pelo astronauta russo Ivan Vagner no Twitter, aparecem cinco objetos não identificados se movendo enquanto ele mostrava a passagem da aurora boreal. Vejam o vídeo:

O que vocês acham que essas coisas seriam?

O astronauta Ivan Vagner, que chegou à ISS em abril deste ano, provocou seus seguidores no Twitter, com a indagação: “o que vocês acham que essas coisas seriam: meteoros, satélites, ou…?”

Em abril passado, vídeos secretos dos chamados “fenômenos aéreos não identificados”, feitos por pilotos da Marinha Americana, foram finalmente liberados pelo Pentágono, sede do Ministério da Defesa dos Estados Unidos, para divulgação ao público.

Uma das imagens impressionantes foi obtida a apenas 160 quilômetros da costa oeste da América Norte, e mostra um registro sobre o Oceano Pacífico. Mais dois registros foram feitos por câmeras infravermelhas apontadas para o Oceano Atlântico.

Teles de Carnaubeiras detona diretoria do Sindicado dos Pescadores de Araioses

Teles Araújo – Reprodução

O candidato a vereador pelo PRB – não eleito, teve apenas 68 votos – Teles Araújo, o Teles de Carnaubeiras usou sua página no Facebook para fazer sérias acusações contra a diretoria do Sindicato dos Pescadores de Araioses, que é dirigido por Nataniel Cardozo da Costa – o Nataniel da Pesca, eleito vereador com 685 votos pelo mesmo partido de Teles.

Na mensagem ele diz: vamos divulgar os nomes dos envolvidos no escândalos do sindicato dos pescadores de Araioses, Vamos denunciar o que aconteceu com o Registro Geral da Atividade Pesqueira – RGP.

Fala de seguros e de que todos que foram sindicalizados em cima da eleição para vereador.

Segundo a postagem estaria (ele e quem mais?) pegando ainda alguns depoimentos de pessoas que foram aposentados e que fizeram empréstimos e foram roubados e  tem  pessoas que ainda não conseguiu receber seus vencimentos de sua aposentadoria.

Nataniel da Pesca – Reprodução

As vítimas – continua Teles são pessoas de Araioses (sede), Carnaubeiras, Barreirinhas e povoados vizinhos e que tem que ser denunciados para os órgãos competentes.

Que o povo está revoltadíssimo, não só as vítimas como todos que clamam por justiça…

Ele também apresenta uma tabela que estaria sendo cobrado pelo sindicato por serviços:

Para a pessoa conseguir o RGP tem que pagar R$ 350,00;

Para receber o seguro custa R$ 1.500,00;

Os empréstimos depois de aposentados seriam até de R$ 16.000,00.

Finaliza dizendo que é uma organização criminosa que precisa ser denunciada.

As denúncias de Teles Araújo – se verdadeiras – são gravíssimas, pois aí não só envolve conduta indevida por parte da diretoria do Sindicato dos Pescadores de Araioses, como também suposto crime eleitoral.

Em contato com Nataniel da Pesca, esse disse que se trata de uma articulação do Teles Araújo em parceria com um dirigente da Colônia de Pescadores de Araioses – Z-20, com a intenção de prejudica-lo e que já teria passado o caso para seu advogado para que esse tome a medidas cabíveis.

Em tempo: É tipo de caso que não pode ser jogado para baixo do tapete, pois o eleitor falava muito antes da eleição da necessidade de renovação na Câmara de Vereadores de Araioses. Nataniel faz parte dessa renovação sendo o mais votado de seu partido e se o que diz Teles tem sentido a mudança certamente não foi para o melhor.

Abaixo os prints das postagens de Teles Araújo em seu Facebook:

Governo produz dossiê que classifica jornalistas como “detratores”, “neutros” e “favoráveis”

Jair Bolsonaro (Reprodução/Twitter)

Revista Fórum

O governo de Jair Bolsonaro contratou uma empresa de comunicação que produziu um dossiê contra 81 jornalistas e outros “formadores de opinião”. Apesar do monitoramento ser corriqueiro no atual governo, o relatório vai além ao classificar os profissionais como “detratores”, “neutros informativos” e “favoráveis”.

Segundo reportagem de Rubens Valente, no UOL, entre os “detratores” citados no dossiê estão jornalistas como Vera Magalhães, Guga Chacra, Xico Sá, Hildegard Angel, Cynara Menezes, Carol Pires, Claudio Dantas, Luis Nassif, Brunno Melo, Igor Natusch, George Marques, entre outros.

O relatório também cita professores universitários, como Silvio Almeida, Laura Carvalho, Jessé Souza, Claudio Ferraz e Sabrina Fernandes. Influenciadores como Felipe Neto, Nathália Rodrigues e Jones Manoel também entraram para a lista de “detratores”.

Os oito “neutros informativos” citados são Alex Silva, Malu Gaspar, Altair Alves, Cristiana Lôbo, Monica Bergamo, Marcelo Lins, Ricardo Barboza e Octavio Guedes.

Já os “favoráveis” ao governo são jornalistas como Roger Rocha Moreira, Milton Neves, Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza, Winston Ling, Camila Abdo, Tomé Abduch, entre outros.

Monitoramento preventivo

Segundo a coluna de Rubens Valente, o relatório também cita medidas para lidar com os jornalistas e influenciadores, como “monitoramento preventivo” de publicações.

O levantamento, intitulado “Mapa de influenciadores”, analisou postagens do mês de maio de 2020 sobre o Ministério da Economia e o ministro Paulo Guedes. O documento foi produzido pela BR+ Comunicação, que tem um contrato com o Ministério de Ciência e Tecnologia no valor total de R$ 2,7 milhões.

Colega de ex-agentes do FBI e NSA, Moro está de malas prontas para morar nos EUA

Ministério Evaristo Sa/AFP

Da coluna de Lauro Jardim no Globo:

No contrato que Sergio Moro fechou com a consultoria Alvarez & Marsal para atuar como diretor de compliance está prevista a ida do ex-juiz e ex-ministro para morar com a família em Washington.

A ideia é que Moro permaneça cerca de um ano na capital americana, mas vindo constantemente ao Brasil — se o coronavírus deixar, claro.

Ao menos é o que o próprio Moro tem dito a interlocutores nos últimos dias.

Há a possibilidade ainda de residir em Nova York, onde fica a sede da A&M e onde está instalada a área de “Dispute and Investigation” da empresa.

Fonte: DCM

TER-MA indefere registro de candidatura do prefeito eleito de Milagres do Maranhão; cabe recurso

Foto Reprodução

Por William Fernandes

Em sessão plenária realizada na manhã desta terça-feira, 1° de dezembro de 2020, o Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), indeferiu o registro de candidatura do prefeito eleito de Milagres do Maranhão, José Augusto (Republicanos), por contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas de Estado (TCE) da época em que foi prefeito do município.

José Augusto deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Em caso de confirmação do indeferimento pelo TSE, deverá haver novas eleições em Milagres do Maranhão.

José Augusto venceu as eleições no dia 15 de novembro de 2020, com 2.473 votos (51,30%), contra 2.341 (48,63%) da Professora Claudete (PC do B).

Restaurantes Populares retomam funcionamento híbrido, com refeição no local e também retirada

Usuário faz retirada da refeição para comer em casa (Foto: Honório Moreira)

A partir da próxima terça-feira (1º), todos os Restaurantes Populares do Maranhão retornarão ao funcionamento na modalidade híbrida. Os usuários poderão voltar a levar a refeição para casa em embalagens descartáveis ou consumi-la no local, da forma que preferirem. A nova modalidade de funcionamento foi definida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) para proporcionar maior conforto e segurança aos usuários.

As 52 unidades de restaurantes contam com as adequações necessárias que seguem o protocolo da Vigilância Sanitária Estadual, como a instalação de protetores salivares, pontos de higienização das mãos com água e sabão, distanciamento das mesas e disponibilização de EPIs completo (Equipamentos de Proteção Individual) para todos os funcionários e totens com álcool em gel.

Usuário pode comer no local ou levar a refeição (Foto: Honório Moreira)

Para o secretário da Sedes, Márcio Honaiser, o retorno das opções de levar a refeição para casa ou comer no restaurante confere segurança e conforto aos usuários e amplia ainda mais o acesso a todos a uma alimentação saudável. “Os Restaurantes Populares são de fundamental importância para a segurança alimentar de milhares de pessoas e, que durante a pandemia, desempenhou papel fundamental e continua desempenhando de forma segura. Os usuários voltam a ter duas opções nos restaurantes, que é comer no local ou levar para casa em embalagem descartável. A saúde passa pela segurança alimentar com refeições balanceadas e com respeito às medidas sanitárias”, disse o secretário.

O Maranhão possui uma das maiores redes de Restaurantes Populares do Brasil, que funcionam de segunda a sexta-feira para o almoço e jantar. A refeição é elaborada por nutricionistas e custa R$ 2 em municípios de menor índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e R$ 3 em São Luís e nas demais cidades.

Além de oferecer uma alimentação saudável para pessoas em situação de vulnerabilidade social, os restaurantes também movimentam a economia local com a aquisição de 30% dos alimentos produzidos pela agricultura familiar.

Conheça Eduardo Braide, prefeito eleito de São Luís

Foto: Reprodução

O Imparcial

Eduardo Salim Braide nasceu em São Luís, em 12 de janeiro de 1976. Formado em direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), é advogado. Ele é casado, pai de três filhos.

Em 2005 e 2006, Braide atuou como diretor-presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e vice-presidente nacional da Associação das Empresas de Saneamento Básico Estadual, no mesmo período.

Já nos anos de 2009 e 2010 exerceu o cargo de secretário municipal do Orçamento Participativo de São Luís. Em 2010, foi eleito deputado estadual pelo PMN, na ocasião Eduardo Braide teve 26.792. Nesse período, foi o 2° vice-presidente da Assembleia Legislativa.

Já em 2016, Eduardo Braide foi candidato a prefeito de São Luís pela primeira vez, no primeiro turno, Eduardo Braide teve 21,34% dos votos validos, chegando assim ao segundo turno das eleições. Ao final do processo eleitoral, Eduardo Braide alcançou a marca de 243.591 votos, representando 46,06% dos votos válidos.

Em 2018, Braide foi eleito deputado federal pelo Maranhão. Nestas eleições municipais, em 2020, o deputado teve 37,81 % dos votos no primeiro turno e no segundo, Eduardo Braide foi eleito com a maioria dos votos válidos.

A Democracia venceu. A derrota tem dono

Da página do Facebook de meu amigo Dr. Abdon Marinho colhi a cônica – A Democracia venceu. A derrota tem dono – em que ele faz uma análise perfeita do que foi a campanha pela prefeitura de São Luís onde grande derrotado não foi Duarte Junior e o governador Flávio Dino que se expôs além do que devia.

Confira abaixo. Vale a pena.

Por Abdon Marinho

DIZEM os mais sábios que eu que se aprende mais com os reveses e dificuldades do que com as vitórias e facilidades. Um outro dito, bem comum, é aquele que diz que mares tranquilos não fazem bons marinheiros.

Encerradas as apurações das eleições na capital do estado, consagrou-se a democracia, a vontade livre e soberana da população da cidade. Entretanto, muito mais do que isso, mostrou aos donos do poder, os novos “dinotários” desta capitania, que, ainda que possam muito, não podem mais que o povo.

Essa é a lição que, se tiverem sabedoria e humildade, espero que tenham aprendido.

Na Roma antiga de tantas glórias e tantos césares, o Senado impôs uma regra aos desfiles em se festejavam os triunfos das suas campanhas ao redor do mundo: ao lado do governante, enquanto esse saia a “saborear” seus feitos, um cidadão repetia ao seu ouvido, à exaustão “tu és mortal” ou “tu és apenas um homem”.

O propósito de tal recomendação era evitar que o governante vitorioso, saudado como um Deus pelo povo, assim se achasse.

Se, no pleito que se encerra, tivemos a democracia como a grande vitoriosa, temos, por outro lado, que a derrota não está órfã e, mais, que a derrota tem um dono que é o atual ocupante do gabinete principal do Palácio dos Leões.

O candidato que oficialmente consta como “não eleito”, no mapa de apuração do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, para onde chegou, pode até se considerar vitorioso pois a derrota não é dele.

Todos que assistimos e acompanhamos de perto esses últimos 15 dias, somos sabedores que houve uma “troca de candidatos”, o candidato Duarte Júnior, que ficou em segundo lugar e passou para a etapa seguinte, cedeu lugar ao governador Flávio Dino, que assumiu a candidatura como se fosse sua e se expôs além do devido.

Desde a redemocratização do país, que permitiu as eleições nas capitais a partir de 1985, que acompanho as eleições em São Luís, e não me recordo de uma interferência maior da parte do governo estadual na eleição da capital do que nesta. Nem mesmo naquela primeira eleição, em que o governo estadual teve um candidato cujo slogan era “Força Total”.

Naquela eleição, ocorrida há trinta e cinco anos, “fez-se de tudo”, mas, ainda assim, chegou foi longe de alcançar o que foi feito nesta e que rogo a Deus, nunca mais se repita.

Se me permitem uma alegoria sobre estas eleições, seria como aquela em que temos dois meninos brigando no recreio da escola e um irmão, bem maior e mais forte, assume lugar daquele que está apanhando.

O governador do estado, esse irmão maior, parece ter dito: se afasta que agora é comigo.

Pois é, e apanhou feio.

Como dizíamos, fazendo um paralelo com as eleições de 1985, o governo estadual tentou – e interferiu –, no pleito, mas ficou foi longe de colocar todos os secretários na campanha do candidato, ameaçando, chantageando, constrangendo servidores públicos a aderirem e a fazer campanha e, muito menos, que o vice-governador chamasse os que não estavam na campanha de “desertores”, que na acepção comum da palavra é “aquele que abandona uma causa, um partido, uma luta qualquer do qual era partidário ou um dever ou compromisso a que estava afeito ou vinculado”, e que o próprio governador fosse para a “linha de frente” da campanha, como se aquela fosse a sua própria eleição.

Sim, vivemos no Maranhão, no atual pleito eleitoral, uma situação inédita na nossa história.

Desde que o atual governo se instalou que me pergunto quem são os conselheiros do governador – em diversos textos já falei disso –, pois causa-me espécie que ninguém tenha a coragem de lhe chamar a atenção para as loucuras que comete.

O saudoso amigo Walter Rodrigues dizia: — Abdon, loucuras só são admissíveis quando feitas por amor, pois o amor tem razões que a própria razão desconhece. Dizia isso, e caia na gargalhada.

A exceção dos amantes e dos loucos, por serem inimputáveis, devemos agir com racionalidade.

Uma eleição na capital é uma eleição importante, é fato, mas não tanto assim. Hoje, o eleitorado de São Luís, representa menos de 15% (quinze por cento) do eleitorado do estado. Ou seja, não faz nenhum sentido, se pensarmos com racionalidade, que o governador e, mais grave, o governo, se exponha como se expôs, na disputa, a ponto da autoridade máxima estadual “chamar para a briga” nas redes sociais, o candidato adversário.

Não deveria ter se envolvido no primeiro turno e, muito menos agora, ter “assumido” a campanha municipal no segundo.

Tudo errado desde o começo. E não teve ninguém para dizer que o governador do estado se excedia.

Tão errado que o governador só conseguiu “levar para apoiar o seu candidato” os seus dependentes, melhor dizendo, os secretários “dinodependentes”.

Nem mesmo os políticos expressivos do seu próprio partido atenderam ao chamado; o mesmo acontecendo com os partidos da sua base de sustentação.

Vejam que do tal consórcio, só lembro de ter visto atendendo a “ordem” do governador para apoiar o candidato “chapa branca”, o candidato do Partido Comunista do Brasil – PC do B, e, assim mesmo, um apoio tão esquisito, tendo em vista tudo que o “apoiado” disse dele e da família dele, que acredito que o apoio, teve mais efeito contrário que a favor.

Os demais, aqueles que não se engajaram na campanha adversária, preferiram a neutralidade.

É verdade que o candidato do governador “semeou” estes ventos. Mas, mesmo assim, sua excelência, tendo tal desculpa para “ficar na sua”, fez foi o contrário, perdoou todos os  “malfeitos” do candidato, e “caiu de cabeça” na campanha. Ignorou, até mesmo, a gravíssima informação de que o candidato passara, pelo menos, cinco dias fazendo campanha quando se sabia contaminado pela COVID-19.

Segundo li, mesmo amigos pessoais, de longas datas, do governador, acharam “lamentável” a escolha ou postura do governante.

Muitos movidos pelos próprios interesses e outros por dever cívico, entenderam que não podiam atender o chamado do governador nesta estratégia de “tudo ou nada” que adotou no segundo turno destas eleições.

Como disse, desde a primeira eleição de capital, após a redemocratização do país, em 1985, não tínhamos notícias de um grau tão grande de “intervenção” do governo estadual no pleito.

Esse sentimento, a compreensão de que a atitude do governador em relação ao pleito era excessiva e representava um retrocesso às conquistas democráticas do país, levou diversas pessoas, inclusive, muitas que nunca tiveram qualquer apreço pelo candidato que sagrou-se vitorioso nas urnas, a lhe hipotecar apoio e solidariedade.

Uns fizeram isso publicamente, outros, entre os seus amigos e conhecidos e, outros, simplesmente, votando nele.

Se os excessos públicos causaram repulsa das pessoas de bem, criando o efeito “Davi versus Golias”, as informações – que jamais serão provadas –, de que ultrapassaram todos os limites para alterar a vontade do povo, pode ter sido responsável pela diferença de votos não ter sido mais expressiva.

Ao agir de forma tão impensada – ou por razões que desconhecemos –, arrisco dizer que o governador “fragilizou” sua posição como liderança política capaz de alçar voos mais alto, ameaçando, até mesmo, a condição de virtual senador eleito, em 2022.

Os “desertores” de hoje – que no frigir dos ovos, possuem mais representatividade, inclusive eleitoral –, pensarão duas vezes antes de embarcar numa suposta “candidatura nata”, de sua excelência ao senado, vaga que poderá acabar “sobrando” para o atual prefeito da capital, que sai do pleito “bem na fita” e sem nenhum arranhão.

A ironia do dia da eleição ficou por conta de uma postagem de sua excelência dizendo que votou “com muita gratidão aos que enfrentaram e derrotaram a ditadura militar, devolvendo-nos o direito de escolher os nossos governantes”.

Acredito que os ludovicenses ao votarem contra sua excelência e o seu candidato estiveram imbuídos do mesmo sentimento das memoráveis lutas dos anos oitenta contra a ditadura.

A democracia venceu. A ditadura perdeu novamente.

Abdon Marinho é advogado

Penca de candidatos nunca mais e andorinha sozinha não faz verão

Eleição para prefeito de Araioses em 2020 teve 11 candidatos, recorde que dificilmente um dia será superado

A quantidade de candidatos a prefeito – onze no total – nunca mais se repetirá nas eleições futuras de Araioses.

A causa mais provável de tantos pretendentes creio que foi o fato de todos acreditarem que Luciana Trinta não conseguiria registrar sua candidatura o que fez brotar o forte sentimento de desunião dos políticos araiosenses, nem sempre tão explicito como foi agora.

Nas eleições estaduais certamente muitos candidatos a deputado estadual e federal terão seus prepostos em Araioses na garimpagem de votos, porém em 2024 teremos Luciana Trinta disputando a reeleição – e aí me permitam uma opinião, nada impedirá que ela assuma e administre o município como já decidiu o eleitor – e no máximo dois candidatos tentarão a difícil tarefa de destrona-la do poder.

A eleição deste inesquecível 2020 além dessa lição – a de que devemos estar unidos – também tirou do cenário político várias supostas lideranças, que mostraram nada liderar e que devem entender que devem ceder o lugar para outras que ainda não tiveram vez e que talvez possa fazer melhor do que os que levaram muito tempo dormindo e outros que não entenderam que uma andorinha sozinha não faz verão.

Vamos ver quem vai ser o filho de Araioses que se habilita a ser uma referência na política local ou se vamos continuar elegendo gente de outras cidades pelo processo de campanhas milionárias.

Nesta eleição o eleitor araiosense provou que gosta desse sistema.

Colisão entre van e carro causa morte de grávida na BR-316 no MA

Colisão entre van e carro causa morte de grávida na BR-316 — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Por G1 MA – São Luís

Uma colisão entre uma van e um carro de passeio causou a morte de grávida nessa quinta-feira (26) na BR-222 em Santa Inês, a 250 km de São Luís. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 13h30 dessa quinta no Km 382.4 da BR 222.

De acordo com a PRF, a dinâmica do acidente indica que o condutor da van, que seguia sentido crescente da via (de Santa Inês para Santa Luzia), tentou realizar uma ultrapassagem em faixa contínua, quando colidiu frontalmente com o veículo de passeio.

Após o acidente, o condutor de van fugiu do local sem prestar socorro às vítimas. No interior da van foram encontradas diversas latas de cerveja e um litro de uísque.

Ainda segundo os policiais rodoviários, no carro uma passageira identificada como Valcleia Carvalho da Silva, de 37 anos, natural de Santa Luzia, a 294 km da capital, estava grávida e morreu no local. Outros quatro ocupantes do automóvel foram socorridos em estado grave. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Loteamento Delta das Américas no povoado Placas de Araioses/MA – vendas no local

Loteamento Delta das Américas no povoado Placas de Araioses/MA, na saída para o povoado Novo Horizonte.

Parcelas a partir de R$ 99,00 e lotes a partir de R$ 1.200 a vista.

Com água encanada e energia elétrica, pronto para morar e construir.

Sua felicidade MORA AQUI.

Plantão de Vendas no Local

Ou pelo Zap (63) 99278 3810