Combustíveis adulterados estão sendo vendidos em algum posto de em Araioses

Reprodução de vídeo

Não é de hoje a queixa de consumidores araiosenses da qualidade dos combustíveis que são vendidos nos postos da cidade.

Dias atrás um leitor do blog me mandou um vídeo, onde alguém mostra uma embalagem pet de 2 litros ocupada com uma mistura de um líquido, que supostamente seria gasolina, porém foi adulterada – digamos na proporção de metade gasolina e metade água, provavelmente.

O vídeo tem áudio, mas não diz em que posto foi comprado o combustível. Pelo que diz uma voz masculina, a suposta gasolina foi comprada num posto de Araioses e que colocada em uma moto essa não voltou a funcionar depois de chegar a casa desse – ao que parece em um povoado na zona rural do município – e desligada.

Como disse no princípio isso não é novidade e eu mesmo já fui duas vezes vítima fazer uso – de forma enganosa – de gasolina adulterada em dois postos de combustível da cidade.

Sabendo do quanto é difícil se conseguir a punição de quem pratica esse tipo de crime, a providência que tomei foi de não abastecer mais onde fui enganado.

Aqui não relato o nome desses postos nem o nome de quem eles pertencem, mas reservadamente faço a quem tiver interesse.

Se paga por um combustível – que não passa de uma droga – preços altíssimos e que vão condenar motores dos veículos que os usam a curtíssima vida, antes de irem para a sucata.

Com a palavra as autoridades competentes!

A palavra convence, o exemplo arrasta: a objetividade de Lula encanta até o mercado

Por Carlos Henrique

A Postagem – Ao contrário do que se vê hoje, fruto de uma ambição perigosa que produziu um desequilíbrio econômico e social recorde na condução do país, com Bolsonaro e Paulo Guedes, Lula, diferente do que a mídia quis vender, é matéria viva, tanto que a amplitude de suas ideias marca, de forma encantadora, um candidato com experiência de oito anos de governo que deixou o poder com 87% de aprovação, mas não para de sonhar e, consequentemente, de se aperfeiçoar.

Na entrevista com blogueiros nesta quarta-feira (19), que serviu de laboratório até para o mercado, Lula assume uma postura de quem, quando esteve na direção do país, buscou colocar luz em cada passo que deu.

O significado disso foi a segurança que ele transmitiu a todos, desde o miserável ao banqueiro mais abastado.

Agora, com um grande e vasto currículo de quem foi o melhor presidente da história do Brasil, assim avaliado pelo povo em pesquisa, Lula está mais objetivo e seguro do que nunca. Não dá uma resposta vaga, ao contrário, simula novas questões em torno da pergunta para ampliar o raio de alcance, mostrando que não está aí para contornar nada, mas para lidar frontalmente com as questões, conversando, negociando e tomando atitudes concretas para dar sentido às coisas e, consequentemente, dar tranquilidade ao país, de A a Z.

Lula tem pressa e com sua fala e raciocínio, buscará atalhos de quem conhece o caminho para ter uma administração exitosa e, por isso, ele nem deixa a bola quicar com as perguntas dos entrevistadores, respondendo tudo de primeira, com uma segurança encantadora.

Imediatamente, o mercado entendeu sua postura e reagiu positivamente, por sua clareza e transparência sobre regras e condutas que adotará, caso seja eleito, e reagiu muito bem a ponto do Valor Econômico, principal jornal de mercado dos Marinho, reconhecer.

Otávio Guedes, da GloboNews, há poucos dias usou uma figura de linguagem em que compara Paulo Guedes a um corretor de imóveis que vende o empreendimento na planta, prometendo maravilhas, mas que depois que o comprador descobre que esse vendedor trabalha para uma empresa que não entrega a construção prometida, desiste do negócio, porque, na verdade, essa empresa é de destruição, de implosão, que é o caso do governo Bolsonaro.

Há um consenso que vai do mercado até a grande mídia de que Paulo Guedes é um grande embuste, o que não é nenhuma novidade no universo do neoliberalismo, pois um neoliberal convicto é, por natureza, um embusteiro que vende mentiras futuras para uma plateia de tolos.

Por isso essa forma objetiva de Lula, que já é parte de sua experiência como presidente da República que colocou o Brasil entre as seis maiores economias do mundo depois de um pragmatismo nunca visto antes no país. E tendo o grau de consciência que tem de que foi o ponto fundamental para obter o sucesso que obteve nas ações do seu governo, é que Lula não cansa de repetir que não está preocupado ou voltado a buscar uma forra e, sim, salvar a população da miséria, deixando claro quais serão os principais propósitos do seu governo.

Por isso o mercado reagiu tão bem, porque Lula não deixa nenhuma dúvida de como se comportará diante dos miseráveis e da elite, e não escolher como tratar as coisas como parecem ser.

Não se viu Lula, em nenhum momento, apelar para o discurso fácil da revanche, reivindicando uma condição de mártir. É nítido que Lula não permite cair nessa esparrela a partir do seu bom senso, sobretudo a consciência de que a vida do outro, principalmente a do pobre é muito mais importante do que sua própria vida.

Por isso enfatiza o quanto é essencial que parte do orçamento da União atenda às camadas da sociedade que não têm acesso às condições essenciais de vida e, portanto, precisam tanto das políticas sociais.

Isso mostra a gigantesca diferença entre Lula e as demais candidaturas. É o que basta para mostrar que, em seu governo, as questões que envolvem a sociedade serão tratadas de forma diametralmente opostas ao clima presente no país desfavorável a qualquer forma de investimento, porque causa uma insegurança.

Lula deixou claro e tem respaldo histórico para isso, que ele, como presidente, precisa organizar o país para obter um nível de acerto que modifique por completo essa situação que hoje só se agrava no Brasil, sobretudo para as camadas mais pobres da população.

Lula não deixa margem para qualquer especulação.

Covid-19: Anvisa aprova uso da CoronaVac em crianças de 6 a 17 anos

Foto: Instituto Butantan

Por Carolina Fortes/Revista Fórum

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) formou maioria, nesta quinta-feira (20), pela aprovação da CoronaVac para utilização em crianças de 6 a 17 anos. Até agora, somente a vacina da Pfizer estava sendo utilizada para imunizar pessoas nesta faixa etária.

Segundo a agência, a formulação e a posologia devem ser as mesmas da vacina aplicada em adultos, ou seja, duas doses em um intervalo de 28 dias. No entanto, a Anvisa não liberou o uso em crianças imunossuprimidas.

Votaram pela aprovação da CoronaVac a diretora relatora Meiruze Sousa Freitas e os diretores Rômison Rodrigues Mota e Alex Machado Campos. Ainda votam na sessão: Cristiane Jourdan e Antônio Barra Torres.

Nas falas, os servidores do órgão citaram pesquisas que mostram que a CoronaVac é segura para crianças de 3 a 17 anos. O imunizante da SinoVac já teve seu uso em crianças aprovado em países como China, Chile, Equador, Colômbia, Camboja e Indonésia.

Entre as condições exigidas pela pasta está a de que Butantan se comprometa a produzir dados sobre o uso das doses no Brasil, além de apresentar o desfecho de estudo global que está sendo conduzido na China, África do Sul, Chile, Malásia e Filipinas. O documento deve trazer “dados sólidos de segurança”.

Doria promete vacinar crianças “15 minutos após aprovação”

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quarta-feira (19) que o Estado começaria a vacinar as crianças com a CoronaVac minutos após receber autorização da Anvisa.

“São Paulo, tendo a aprovação da vacina do Butantan pela Anvisa amanhã, e nós respeitamos plenamente a decisão que for emitida pela Anvisa, mas se ela for positiva, nós iniciaremos imediatamente, 15 minutos depois da aprovação da Anvisa, iniciaremos a vacinação aqui em São Paulo”, disse Doria em coletiva de imprensa no início da tarde.

O Instituto Butantan tem 15 milhões de doses da vacina prontas, disponíveis, refrigeradas para iniciar a imunização.

Homem é preso suspeito de estuprar filha de 12 anos

Homem é preso suspeito de estuprar filha de 12 anos em Imperatriz, no Maranhão. (Foto: Reprodução)

O Imparcial – Nessa quarta-feira (19), um homem, que não teve sua identidade revelada, foi preso suspeito de estuprar a própria filha, uma adolescente de 12 anos, na cidade de Imperatriz no Maranhão.

De acordo com a Polícia Civil de Imperatriz, além do crime de estupro de vulnerável, o suspeito tinha um mandado de prisão por posse ilegal de arma de fogo.

O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz, onde ficará à disposição da Justiça.

Governo entrega cisternas, forrageiras e kits feiras em quatro municípios maranhenses

Dr. Rodrigo Lago (último à direita) – secretário de Estado da Agricultura Familiar do Maranhão (SAF) fez a entrega de cisternas, distribuição de kits feiras, kits de irrigação e forrageiras. (Foto: Divulgação)

Por Carolina Mello

Entre os dias 14 a 17 de janeiro, o secretário da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Rodrigo Lago percorreu os municípios de Paço do Lumiar, Colinas, São João dos Patos e Jenipapo dos Vieiras levando muitos benefícios em prol da agricultura familiar. Foram entregues cisternas, distribuição de kits feiras, kits de irrigação e forrageiras.

A agenda iniciou na sexta-feira (14), nas comemorações do aniversário de Paço do Lumiar, onde o município foi presenteado com várias inaugurações do Governo do Estado, dentre elas, uma maternidade e a entrega dos portos do Mocajituba, Timbuba e Mojó. Além disso, o município recebeu da SAF 20 kits feira, 15 forrageiras e 5 kits de irrigação.

No sábado (15), em Colinas, o secretário assinou a ordem de serviço para a construção do Sistema de Abastecimento de Água do matadouro municipal e do povoado Panela e entregou três forrageiras à prefeitura. Ainda em Colinas, foi realizado, nos povoados Peixe e Jaguarana, a entrega de cartões de vale-alimentação no valor de R$ 300, beneficiando 141 famílias quilombolas. A ação é fruto da parceria entre o Instituto Gerando Falcões e o Governo do Maranhão que, juntos, visam o combate à fome no Maranhão.

“Agradecemos a parceria e esse olhar sensível do Governo do Estado, através da SAF, que está sempre nos ajudando, especificamente nessa ação em que estamos firmando parceria para levar água para quem precisa e fomento para as famílias adquirirem seus alimentos”, destacou a prefeita de Colinas, Valmira Miranda.

No domingo (16), a equipe esteve em Jatobá dos Noletos, zona rural de São João dos Patos, onde o secretário anunciou a implantação de um Sistema Simplificado de Abastecimento de Água e fez a entrega de duas forrageiras para associações.

A agenda encerrou nesta segunda-feira (17), no município de Jenipapo dos Vieiras. No povoado Copaíba e na Aldeia Canafístula foram inauguradas cisternas e a Aldeia El Betel e a Associação dos Produtores Rurais do povoado Centro dos Necos receberam forrageiras. A ação contou com a presença da comunidade e de lideranças indígenas da região.

Galeno Guajajara, da aldeia Canafístola BR disse que a cisterna ajudou bastante no cultivo de sua produção. “Eu trabalho com a criação de frangos e hortaliças e a água é muito importante na minha atividade, por isso estamos todos muitos agradecidos por essas cisternas na nossa aldeia”, destacou.

“Foi com muita alegria que estive numa aldeia indígena, em Jenipapo dos Vieiras, realizando ações do programa Comida na Mesa e também inaugurando 38 cisternas que garante água para a população”, pontuou o secretário da SAF, Rodrigo Lago.

A agenda contou com a parceria do secretário adjunto da SAF, Ronaldo Chaves e do assessor Samuel Barroso.

Lula apequena Dino, descarta Brandão e declara apoio a Weverton para o Governo do MA em 2022

Por Yuri Almeida

Atual 7 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) colocou em risco o plano do governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), de disputar o Senado na chapa a ser encabeçada pelo ainda vice-governador Carlos Brandão (PSDB), sua escolha pessoal para a própria sucessão ao Palácio dos Leões.

Nesta quarta-feira (19), em uma declaração de pouco mais de 13 segundos, o petista apequenou Dino, descartou Brandão e declarou abertamente apoio ao senador Weverton Rocha (PDT) para o Governo do Maranhão em 2022. Segundo Lula, o socialista e o pedetista não podem estar em campos opostos em outubro.

“Nós defendemos a candidatura do Flávio Dino. Agora, o companheiro Flávio Dino tem um candidato, dele, que é o vice, que é do PSDB. Ele sabe que é difícil a gente apoiar o PSDB. Nós temos a candidatura do Weverton, então eles vão ter que se acertar lá para facilitar a nossa vida”, afirmou Lula em encontro com jornalistas, que teve transmissão pelas redes sociais.

Flávio Dino ainda não se manifestou sobre a declaração do petista.

A fala do ex-presidente, que sequer citou o nome de Carlos Brandão e indicou que ele próprio e o PT estão fechados com Weverton, revela que, mesmo que deixe o PSDB e migre para o PSB como vem sendo discutido nos bastidores, dificilmente o ungido de Dino conseguiria algum apoio petista.

A possível ida do vice-governador para o PSB é articulada por Flávio Dino há mais de dois meses, mas sem avanços justamente pela incerteza de que o movimento garantiria aproximação com o PT e o ex-presidente da República.

A eventual saída do PSDB poderia ainda fazer Carlos Brandão perder o comando do partido no estado para a senadora Eliziane Gama, que apoia Weverton, ou para o senador Roberto Rocha, ainda indefinido sobre o pleito, além do Cidadania, também para Gama.

Ao evidenciar publicamente, pela primeira vez, que defende o mandatário do Maranhão na disputa pelo Senado, mas que ele está atrapalhando a formação de uma aliança com o PT por não estar com Weverton Rocha no mesmo palanque estadual, Lula também rebaixa Flávio Dino com a cobrança.

O prazo criado pelo próprio chefe do Executivo para resolver o problema termina no fim do mês, dia 31 de janeiro, data em que marcou nova reunião com a base aliada para definir a formação de uma única chapa majoritária pelo grupo.

No tempo das duas alas e a responsabilidade do eleitor araiosense

Se Araioses tivesse deputados que defendessem seus interesses a MA-312, a Estrada do Caranguejo, que liga a cidade ao povoado Carnaubeiras, já tinha sido concluída

Como o tempo parece correr muitos pré-candidatos a deputado estadual e federal na eleição de outubro, já estão correndo para montar suas estruturas de campanha nos municípios maranhenses.

Aqui em Araioses – a essa altura do campeonato – a maioria das médias e pequenas lideranças políticas já estão comprometidas, embora mudar de posição nessa atividade não seja novidade, muito pelo contrário.

Mas nada me custa externar um alerta na escolha dos candidatos aos cargos acima citados, pois nosso município depende muito de deputados estaduais e federais para engatar uma marcha na direção de seu desenvolvimento.

Entendo que toda a pessoa que exerça um mínimo de liderança política numa comunidade tem o direito de fazer suas escolhas, desde que essas não representem apenas interesse pessoal, que passa por embolsar uns trocados de candidatos, que certamente não serão poucos, porém entendo que alguns critérios ou regras devem ser observados.

Primeiramente devemos analisar se o candidato busca uma reeleição – e sim assim for o caso – procurar saber o que ele já fez por Araioses. Esse fazer não é executar, pois essa não é a função de quem exerce cargo legislativo e sim, se ele durante o exercício do mandato lembrou-se de colocar Araioses na hora de elaborar suas emendas no orçamento do Estado (deputado estadual) ou da União (deputado federal). Caso tenha sido omisso nesse quesito, deve ser esquecido pelo eleitor araiosense.

Se o candidato em questão pretende o primeiro mandato, tanto a liderança como o eleitor araiosense devem procurar saber se ele já exerce função pública, por exemplo, uma secretaria de Estado e nessa pasta lembrou de que Araioses existe. Fora desses tem os francos atiradores que não tem nada a perder.

Nesse raciocínio fica mais fácil identificar os fazem da política uma profissão e que há anos detém mandatos dados pelo povo e que pouco ou nada fizeram por ele.

Não será difícil identificar quem há anos se elege com ajuda de votos do eleitor araiosense, mas depois de eleito nossa cidade e nosso povo é esquecido.

Nesse meio, por exemplo, tem quem há anos faz coleção de manados, um deles inclusive prometeu na campanha passada um milhão de reais em emendas para Araioses, promessa essa que não foi cumprida, mas tá de volta turbinado por um grupo de lideranças locais que se intitulam a nata do araiosense.

Tempos atrás não existiam tantas candidaturas porque a política araiosense era dominada apenas por duas alas. Uma liderada pelos Freitas que mais tarde foram substituídos pelo já falecido ex-prefeito José Cardoso do Nascimento (Zé Tude) e a outra comandada pelos saudosos líderes políticos Sebastião Furtado, Leônidas Quaresma e Padre Flávio.

Os tempos se foram, os cabritos pularam as cercas e hoje não se pode deixar de reconhecer a liderança de quem está no comando de nossa prefeitura – com exceção de Pedro Henrique que sempre foi um fracasso – que sempre consegue dar a maior votação para seus candidatos, sendo o restante dos votos pulverizados na contabilidade dezenas de candidatos.

Sem as duas alas, só o eleitor araiosense pode dar um freio nessa pandemia de candidatos.

Afinal, para seguir em frente na busca de seu desenvolvimento Araioses não precisa de tantos deputados. Basta um ou dois em cada área, desde que estejam dispostos a alavancar recursos para as obras de infraestrutura, turismo, saúde e esporte entre outras para o município.

Exemplos que estão dando certo existem – é só dá uma olhada para a vizinhança…

“Quero que me tratem com o respeito que o Brasil merece”, diz Lula em recado aos EUA

Lula (Foto: Reuters | Reprodução/Youtube)

Brasil 247 – O ex-presidente Lula (PT), favorito para vencer a eleição presidencial deste ano, afirmou nesta quarta-feira (19) em entrevista coletiva à mídia independente em um hotel de São Paulo que exigirá respeito dos Estados Unidos caso volte ao poder e ainda fará com que o país respeite o direito dos brasileiros de crescerem.

“Como é que eu vou tratar os Estados Unidos? Trato com o respeito que eu acho que eles merecem, mas quero que me tratem com o respeito que o Brasil merece. Eles têm que compreender que o Brasil é o país mais importante da América Latina, o maior em população, o maior economicamente e o Brasil tem interesse em crescer junto com todos os países da América Latina e da América do Sul. E o Brasil pode ser um grande protagonista”, afirmou.

“O que os Estados Unidos precisam aprender é que o Brasil não é serviçal deles. O Brasil é um país soberano, que define sua política externa. Da mesma forma que o Brasil respeita a política externa dos Estados Unidos, queremos que eles respeitem a política externa do Brasil. É só isso. Não somos quintal de ninguém. Isto vale para os Estados Unidos, para a China, para a Índia e para a Rússia. Respeito é bom, a gente gosta de dar e gosta de receber. É isso que posso falar para os Estados Unidos”, finalizou.

Cúpula da Igreja Universal avalia que Bolsonaro prefere filhos ao povo

Família Bolsonaro-Instagram/Reprodução

Por Guilherme Amado

Metrópoles – Há uma crescente insatisfação na cúpula da Igreja Universal em relação ao governo Jair Bolsonaro. A avaliação de Edir Macedo e dos principais pastores é que Bolsonaro é “mais preocupado com os filhos do que o povo” – nas palavras de um integrante da cúpula da igreja.

Na visão da Universal, Bolsonaro é um líder frágil, que ignora o sofrimento do povo em nome de defender os filhos. A explosão do desemprego, o crescimento da miséria, a volta da fome com força, a insensibilidade com as mortes causadas pela Covid, tudo isso contrastaria com o empenho do presidente para defender seus quatro filhos que são alvo de investigações – Flávio, Eduardo, Carlos e Jair Renan Bolsonaro.

A Igreja Universal tem sido uma das denominações mais próximas do presidente, tendo apoiado Bolsonaro nos templos e na programação da TV Record, também de propriedade de Macedo.

Polícia apreende mais de meio milhão de reais na BR-316, no Maranhão

Polícia apreende mais de meio milhão de reais na BR-316, no Maranhão — Foto: Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal

Por g1 MA

Na manhã dessa terça-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de meio milhão de reais em um veículo na BR-316, no município de Peritoró, a 236 km de São Luís.

Segundo informações da PRF, a apreensão aconteceu por volta das 11h30 no km 423 da rodovia federal, durante uma fiscalização de rotina.

A PRF abordou um veículo com duas pessoas, que demostraram nervosismo e falas descontextualizadas durante a abordagem policial, indicando que poderiam estar transportando algo ilícito. A equipe então, realizou busca pessoal e veicular, encontrando no interior do carro a quantia em espécie de R$ 575.860.

A quantia foi encontrada pelos agentes em sacos e mochilas no banco traseiro e no console central do veículo.

Os dois homens que estavam no carro disseram aos policiais que eram proprietários do dinheiro, mas não souberam informar a origem da quantia, relatando várias versões diferentes.

Diante dos fatos, os suspeitos foram encaminhados para a Polícia Federal de Caxias para mais investigações.

Homem é preso suspeito de estuprar mulher em residência

O preso foi encaminhado ao sistema penitenciário, permanecendo à disposição da Justiça. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O Imparcial, com informações da Polícia Civil

Nessa terça-feira (18), um mandado de prisão temporária foi cumprido pela Polícia Civil do Maranhão, contra um homem investigado pelo crime de estupro no município de Penalva.

De acordo com a Delegacia de Polícia da cidade, o suspeito, teria no dia 12 de setembro de 2021, praticado o crime no interior da residência da vítima, que junto com seu marido, ofereceram hospedagem ao homem por se tratar de um amigo do casal.

Na ocasião, o esposo da vítima surpreendeu o suspeito durante a prática criminosa, mas ele logo fugiu do local. Após os procedimentos legais do mandado de prisão serem cumpridos, o preso foi encaminhado ao sistema penitenciário, permanecendo à disposição da Justiça.

Pavimentação das ruas do Conjunto João Machado poderá ser incompleta

Em fase de acabamento as obras da Praça João Machado

A obra de execução, conservação e manutenção do Conjunto João Machado que passa pavimentação de ruas e construção da praça da localidade de responsabilidade da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão pode ter seus serviços incompletos.

Segundo o vereador Luís Fernando Marão Felix, o Luisão – presidente da Câmara de Vereadores de Araioses – os serviços são para contemplar todas as ruas do conjunto que ainda não tem pavimentação.

Porém, o encarregado da obra tem dito o contrário, que sendo verdade algumas ruas do conjunto vão continuar como estão.

Há quatro anos teve início a pavimentação com bloquetes sextavados. Os moradores se queixam do serviço pois quando chove entra água nas casas 

Sobre esse assunto Luisão se encontra em São Luís, onde pretende conversar com o deputado Marcio Jerry – que é o titular da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão.

Outra pendência que também precisa ser resolvida diz respeito a uma das ruas que dá acesso ao conjunto, pois um ex-candidato a prefeito de Araioses diz que o terreno é dele, o que fica difícil de entender como tal situação ocorreu, pois no mapa original do conjunto a rua está projetada e não poderia ser ocupada.

Há quatro anos essas obras de pavimentação tiveram início com sextavados de cimento, porém poucas ruas foram pavimentadas.

Coisas que só ocorrem em Araioses, infelizmente.

Agora, com boloquetes retangulares, o serviço está sendo feito de acordo com as normas da engenharia civil

Lula não tem dono, senhores

Por Fernando Brito, editor do TIJOLAÇO

À esquerda e à direita, há montes de gente querendo dizer a Lula como ele deve fazer sua política de alianças e sua gestão da economia.

Alguns petistas aproveitam o espaço fácil dos jornais para manifestar sua objeção a que o ex-presidente tenha em sua chapa o ex-tucano Geraldo Alckmin, “apenas” quatro vezes governador de São Paulo.

Do outro lado, em O Globo, o banqueiro Ricardo Lacerda, dono do banco BR Partners, escolhe com quem Lula não pode falar: Gleisi Hoffman, Guido Mantega, Aloizio Mercadante e Dilma Rousseff.

Lula deve dar risadas deste tipo de declaração.

Primeiro, porque é absolutamente estúpido achar que, depois dos mais de 40 anos de trajetória como líder político, alguém tenha a pretensão de pretender dizer ao ex-presidente com quem deve conversar, até porque salvo um ou outro que o estômago tem o direito de vetar, um homem de Estado tem, como regra, de conversar com todos e com todos ter certa reserva.

Conversar sempre, ouvir muito, mas terceirizar decisões e ideias, nunca.

Segundo, porque aos 76 anos, dois mandatos e uma prisão de 580 dias, Lula não tem mais apego a miudezas da política nem a deslumbres de poder.

Já pisou em todos os tapetes e viu todos os lustres, aqui e lá fora e mais que ninguém sabe que são transitórias as glórias do mundo.

Sabe perfeitamente que, neste momento, tem duas obrigações; conquistar votos para ser presidente e apoio (quando impossível, neutralidade) para poder, de fato, governar.

O resto é firula e vontade de aparecer. Lula não terá um “Posto Ipiranga” nem um “teórico de esquerda” como seu Ministro da Economia, terá um nome que lhe garanta um período de bonança política no setor, para que possa dedicar os primeiros meses do governo a uma reversão do quadro de crise em que a economia está mergulhada.

No front político, não vai adotar “purismos” e Alckmin não será o único da centro-direita que levará para o governo. Ele espera, sim, ter uma bancada de partidos de centro-esquerda poderosa, perto de 200 deputados, mas sabe que isso é pouco para não ficar refém do Congresso.

Lula tem dito para quem quiser ouvir – embora poucos entendam que ele está tocando no que é mais importante – que só quer ser candidato e vencer se puder fazer um governo de mudanças.

Quem precisa “indicar” coordenadores e porta-vozes para impressionar é candidato sem luz própria, como tem Lula.

Quem quiser não ser ouvido por ele que fique fazendo, seja para que lado for, vetos a pessoas, sejam do “mercado”, sejam os “ideológicos”.

Weverton Rocha no Bom Dia Mirante confirma que será candidato ao Governo do Maranhão

Foto: Reprodução TV Mirante

O senador Weverton (PDT), pré-candidato ao Governo do Maranhão – deu hoje (18) uma entrevista na coluna Bastidores do programa Bom Dia Mirante, onde comentou suas ações em favor das famílias desabrigadas pelas fortes chuvas no estado.

Weverton também comentou sobre a reunião que deve ocorrer no final deste mês, em que o grupo político de Flávio Dino se definirá sobre quem será o candidato à sucessão do governador.

Sobre esse tema o senador deixou bem claro que não irá abrir mão de sua candidatura, caso não seja o escolhido do grupo.

Ele disse também que quer debater uma agenda de desenvolvimento para o estado, que proporcione a geração de empregos para a juventude e para as pessoas que querem ver o Maranhão crescendo.

Em determinado momento Wevertor Rocha falou do potencial turístico do estado – citando inclusive o nosso Delta das Américas – que não está sendo desenvolvido.

Pessoalmente, não sei em quem votarei para governador do Maranhão, já que em quem eu pretendia – o secretário Felipe Camarão desistiu do projeto majoritário, para disputar um mandato de deputado federal.

Embora pretenda votar em Flávio Dino para o Senado federal, não posso deixar de manifestar aqui meu desapontamento pelo fato dele – em sete anos – não ter concluído as obras de asfaltamento da MA-312, que liga Araioses ao povoado Carnaubeiras.

Uma lástima e vai sair do governo nos devendo.

Gleisi rebate ataques de Ciro Nogueira ao PT: “faz de tudo para não discutir a situação do Brasil”

Gleisi Hoffmann e Ciro Nogueira (Foto: Gustavo Bezerra/PT | Marcos Corrêa/PR)

Brasil 247 – Presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PR) usou o Twitter nesta terça-feira (18) para rebater os ataques do ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro (PL), Ciro Nogueira (PP-PI), contra o partido. Para a parlamentar, tudo não passa de cortina de fumaça para esconder o desastre que é o atual governo.

“Ciro Nogueira, porta-voz de Bolsonaro, faz de tudo para não discutir a situação do Brasil: desemprego, queimadas, isolamento internacional, inflação, carestia, sonegação de vacinas, 620 mil mortes. O Brasil não esquecerá”, escreveu.

A deputada ainda provocou: “quer discutir o PT, Ciro Nogueira? 20 milhões de empregos, aumento real de salário, Minha Casa Minha Vida, Prouni, cotas, mais crescimento e menos desigualdade, respeito internacional. O Brasil não esquece”.

“Quer falar de escândalos, Ciro Nogueira? Comece pelo orçamento secreto que você comanda. Quer falar de combate aos desvios? Criação da CGU, Portal da Transparência, Lei de Acesso à Informação, legado do PT”, continuou.

Gleisi afirmou que serão frustradas as tentativas de Bolsonaro e companhia de desviar o foco do real debate a ser feito no Brasil durante as eleições deste ano. “Não adianta mudar de assunto: nesta eleição o povo brasileiro vai escolher entre um modelo que melhorou o país e a vida das pessoas e o modelo que atrasou o país, trouxe morte e pobreza para o povo. Será um debate pra quem não tem medo da verdade”.