O homem das estradas fantasmas perdeu uma ótima oportunidade de ficar com a boca fechada

Ele tornou público o resultado de uma suposta pesquisa, que ele mesmo diz que não foi registrada e isso é crime.

Essa eu vi no Maranhão. Uma ponte que não atravessa nada. Que liga nada a lugar nenhum. Publicado em 29 de fevereiro de 2012 Foto: Ricardo Leão Dias

Chegou ao meu conhecimento um áudio com duração de 32 minutos da fala de Márcio Machado – da Segov do Brandão, na Rádio Santa Rosa FM, provavelmente ocorrida no último domingo, dia 16.

Ela começa dizendo que por ter só uma boca e dois ouvidos deve escutar mais e falar menos – esse termo já usei muito – e ele deve está me copiando, porém não está praticando, pois foram mais de meia hora que ele e o primo deram um show do que não se deve falar em lugar e muito menos numa rádio, que tem a licença para funcionar como comunitária, mas que no caso – a Santa Rosa – funciona com perfil de rádio comercial de propriedade da família Machado.

Também o homem das estradas fantasmas não fala a verdade quando diz que Manin Leal será conselheiro da filha, caso essa se eleja prefeita de Araioses. Todo mundo sabe que se uma desgraça dessas ocorresse ele (Manin) mandaria em tudo e jamais aceitaria   os “subsídios”, que ele Márcio já oferece e menos aceitaria qualquer participação de Jacira Pires no governo ou seria melhor dizer desgoverno, como foi de 1º de janeiro de 2013 a 31de dezembro de 2016, quando transformaram Araioses numa território de família e de destaque em escândalos nacionais.

Ele esquece o escândalo das estradas fantasmas para apontar o dedo sujo na direção de Neto Carvalho e Luciana Trinta por suposto impedimento legal, que os impediria de disputar o mandato na eleição do dia 6 de outubro.

Fala também que Roseana Sarney iniciou a construção MA-312 – a Estada do Caranguejo, que liga Araioses ao povoado Carnaubeiras, o que não é verdade. A obra foi licitada sim, no governo dela, mas quem executou a obra foi o ex-governador e hoje ministro do STF Flávio Dino.

Ele ao falar das ações do governo do estado em Araioses não diz que essas foram realizadas no governo Flávio Dino, para dar a entender que ocorreram no governo de Brandão que no caso deve o mandato a seu antecessor, hoje ministro do STF. E que tudo que Brandão faz em Araioses é a pedido dele. Pode isso Arnaldo?

Sobre rejeição

Na última eleição Luciana teve, segundo ele, apenas 32,37% dos votos e que o restante (67,63%) foi conta ela. Sim isso é fato, mas porque MM não disse que Valéria ao ter apenas 31,30% dos votos daquela eleição (68,67%), o restante dos araiosenses também votou contra ela?

MM também mostrou ser ruim de matemática ou então não entender o termo “capote” em uma competição, que significa dizer que alguém venceu o adversário com pelo menos 50% mais 1 do que estava em jogo.

No caso da eleição de 2012 – que MM se refere – Valéria Manin Leal teve 55,22% dos votos e Luciana Trinta 34,56% dos votos. Para ser capote em Luciana, a votação da filha do Manin teria que ter sido de 70% dos votos. Bom seria ter ficado de boca calada e pulado essa parte.

O homem das estradas fantasmas também omitiu que o candidato dele na eleição de 2012 era Haroldo do Zé Tude, que teve apenas 981 votos, 4,58% do eleitorado araiosense.

Pesquisas

Mas o show do que não se deve falar em lugar nenhum ocorreu quando MM fala de uma suposta pesquisa, que a ele chegou o conhecimento dos números.

Imaginem que ele descaradamente diz que na pesquisa espontânea – naquela que se pergunta em que você vai votar sem especificar os nomes – a Valéria Manin Leal está com 23,7% das intenções de votos, Luciana 7,2%, Neto Carvalho 3,2% e ele Marcio Machado 2,8%. Lógico que se fosse verdade, na margem de erro ele poderia está na frente de Neto, o que ele fez questão deixar bem claro.

Na estimulada – naquela que se mostram os nomes e pergunta em que você vai votar – Valéria teria 44,6% dos votos, Luciana Trinta 15,9%; e Neto Carvalho 9,2%.

MM diz também que em determinadas localidades ele e Jacira Pires estão absolutos. Insinua também que o apoio do PT a Neto Carvalho pode melar.

O maldoso MM está querendo fazer uso do posicionamento de Neto na eleição de 2022. Falou de crítica de Neto (nunca ouvi falar) a Lula e omite que disse não apoiar Valéria em 2012 por não ser corrupto.

Ainda sobre pesquisa ele diz que tem povoado – que só deve existir na imaginação dele – Valéria teve 5,0% das intenções de votos, Luciana Trinta 2,6% e Neto Carvalho não pontua e ele Marcio (pasmem!) aparece com 33,6% e Jacira com 25,0%.

Em outro misterioso povoado, Valéria tem 8,3%, Luciana aparece com 2,6% e mais uma vez Neto não pontua. Ele Márcio, tem extraordinários 33,3% das intenções de voto e Jacira não sei por que não pontua.

O sabichão MM que diz saber de tudo, não soube dizer o dia da eleição, que é 6 de outubro. Só acertou a data quando alguém “soprou”.

Que dificilmente o panorama vai mudar, porque em que pese Luciana está fazendo de tudo para trazer o povo pra ela à questão judicial vai pegar e que Neto apesar do grupo grande não avançará porque nunca fez nada por Araioses, em mais um aprova de que é um descarado mentiroso ou nada conhece de Araioses.

Diz-se muito religioso, mas ignora o segundo mandamento das leis de Deus apresentadas por Moisés que diz: “Não tomar o Seu santo Nome em vão”.

Que o homem das estradas fantasmas não tenha pressa.

Dia 6 de outubro o araiosense vai mostrar os números verdadeiros da pesquisa.

Importa dizer

Os responsáveis pela divulgação de pesquisa sem o prévio registro na Justiça Eleitoral estão sujeitos à aplicação de multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00 (Lei nº 9.504/1997, arts. 33, § 3º, e 105, § 2º). A divulgação de pesquisa fraudulenta (falsa) constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa.

Lula diz que vai sancionar projeto que libera cassinos e jogos de azar

Exploração dos jogos é proibida no Brasil desde 1946

(Foto: Reprodução/Canal Gov)

Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta sexta-feira (21), que deve sancionar o projeto de lei que propõe a legalização de cassinos e jogos de azar, como bingo e jogo do bicho, no Brasil. Para Lula, entretanto, não é isso “que vai salvar o país” em termos de receitas e geração de empregos.

Em entrevista à Rádio Meio Norte, em Teresina, no Piauí, o presidente disse que, se o texto for aprovado no Congresso, com acordo entre os partidos políticos, “não tem porque não sancionar”. Lula cumpre agenda de trabalho hoje na capital piauiense.

Na última quarta-feira (19), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, por 14 a 12 votos, relatório sobre o Projeto de Lei 2.234/2022, que veio da Câmara dos Deputados, onde foi aprovado, e tramita no Senado desde 2022. O tema agora deve ser remetido ao plenário da Casa.

A proposta prevê a permissão para a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer, como hotéis de alto padrão (com pelo menos 100 quartos), restaurantes, bares e locais para reuniões e eventos culturais. O texto propõe ainda a possível emissão de uma licença para um cassino em cada estado e no Distrito Federal. Alguns estados teriam exceção, como São Paulo, que poderia ter até três cassinos, e Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará, com até dois cada um, sob a justificativa do tamanho da população ou do território.

A exploração de jogos de azar no Brasil é proibida desde 1946. Parlamentares contrários ao projeto argumentam sobre o aumento do vício em jogos e a criação de um ambiente favorável à prostituição, ao consumo de drogas e máfia.

O presidente Lula disse que não joga, não é favorável a jogos, mas também não acha que é um crime.

“Houve um tempo em que esse discurso sobre jogos de azar tinha alguma verdade. De todos os jogos que acontecem, eu sempre achei que o jogo do bicho era o jogo que mais distribuía a dinheiro, porque o cara ganha R$ 50, R$ 40, R$ 30. Isso é considerado contravenção, é proibido. Jogar baralho, jogar poker, apostar dinheiro é proibido, fazer cassino é proibido. Mas é jogatina que você tem hoje na televisão, no esporte? Criança com celular na mão, fazendo aposta o dia inteiro. Quem é que segura isso?”, questionou.

“Eu não acredito no discurso de que ‘se tiver cassino o pobre vai gastar tudo que tem’. O pobre não vai no cassino, o pobre vai trabalhar no cassino, ele pode até ver a sua cidade se desenvolver, mas ele não vai porque o cassino é uma coisa pra gente que tem dinheiro”, acrescentou o presidente.

Já quem é a favor do projeto argumenta sobre os ganhos econômicos, geração de emprego e o desenvolvimento turístico das regiões com a presença dos cassinos, além do aumento da arrecadação de impostos para o governo. Apesar de concordar com esses benefícios, para Lula, “não é isso que vai resolver o problema do Brasil”.

“Essa promessa fácil de que vai gerar dois milhões de empregos, de que vai desenvolver não é verdade também. O meu jogo é fazer a economia brasileira voltar a crescer, o meu jogo é fazer muito investimento no ensino profissional, técnico, nas universidades e no ensino fundamental. Meu jogo é fortalecer a escola de tempo integral do Brasil inteiro, é gerar emprego, aumentar salário, distribuir renda porque é isso que deixa o povo feliz. É esse jogo que o povo tem que apostar e é esse jogo que o povo vai ganhar”, ressaltou.

Leilão de arroz

Durante a entrevista, o presidente também comentou sobre a oferta de arroz no país e afirmou que os leilões para a importação de 1 milhão de toneladas do grão estão mantidos. Para ele, a “decisão drástica” sobre importar o produto se deu em função da alta do preço ao consumidor final.

“O cara me mostrou um pacote de arroz de 5 quilos [kg] a R$ 36 reais, a R$ 33. Eu falei ‘não é possível’, o povo não pode pagar R$ 36 num pacote de 5 kg, esse arroz está caro, aí tomei a decisão de importar. Depois tivemos a anulação do leilão porque houve uma falcatrua em uma a empresa”, contou.

O governo federal decidiu anular o leilão realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no dia 6 de maio e cancelou a compra das 263,3 mil toneladas de arroz que seriam importadas para o país, em razão de “fragilidades” no edital do certame. As empresas participam do leilão representadas por corretoras em bolsas de Mercadorias e Cereais e só são conhecidas ao final.

Novo edital será publicado, com mudanças nos mecanismos de transparência e segurança jurídica, mas ainda não há data para o novo leilão.

“Mas por que eu vou importar? Porque o arroz, ele tem que chegar na mesa do povo [no máximo] a R$ 20 um pacote de 5 kg, que compre R$ 4 um quilo de arroz, mas não dá para ser a um preço exorbitante”, disse, reafirmando ainda a intenção do governo em expandir a área produtiva de arroz do país. “Vamos financiar, vamos oferecer o direito do cara plantar e a gente vai dar uma garantia de preço para que as pessoas não tenham prejuízo.”

O objetivo da importação do arroz é garantir o abastecimento e estabilizar os preços do produto no mercado interno, que tiveram uma alta média de 14%, chegando em alguns lugares a 100%, após as inundações no Rio Grande do Sul em abril e maio deste ano.

O estado é responsável por cerca de 70% do arroz consumido no país. A produção local foi atingida tanto na lavoura como em armazéns, além de ter a distribuição afetada por questões logísticas no estado.

Mulher é presa em flagrante por manter filho com autismo preso em quintal, em São Luís

Vídeos feitos por populares mostram vizinhos intervindo pela criança, trancada do lado de fora de residência no Bairro de Fátima

Segundo a Polícia Civil, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente vai investigar o caso. Créditos – Reprodução

Por O Imparcial

Uma mulher foi autuada em flagrante na noite desta quarta-feira (19) no Bairro de Fátima, em São Luís. Ela foi presa por abandono de incapaz e submeter o filho a situação vexatória: a criança — com o Transtorno do Espectro Autista (TEA) — era mantida presa no quintal de casa.

Vizinhos da residência chamara a polícia quando ouviram a criança gritando para que uma porta fosse aberta. Eles relataram que a criança passou o dia no local com fome, até ser resgatada.

Divulgado nas redes sociais, um vídeo feito por populares confusão na residência da mulher autuada, bem como a criança trancada do lado de fora da casa. (Mais após a imagem)

Vizinhos adentram casa onde criança era mantida trancafiada no Bairro de Fátima. Créditos – Redes sociais/Reprodução

Em nota divulgada à imprensa, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente cuidará do caso. A PC-MA detalhou que a mãe foi presa por abandono de incapaz e submissão de menor de idade ao vexame — crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) informa que o caso foi registrado na noite da última quarta-feira (19), no Plantão Central do Itaqui-Bacanga. A mãe da criança foi autuada em flagrante pelos crimes de abandono e por submeter um menor de idade ao vexame, crimes descritos no Artigo 232 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) e artigo 133 do CPB. A PC-MA informa, ainda, que o caso segue sob os cuidados da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

O escritório de advocacia Carlos Sergio Barros está de ‘Cara Nova’

O escritório jurídico Carlos Sergio Barros advogados, após obras de ampliação e readequação, está de “cara nova”. Figurando há mais de duas décadas entre os mais destacados escritórios de advocacia do estado especializado em direito municipalista e eleitoral, com o incremento de clientela e o aumento de ações, viu a necessidade de se readequar. As obras de reforma e ampliação foram concluídas recentemente.

“Nosso espaço estava ficando pequeno, mas também sentíamos a necessidade e uma atualização arquitetônica. Chamamos a arquiteta Elayne Macêdo, amiga e parceira desde a construção do prédio original, e o resultado ficou excelente”, festejou Carlos Sergio.

Foram meses de planejamento e execução, que exigiu uma logística altamente profissional, capaz de conciliar o funcionamento do escritório e, ao mesmo tempo, a execução das obras, que mudaram radicalmente a construção.
“Nosso espaço físico ‘deu uma virada’. Melhorou muito, está mais confortável e espaçoso, e nossa equipe está feliz com essa conquista. Mas também representa uma melhoria na relação com nossa clientela, que passou a ter mais conforto. E aproveito para agradecer a confiança mútua que permeia nossa relação com os clientes. O sucesso das gestões que assessoramos e as vitórias de nossos clientes, sejam jurídicas ou eleitorais, é o nosso maior sucesso”, afirmou o advogado.
Carlos Sergio Barros detêm um vasto currículo profissional e acadêmico. Além dos vários cursos de pós-graduação em diversas áreas do Direito, o advogado recebeu recentemente o título de Mestre em Direito Constitucional ao concluir o curso de mestrado acadêmico pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa – IDP, de Brasília/DF.

A “reinauguração” da sede do escritório marca um novo momento na carreira do advogado Carlos Sergio Barros e de sua equipe de competentes juristas, que combina jovens advogados e advogadas com seu núcleo maduro e mais experiente.

Pastor de Minas Gerais afirma que mulheres devem fazer sexo com maridos mesmo sem vontade: “Deus quem mandou a senhora dar”

Declarações polêmicas de Adelino de Carvalho na Igreja do Reino dos Céus geraram indignação nas redes sociais

Durante pregação, pastor Adelino de Carvalho, líder da Igreja do Reino dos Céus, diz que mulheres devem fazer sexo com maridos mesmo sem vontade                   (Foto: Reprodução/Instagram)

Brasil 247 – Um vídeo gravado na Igreja do Reino dos Céus, em Minas Gerais, mostra o pastor Adelino de Carvalho afirmando que as mulheres devem fazer sexo com seus maridos, mesmo sem vontade, para evitar que eles busquem outras mulheres fora do casamento. A declaração, feita durante uma pregação, causou grande repercussão e indignação nas redes sociais, destaca reportagem do jornal O Globo.

“É igual aquela mulher que o marido faz tudo por ela. Chega à noite, ele quer um carinho, e a infeliz fala que está com dor de cabeça sem estar. A senhora está pecando, irmã. Se o seu marido é um homem bom para a senhora, à noite a senhora tem que dar para ele”, declarou Adelino. Ele ainda complementou: “E não fica com vergonha, não, porque foi Deus quem mandou a senhora dar para o seu marido. Dar o que estou falando não é dar café, não é pão, não. Preciso que eu seja mais explícito?”

Adelino de Carvalho, que se intitula apóstolo e é líder da Igreja do Reino dos Céus, justificou suas afirmações dizendo que o sexo é necessário para que os maridos não procurem “vagabundas” na rua, culpando as esposas por casos extraconjugais. “A senhora tem que dar para o seu marido não é o necessário, é até sobrando. Para que ele não procure uma vagabunda na rua, e o pecado seja da senhora. Porque se ele procurou uma vagabunda na rua, ele descobriu porque caiu no lastro do diabo e se tornou sem vergonha e se ele se tornou sem vergonha é porque a senhora o induziu ao erro”, completou.

O pastor ainda fez uma provocação às mulheres que não gostam de sexo, sugerindo que estas não deveriam ter se casado. O vídeo foi publicado no perfil oficial do religioso há duas semanas e, devido à repercussão, foi compartilhado novamente por ele nos stories na última terça-feira, com a legenda: “Deus criou o sexo para o casamento.”

Ex-funcionário dos Correios é condenado por desviar recursos de agência no interior do MA

O réu terá que ressarcir prejuízos, pagar multa equivalente, perder cargo público e ficar com direitos políticos suspensos por 5 anos.

(Foto: reprodução)

Por O Imparcial

O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu a condenação na Justiça Federal de um ex-funcionário dos Correios por improbidade administrativa, pelo desvio e apropriação de verbas federais da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). O réu foi acusado de causar prejuízos ao erário e de enriquecimento ilícito, utilizando recursos de clientes do banco postal de Itaipava do Grajaú para pagar dívidas pessoais e construir um imóvel.

O documento revelou uma série de ilícitos financeiros cometidos pelo ex-funcionário, que ocupava o cargo de atendente comercial I e gerente da agência de Itaipava do Grajaú, entre 2005 e 2006. Durante o período, ele apropriou-se de valores pertencentes à ECT e aos clientes do banco postal, resultando em um prejuízo de cerca de R$169,8 mil.

Na sentença da 5ª Vara Federal Cível, o réu foi condenado a ressarcir a ECT em um total de R$ 169.847,60, corrigidos monetariamente e com juros de mora. Foi condenado também a perder qualquer função ou cargo público que ocupava e teve seus direitos políticos suspensos pelo prazo de cinco anos, além de ter que pagar multa civil equivalente ao dano patrimonial causado à ECT.

Entenda o caso

Durante a investigação, o MPF descobriu que o réu usava diversos métodos fraudulentos para se apropriar dos recursos, como a emissão de cheques avulsos sem o conhecimento dos clientes, falsificação de assinaturas, retenção de valores destinados a depósitos e saques não autorizados. Ele confessou ter utilizado esses valores para fins pessoais e de terceiros, incluindo a construção de um imóvel e a prática de agiotagem.

A defesa do réu foi realizada pela Defensoria Pública da União (DPU), que alegou prescrição intercorrente. No entanto, a Justiça entendeu que os atos de improbidade administrativa cometidos, que importaram em enriquecimento ilícito e prejuízo ao erário, estavam devidamente comprovados, condenando o réu. Ainda cabe recurso da decisão. O acusado ainda responde a ação penal pelos mesmos fatos, que pode resultar em condenação criminal.

“A condenação reforça nosso compromisso em combater a corrupção e a improbidade administrativa, garantindo a responsabilização de agentes públicos que desviam recursos federais para benefício próprio, prejudicando o patrimônio público e a confiança da sociedade nas instituições”, concluiu a procuradora da República Carolina da Hora Mesquita Höhn, responsável pela ação.

Neto Carvalho consolida liderança na região dos Baixões

Nesta quarta-feira (19/6), o empresário Neto Carvalho, pré-candidato a prefeito de Araioses na eleição de 6 de outubro, foi recebido por moradores na região dos Baixões, zona rural de Araioses.

Pela forma calorosa com a qual Neto tem sido recebido em todos os Baixões, a certeza de que sua liderança naquela região está consolidada não há mais dúvidas.

A cada visita o sentimento de emoção, de esperança e felicidade que emana daquele povo é contagiante.

Ontem, Neto Carvalho destacou sua história de vida e como gestor para aquela gente.

“Fico feliz em ser bem recebido em cada lar araiosense, pois assim nossa luta fica cada vez mais forte com todo esse apoio popular que estamos recebendo diariamente. Aqui nos Baixões foi mais um dia intenso de diálogo e agradeço a cada família que tem contribuído com nosso plano de desenvolvimento para Araioses”, destacou Neto Carvalho.

Com determinação e foco, Neto Carvalho segue a passos largos em sua pré-candidatura, sendo recebido por populares e dialogando e ouvindo ideias para o desenvolvimento de Araioses.

Durante as visitas Neto Carvalho estava acompanhado do Dr. Rafael Carvalho – presidente do PDT, de Castelo – presidente do AVANTE, dos pré-candidatos a vereador Wilson Miranda e Alan da Funerária, além de apoiadores.

Zé Vando afirma: Neto Carvalho cumpre o que promete

No programa Ponto de Vista desta terça-feira (18), o entrevistado foi Zé Vando, pré-candidato a vereador pelo PP na eleição de 6 de outubro.

Morador no Baixão das Porteiras – zona rural de Araioses, Zé Vando mostrou ser um profundo conhecedor dos procedimentos da agricultura familiar e dos serviços associativos, práticas que já exerce há bastante tempo.

Mas o que chamou a atenção das palavras do pré-candidato foi seu depoimento sobre a primeira administração do empresário Neto Carvalho, pré-candidato a prefeito de Araioses quando foi prefeito de Magalhães de Almeida pela primeira vez.

Zé Vando disse que na campanha Neto prometeu derrubar os casebres do povoado Lagoa do Bacuri e construir novos se fosse eleito.

Nos primeiros dois anos do mandato Neto cumpriu a promessa construindo casas de alvenaria cobertas de telhas para aqueles moradores.

Momentos antes do Ponto de Vista ir ao ar

Nos dois anos seguintes Neto Carvalho foi além e mandou funcionários da prefeitura cadastrar todas as pessoas que não tinham casa própria e moravam com familiares para resolver o problema deles de moradia.

Feito isso Neto construiu em uma área de dois loteamentos casas de alvenaria e entregou na chave a essas famílias.

Fica muito fácil entender o motivo porque Neto Nunca perdeu uma política na sua região.

Ele é cumpridor de seus compromisso.

Aqui em Araioses, alguém fez algo parecido?

O programa Ponto de Vista que é apresentado por Nelito Lima e Daby Santos e vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 18 às 19 horas, pela Super Vale FM 94,7 MHZ

Bancário preso suspeito de roubar R$ 190 mil de um lavrador levava vida de luxo

Sujeito gastou R$ 1,8 mil da vítima em apenas um dia em lojas de marcas famosas e restaurantes caros

Suspeito compra relógio com dinheiro da vítima.
Créditos: Reprodução de vídeo

Por Por Julinho Bittencourt

Revista Fórum – Um bancário que não teve o nome revelado foi preso pela suspeita de furtar R$ 190 mil de um lavrador que juntava dinheiro para se aposentar. A vítima é uma pessoa humilde que trabalha em uma lavoura na Venezuela e juntava dinheiro para se aposentar.

O suspeito foi preso na última segunda-feira (17), em Goianira (GO). Segundo informações da Polícia Civil, ele chegou a gastar R$ 1,8 mil da vítima em um dia com compras em lojas de marcas famosas e restaurantes luxuosos. Imagens de câmeras de segurança de lojas flagraram o bancário comprando óculos e relógio com o dinheiro da vítima.

Veja o vídeo abaixo:

Gastos de luxo

Em apenas um mês, o suspeito sacou mais de R$ 25 mil da conta bancária do trabalhador. Os crimes começaram em março de 2023. A maior parte dos valores eram sacados em bancos de Aruanã, Goiânia e Goianira, segundo o delegado Thiago Carvalho, responsável pelo caso.

“Ele [a vítima] só percebeu que havia um déficit alto nos valores da conta no extrato bancário quando voltou para Aruanã. Ele chegou à delegacia para fazer o registro, e tivemos dificuldade até para colher as digitais por conta do trabalho dele”, disse o delegado ao g1.

A vítima, segundo informações da Polícia Civil, morou na Venezuela nos últimos 10 anos, onde trabalhou para juntar dinheiro e se aposentar no Brasil.

O suspeito, que foi preso na agência em que trabalhava, vai responder por furto qualificado por abuso de confiança. Se condenado, a pena pode chegar a 8 anos de prisão.

A polícia vai investigar se o bancário agia com a ajuda de outras pessoas e se fez mais vítimas.

Com ajuda da família, mulher dá à luz em casa por não conseguir transporte para ir ao hospital; Samu chegou minutos depois

O parto natural aconteceu com auxílio de uma tia da gestante, minutos antes da chegada do Samu.

Tanto a mãe quanto o recém-nascido passam bem. (Foto: divulgação)

Imirante.com

IMPERATRIZ – Uma mulher deu à luz a um bebê, na própria residência, durante a madrugada desta quarta-feira (19), na Vila Ipiranga, em Imperatriz. A mãe, que estava com 41 semanas de gestação, havia chamado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o local, mas o bebê João Miguel nasceu antes da chegada da equipe.

Quando a mãe começou a sentir as contrações, a família tentou chamar um táxi ou transporte por aplicativo, além da ambulância do Samu para ir à maternidade, mas não deu tempo.

O bebê nasceu com auxílio de uma tia da gestante, em casa. O pai também presenciou todo o parto natural. A equipe do Samu chegou minutos depois e fez o procedimento necessário, com a retirada da placenta, e encaminhou a mãe e o bebê para o hospital.

Tanto a mãe quanto o recém-nascido passam bem.

Luciana Trinta ri da cara do araiosense ao prometer o que não a mais tempo de fazer

Luciana Trinta grava vídeo para redes sociais na frente da Escola Municipal Raimundo Nonato Cardoso – há muito tempo fechada  no Povoado Placa – dizendo que vai reformar a escola, o que não fez em mais de três anos

Depois de mais de três anos a prefeita Luciana Trinta descobriu que Araioses existe. Pelo menos é assim que pode ser compreendido o fato dela só agora lembrar que tem que trabalhar que tem que mostrar serviço.

Dizer que vai fazer um terminal rodoviário, dizer que vai reformar escolas, fazer ações de governo itinerante só agora quando seu mandato está espirando é menosprezar a inteligência do araiosense.

Luciana Trinta ri sem o menor pudor da cara do araiosense ao prometer o que não a mais tempo de fazer como ocorreu com a Avenida Paulo Ramos, entre outras obras que nunca foram terminadas.

Ela faz isso, ela finge que administra a cidade e fala disso ao povo rindo.

Rindo da cara do araiosense que ela sempre desprezou.

Lula: BC deveria ser autônomo, mas sofre interferências políticas

Para o presidente, juros altos não condizem com baixa inflação

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou nesta terça-feira (18) a forma como o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, tem conduzido as políticas da instituição. Em entrevista à Rádio CBN, ele disse que a aproximação do presidente do banco com a oposição levanta suspeitas, chegando a admitir que, provavelmente, o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, exerça influência maior no BC do que o próprio governo.

“Nós só temos uma coisa desajustada no Brasil neste instante. É o comportamento do Banco Central. Temos um presidente do BC que não demonstra nenhuma capacidade de autonomia e que tem um claro lado político. Na minha opinião, ele trabalha muito mais para prejudicar do que para ajudar o país”, afirmou o presidente.

Lula afirmou que é um dos chefes de Estado com mais experiência em toda a história do país. E citou sua escolha pelo economista Henrique Meirelles, que esteve à frente do BC de 2003 a 2011. “Eu duvido que esse Roberto Campos tenha mais autonomia do que tinha o Meirelles”, afirmou o presidente, ao criticar a aproximação de Campos com o governador de São Paulo.

“Sinceramente, acho que o Tarcísio de Freitas tem mais influência [com o Roberto Campos] do que eu”, disse Lula ao se referir ao pedido do presidente do BC para integrar a equipe econômica do governador de São Paulo durante evento na capital paulista.

“Não é que ele se encontrou com Tarcísio numa festa. A festa foi do Tarcísio para ele [Roberto Campos]. Foi uma homenagem que o governo de São Paulo fez para ele. Certamente porque o governador está achando maravilhosa a taxa de juro em 10,5%”, completou.

Segundo ele, não há nenhuma explicação que justifique a taxa de juro atual, e isso é percebido até mesmo por autoridades estrangeiras, inclusive financeiras. “Tenho viajado o mundo e tenho conversado com muitos presidentes. Recebi presidentes do FMI [Fundo Monetário Internacional]; de bancos asiáticos; do Citibank; do Santander. Todos os bancos demonstram que não há país com mais otimismo do que o Brasil. Prova disso é que fomos o segundo país a receber mais investimento externo”.

“Portanto, temos uma situação que não necessita desta taxa de juros. O Brasil não pode continuar com essa taxa proibitiva de investimento no setor produtivo. Precisamos baixá-la para um nível compatível com a inflação, que está totalmente controlada. Só que agora ficam inventando o discurso de inflação do futuro. Vamos trabalhar em cima do que é real”.

Para o presidente, juros altos não condizem com o contexto de baixa inflação, promovidos por um Banco Central que deveria ser autônomo, mas sofre interferências políticas da oposição.

Taxações e desonerações

Lula também apontou o que chamou de contradições que retratam o cenário atual do país. Ele disse que os que hoje criticam gastos do governo são os mesmos que defenderam desonerações de setores com altos lucros.Na entrevista, Lula afirmou que legisladores se mobilizam para taxar pequenas importações, geralmente feitas por pobres, sem cogitar fazer o mesmo com os ricos. Sua fala foi uma referência à proposta de taxação, aprovada recentemente no Congresso, de compras de até US$ 50 feitas pela internet, e a não taxação de compras de até US$ 2 mil de quem viaja para o exterior.

“O que está acontecendo hoje é que as mesmas pessoas que falam que é preciso parar de gastar são as que têm R$ 546 bilhões de isenções e de exoneração de folha de pagamento. Ou seja, são os ricos que se apoderam de uma parte do orçamento do país e se queixam daquilo que você está gastando com o povo pobre”, observou.

O presidente se disse disposto a discutir “de forma séria” o orçamento com parlamentares, empresários, banqueiros e com a imprensa, mas garantiu que a solução não será “em cima das pessoas mais humildes deste país”.

“Acabamos de aprovar uma desoneração para 17 setores da indústria brasileira, e qual foi a contrapartida deles para o trabalhador? Qual é a estabilidade no emprego que eles garantiram? Qual foi o aumento do salário que asseguraram? Nenhum. Tudo foi apenas para isentar da carga fiscal. Não teve nenhum compromisso com o povo trabalhador. O compromisso que se teve foi apenas o de aumentar o lucro”, argumentou o presidente.

Ele lembrou que a Previdência Social é destino de quase R$ 1 trilhão, valor que ficará ainda maior com as novas aposentadorias. “Mas o que, de fato, é muito é você ter quase R$ 600 bilhões em isenções e desonerações”, acrescentou.

Lula afirmou que, nas conversas que vem tendo com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, chegou-se à conclusão de que caberá aos empresários beneficiados e ao Senado a busca por uma solução. “Já há uma decisão da suprema corte, de que, daqui a uns dias, a desoneração vai cair e vai morrer. Aí não vai existir mais e a única possibilidade será a de se chegar a um acordo. Portanto, se não tiver a proposta, cai a desoneração. Espero que eles sejam maduros o suficiente e cheguem a um acordo”, completou.

Reeleição

Perguntado sobre uma possível candidatura à reeleição, Lula disse que, por enquanto, não quer discutir o assunto, uma vez que cumpriu menos da metade do mandato e que há “muita gente boa” para se candidatar ao cargo.

Ele, no entanto, acenou com a possibilidade, caso seja a única alternativa “para evitar que os trogloditas que governaram esse país voltem governar”, mas que esta não é a primeira hipótese.

“Vamos ter que pensar muito porque tenho responsabilidade para com o Brasil. O fato é que não vou permitir que esse país volte a ser governado por um fascista negacionista”.

PF investiga desvio de R$ 5 milhões na Caixa Econômica no MA

A investigação se iniciou a partir de comunicação da própria Caixa Econômica Federal.

(Foto: Divulgação/PF)

Por O Imparcial*

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (18), em São Luís, a Operação Avaritia, decorrente de investigação que apura fraudes contra a Caixa Econômica Federal . A investigação se iniciou a partir de comunicação da própria Caixa Econômica Federal, que identificou fortes indícios de esquema criminoso consistente no mapeamento de contas de pessoas idosas, com saldo considerável em conta e que estejam sem movimentação.

PF investiga fraudes contra a Caixa Econômica (Foto: Divulgação/PF)

Após identificadas as contas com estas características, eram realizadas alterações nos endereços dos titulares, solicitação de emissão de novos cartões e alteração das respectivas senhas, para então realizar o escoamento de todo o valor da conta para terceiros, por meio de saques, compras, pagamentos e transferências, o que ocasionou prejuízo estimado em R$ 5 milhões.

Ao todo, mais de 40 policiais participaram da operação, dando cumprimento a 10 mandados de busca e apreensão, além de sequestro de bens e afastamento cautelar das funções de quatro empregados da Caixa Econômica Federal.

A suspeita é de que empregados da própria instituição bancária participavam ativamente do esquema e os materiais apreendidos em posse dos investigados auxiliarão na identificação de todos os envolvidos.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder pela prática dos crimes de organização criminosa, inserção de dados falsos, estelionato e lavagem de capitais.

* com informações da PF

Galácticos e Evolução são campeões do campeonato de futebol do Pirangi

Minta gente nas finais do campeonato de futebol no Pirangi

Com a presença de muitos torcedores encerrou-se neste sábado (15/6), o já tradicional campeonato de futebol masculino e feminino no povoado Pirangi – zona rural de Araioses.

O evento teve apoio cultural/esportivo do empresário Neto Carvalho. A organização da competição ficou a cargo de Fernanda e Flaviane, cunhadas da assistente social Dora Santos, pré-candidata a vereadora de Araioses na eleição de 6 de outubro.

Inicialmente, as duas primeiras edições do campeonato foram patrocinadas por Junior Percir – prefeito de Buriti dos Lopes, porém nos últimos dois anos, a realização do torneio vem sendo apoiada por Neto Carvalho, a pedido Dora Santos.

O empresário Neto Carvalho não esteve presente porque porque participou da Convenção Estadual/Municipal do PDT em São Luís.

Os campeões

Galácticos de João Peres – campeão masculino

Na final do masculino Galácticos (João Peres) 2 x 1 Flamengo (Zumbi).

Galácticos campeão da categoria masculino.

 Evolução de Araioses – campeão feminino

Na final do feminino Evolução (Araioses) 3 x 0 Vila Real (Carrasco).

Evolução campeão da categoria feminino.

Imagens do evento esportivo

Quem é Márcio Machado, secretário de Brandão que foi condenado por corrupção

Márcio Machado e Manin Leal estão juntos e misturados querendo por as mãos na prefeitura de Araioses a partir de 1º de Janeiro se 2025, mas antes eles têm a difícil tarefa de ganhar a eleição do dia 6 de outubro.

Essa aliança para uns seria impossível, pelo histórico de outras campanhas como, por exemplo, a de 2012 quando recusou conversações no sentido de apoiar Valéria Manin Leal naquela eleição. Ele não quis conversa alegando que não apoiaria nenhum corrupto, mesmo tendo sido candidato a vice-prefeito de Zé Tude na eleição de 2008, que antes fora preso na Operação Rapina, exatamente pela prática de corrupção.

Mas quem é Márcio Machado?

Matéria publicada por Neto Ferreira (veja abaixo),  logo após ser nomeado por Brandão para a Segov pode dizer melhor quem seja ele.

Confira!

Governador Carlos Brandão dando posse ao novo secretário de Governo, Márcio Machado, que foi condenado por corrupção no caso das Estradas Fantasmas

Por Ferreira Neto

Nomeado para comandar a poderosa Secretaria de Governo (Segov) da gestão de Carlos Brandão (PSB), Márcio Ribeiro Machado foi condenado por desvio de verbas públicas, formação de quadrilha e fraude em licitação em 2013.

Em 2005, o atual chefe da Segov foi denunciado pelo Ministério Público do Maranhão como um dos 13 envolvidos no esquema fraudulento que ficou conhecido como “Estradas Fantasmas”.

Após oito anos, a 1ª Vara Criminal de São Luís condenou o grupo por peculato, formação de quadrilha e fraude em licitação decretando a prisão de todos, inclusive de Márcio Machado, em regime semiaberto, pagamento de multa e a devolução de R$ 3,34 milhões de recursos públicos.

O novo auxiliar de Brandão foi coordenador Geral da UEL/PAC Rio Anil e membro da Comissão Setorial de Licitação (CSL) na Secretaria das Cidades durante a gestão do governador José Reinaldo Tavares, que atualmente também integra a cúpula do Palácio dos Leões.

Márcio Machado na função de subsecretário estadual de Educação. Agora o secretário Brandão é aliado de Manin Leal na disputa pela prefeitura de Araioses

Na época, ele atuou diretamente no esquema que consistia no pagamento pela construção de 19 estradas que nunca saíram do papel. Muitas vezes, os projetos previam ligação entre povoados que sequer existiam.

De acordo com as investigações, as fraudes licitatórias foram articuladas entre servidores da antiga Gerência de Infraestrutura (Geinfra) e construtoras. Os recursos liberados e pagos pela gestão de Zé Reinaldo eram desviados e divididos na ordem de 80% para os funcionários da Geinfra e 20% para as empreiteiras.

Machado vai comandar a Secretaria Estadual de Governo (Segov) em substituição à Luzia Waquim. Ele tomou posse no último sábado (4) em uma solenidade realizada na cidade de Imperatriz.

Antes de assumir cargo no governo, Márcio estava ocupando a vaga de subsecretário estadual de Educação.