Reportagem da TV Globo ignora Araioses e causa indignação até em quem não é araiosense

ilha-das-canariasIlha das Canárias – Imagem TV Globo

Não é de hoje que o potencial turístico de Araioses é ignorado, melhor dizendo, não é reconhecido.

Embora seja em território araiosense que está quase à totalidade do Delta do Parnaíba, não é Araioses quem ganha com a riqueza produzida desse paraíso ecológico, rico em belezas naturas, excelente fonte de pescado e maior produtor de caranguejo do Brasil.

A verdade nua e crua dói muito na alma dos araiosenses que amam, de verdade, sua terra é saber que são os de fora, de outras cidades e de outros estados, quem enriquecem com o que é nosso.

Reportagem do Tô de Folga

Todas as sextas-feiras no Jornal Hoje da Rede Globo de Televisão é apresentado o quadro Tô de Folga, onde um local agradável para se passar um final de semana tem destaque. Os locais geralmente são muito bonitos e merecem a citação.

Na edição da última sexta-feira (21) foi nossa Ilha das Canárias quem mereceu ser destacada em boa narrativa e com farta riqueza de imagens.

Tudo muito bonito, impecável, diríamos se não tivesse havido a nefasta omissão do nome de Araioses, município onde está localizada toda a Ilha de Canárias.

O que causa mais indignação nesse caso é saber que a reportagem foi feita pelo jornalista Sidney Pereira, maranhense de São Luís, repórter da TV Mirante, repetidora da Globo no Maranhão.

São 4,30 minutos de imagens e narrativa e em nenhum momento o nome de Araioses é citado. Fala de São Luís (início da viagem) e Tutóia, local de embarque para a viagem no Delta até a Ilha de Canárias.

A reportagem – Ilha das Canárias é paraíso natural preferido dos europeus no Nordeste – causou muita indignação aos araiosenses que a viram em todas as partes do Brasil. Até um paulista que já morou em Araioses manifestou sua revolta pela omissão de Araioses na reportagem e chamou a atenção que no crédito de imagem aparece Ilha das Canárias – MA, como se essa fosse uma cidade e não uma ilha araiosense.

A prefeita Valéria do Manin também não gostou do que houve e já disse que vai solicitar da Globo uma retratação.

Para ler e ver a reportagem do G1 clique (AQUI)

Balanço da Polícia diz que 4 traficantes de drogas em Araioses estão fora de circulação

policia1

Francisco da Conceição Nascimento “Chiquinho”, Manoel de Jesus da Rocha Araújo “Braulino” e Fábio Araújo Silva “Careca”

O blog recebeu informações da Polícia de Araioses através de seu titular – Dr. Bruno Madson Marques Moura – bastante animadoras, pois elas mostram que mesmo enfrentado muitas dificuldades, “mesmo sem estrutura alguma e tendo que lidar diariamente com a realidade de manter/cuidar de quase 30 presos em uma Delegacia de Polícia (ABSURDO), superam-se e realizam um belo trabalho, com dignidade e honestidade acima de tudo”.

O delegado está há pouco tempo na cidade, mas já tem um bom trabalho a mostrar. Segundo ele quatro traficantes de drogas foram tirados de circulação nos últimos quatro meses.

Ela se refere a Fábio Araújo Silva “Careca” (já preso em Brasília, acusado de homicídio), Manoel de Jesus da Rocha Araújo “Braulino” (traficante conhecido de Araioses, já preso em Parnaíba/PI por esse mesmo delito), Francisco da Conceição Nascimento “Chiquinho” (já preso em Tianguá/CE  pela prática de vários assaltos a mão armada).
Soma-se a esses três à captura de outro grande traficante, o Francisco de Assis Sousa Santos, vulgo “Capoeira”.

São quatro traficantes presos, uma média de um por mês, fato realmente louvável, se levarmos em consideração que eles agiam como se contasse que nunca seriam incomodados.

Dr. Bruno faz questão de destacar que esse trabalho é fruto da parceria e união entre polícia militar e civil da cidade. Ele acredita que esse trabalho tende a crescer trazendo assim muitos benefícios para o povo de Araioses.

Equipe operacional da Polícia Civil em Araioses:

Delegado de Polícia: Bruno Madson

Investigadores de polícia: Amarildo Miranda, Júnior Reis e
Tiscão Barros.

policia2Celulares, drogas e dinheiro apreendidos com traficantes.

A Escolha ideológica de Flávio Dino

Blog do Ed Wilson

Tatiana e DicaA formação do secretariado a partir de uma ampla coligação é feita pela composição de vários critérios.

Há os cargos de loteamento dos partidos, as vagas cota pessoal do gestor, as escolhas técnicas e os nomes da mais absoluta confiança do chefe do executivo, colocados em áreas estratégicas da administração.

Assim, o governador eleito Flávio Dino (PCdoB) vai formando sua equipe.

Entre os nomes do primeiro escalão, um é carregado de simbologias especiais, merecedoras de registro e aplausos.

Trata-se da engenheira de Pesca Tatiana Ferreira Pereira para a Secretaria da Juventude.

Militante do pólo Coroadinho, nascida e criada no meio popular, Tatiana enfrentou todas as dificuldades da vida, estudou, formou-se, fez pós-graduação e agora é Secretária de Estado.

Tatiana é filha de Raimunda Ferreira Pereira, carinhosamente tratada por “Dica” nos movimentos sociais. Tomada precocemente por uma doença que a vitimou, Dica era a verdadeira guerreira maranhense.

Sempre dedicada às lutas pela melhoria da qualidade de vida nas comunidades onde atuava, Dica foi uma das principais militantes da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço) no Maranhão e figura de destaque na gloriosa rádio comunitária Conquista, do bairro Coroadinho.

Mãe e filha militaram juntas na rádio e em tantas lutas em defesa dos direitos da população pobre do Maranhão.

A escolha de Tatiana é a síntese de uma opção ideológica do governador Flávio Dino para um segmento fundamental no Maranhão – a juventude.

No secretariado heterogêneo, feito até por pressões do deputado federal Weverton Rocha (PDT), a indicação de Tatiana Pereira nos enche de orgulho.

Ela representa todos(as) os(as) maranhenses batalhadores, gente sem sobrenome de luxo nem parentes importantes, com poucas perspectivas de mobilidade social nos últimos 50 anos do mando oligárquico.

Tatiana carrega o legado da guerreira Dica. É uma honraria.

VEJA O PERFIL COMPLETO DE TATIANA FERREIRA PEREIRA


Tatiana Pereira é formada em Engenharia de Pesca (Uema) e tem pós-graduação em Engenharia Sanitária e Controle Ambiental. É mestranda em Sustentabilidade de Ecossistema pela UFMA. 

Impulsionada pela mãe, Raimunda Ferreira Pereira – defensora das causas sociais da área do Coroadinho, milita há 15 anos em movimentos sociais. Tatiana participou do grupo de base da Juventude Unida em Cristo da Comunidade do Bom Jesus (JUCBJ), auxiliou na criação da Rede Jovens do Nordeste e foi coordenadora do Núcleo Maranhão. 

Integrou a Associação de Difusão Comunitária e Popular, tendo participado da discussão da fundação da Rádio Comunitária Conquista – hoje faz parte da direção do veículo. Foi presidente do Diretório acadêmico do Curso Engenharia de Pesca. Ela fez parte da criação do Fórum Municipal da Juventude de São Luís e do Fórum Estadual de Juventude do Maranhão. 

Militante da União da Juventude Socialista (UJS). Atualmente, integra a Rede de Educadores Populares do Nordeste, é suplente do Conselho Estadual da Mulher. É militante também de movimentos de bairros, na luta por políticas públicas de educação, saúde e segurança no Pólo Coroadinho, da União Brasileira de Mulheres (UBM) e filiada ao PCdoB.

Flávio Dino critica uso político dos veículos de Comunicação no Observatório da Imprensa

flavio-dino-tv-brasil-520x291Durante entrevista ao programa Observatório da Imprensa – TV Brasil nesta terça-feira (25), o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, falou sobre as ações que deve adotar a partir de 1º de janeiro para democratizar a comunicação no estado. Entre os pontos abordados, o reforço à formação da rede pública, o incentivo às rádios comunitárias e a ampliação do acesso à banda larga nas cidades maranhenses.

“Vamos estabelecer padrões, desenvolver uma boa rede pública, envolvendo não só estatal, mas rádios comunitárias também. E a internet, que está ao alcance de todos. Precisamos facilitar o acesso ao cidadão à banda larga, pois ela cria um contraste, um novo espaço público”, avaliou Flávio Dino.

A universalização da internet é uma das metas de governo de Flávio Dino. Além disso, durante a campanha, ele destacou também o apoio às rádios comunitárias, jornais regionais e blogs noticiosos como forma de garantir a universalização do direito à comunicação no Maranhão. No Observatório da Imprensa, ele reforçou o discurso e criticou a concessão de veículos midiáticos para fins políticos.

Flávio Dino relembrou que durante o período em que José Sarney foi presidente da República muitas outorgas foram concedidas, caracterizando o início do coronelismo midiático. “A saída é cumprir a Constituição. Político, mandatário, deputado, senador, não podem ser donos de rádio e TV”, afirmou, enquanto avaliou o enfrentamento às redes de TV do Maranhão durante o período eleitoral. “Utilizamos a internet, apesar da exclusão digital no Maranhão ser a maior do Brasil, e o horário gratuito, por isso as alianças políticas foram essenciais para nos dar tempo para resistir às barbaridades”, completou Dino.

Investir no social

Flávio Dino abordou ainda como pretende reverter os índices econômicos e sociais do estado. Ele voltou a contrapor as riquezas que o Maranhão possui com o desenvolvimento e qualidade de vida da população. Para melhorar o IDH, Flávio Dino acredita que um dos caminhos é mudar a política no estado para melhorar a vida das pessoas.

Sobre a aliança com nove partidos – e o apoio da militância petista no período eleitoral – que se mantém na montagem da equipe de governo, Flávio Dino destacou a importância de parcerias para desenvolver o estado. “Mantemos esse arranjo unido porque o desafio é muito grande. Para ter jeito, precisamos manter essa unidade, contar com a solidariedade do Brasil. Redimir a situação social do Maranhão é uma tarefa nacional”, afirmou após destacar que todo o primeiro escalão da próxima administração já foi montado.

Mudança de governo

Ao ser questionado sobre as prioridades de Flávio Dino para o governo, ele ressaltou o rompimento com o patrimonialismo como uma das primeiras medidas e separar o que é público do que é privado. “A primeira grande mudança é a Proclamação a República, é dizermos que os recursos públicos serão aplicados na prestação de serviços e obras públicas para o alcance da população. Nem eu e nem minha família vamos ser concorrentes das empresas existentes no mercado”, acrescentou. Com isso, pretende-se estimular e atrair empresários maranhenses e dos demais que querem investir no estado.

Questionado sobre o que faria se o Estado possuísse apenas um milhão de reais para investimento em ações, o governador eleito apontou que a segurança teria atenção especial por conta da situação de Pedrinhas, que fez com que o Maranhão se tornasse uma referência negativa Brasil afora. Em primeiro lugar, como reflexo do compromisso da nova gestão com o povo, o recurso seria aplicado integralmente em serviços públicos. “Vamos desmontar a rede que articula o tráfico de drogas, os homicídios, os crimes violentos que crescem em uma dimensão exponencial no Maranhão. Vamos pegar esse hipotético um milhão e não vamos gastar com festa, lagosta e caviar, vamos aplicar em segurança”, contabilizou.

Anatel e operadoras de celulares são acionadas pelo MPF por maus serviços

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação civil pública, com pedido de liminar, contra as operadoras de telefonia móvel Claro, Tim, Oi e Vivo pela má prestação de serviços no Maranhão e também contra a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por falhar em fiscalizar os serviços.

anan-310x197O MPF-MA quer garantir a proteção efetiva dos direitos dos consumidores maranhenses, com base no Código de Defesa do Consumidor, para que as operadoras sejam obrigadas a prestarem serviços adequados, eficientes e contínuos aos seus usuários.

Devido ao dano regional, a ação foi proposta pela procuradora da República Talita de Oliveira (atua no 1º Ofício Cível na PR/MA), juntamente com os procuradores que atuam nas procuradorias nos municípios de Balsas, Marcelo Santos Correa; de Caxias, André Estima de Souza Leite e Anselmo Santos Cunha; e de Imperatriz, Guilherme Garcia Virgílio e Pedro Melo Pouchaim Ribeiro.

As principais reclamações dos usuários, com relação aos serviços prestados pelas operadoras, são a falha e/ou ausência de sinal e também a queda de comunicação das chamadas, sendo observada também a omissão da Anatel na fiscalização e na adoção de medidas para a correção das irregularidades constatadas nos serviços de telefonia móvel pessoal.

Na ação, o MPF-MA pede a interrupção das operadoras em comercializar novas assinaturas e novas linhas, até comprovarem a instalação dos equipamentos para ampliação de telefonia móvel no Maranhão. Caso haja descumprimento da liminar as operadoras deverão pagar multa diária no valor de 100 mil.

É pedido, ainda, a obrigação da Anatel em supervisionar o cumprimento das medidas impostas às operadoras por meio de um relatório trimestral. Caso haja descumprimento, deverá ser pago multa diária de 100 mil reais.

Fonte: Ministério Público Federal no Maranhão

ESCOLAS DE ARAIOSES COMEMORAM O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Rotular a consciência humana para um dia de pesar ou de reconhecimento por feitos e fatos talvez não seja a melhor forma de mudar uma realidade. Ainda assim, é o começo para que como seres pensantes que somos, acordemos para o que a história nos aponta e m seus registros e desta forma, minimizarmos os riscos de repetir erros já cometidos.

O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. A data faz referência à morte de Zumbi, o então líder do Quilombo dos Palmares – situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco, na região Nordeste do Brasil. O ritual tem como prerrogativa manter viva a chama das reivindicações pelo fim da escravidão e mais atualmente, pelo fim do racismo que se manifesta a partir de práticas preconceituosas ou segregacionistas.semea-consciencia-negra

Registro das comemorações nas Unidades Escolares Presidente Dutra(Araras)  e José antonio Brandão Filho (Carnaubeiras).

Lembrar datas históricas como esta promovem nível de consciência entre os educandos e orienta a formação de valores que cada vez mais precisam ser chancelados nas práticas cotidianas. Sabemos que o mundo será melhor quando não precisarmos ter um dia da consciência negra para lembrarmos o que a história já registrou de negativo, mas sim, quando diariamente tivermos a consciência de que a verdadeira integração mundial entre todos os povos e todas as raças acontecerá quando efetivamente praticarmos o amor ao próximo.

Com informações da SEMEA

AULA DE CAMPO NO DELTA DAS AMÉRICAS

Tendo como fator motivador um Projeto do Prof. Me. Jean Carlos Costa Soares, na disciplina de Geografia, os alunos do 4º período de Pedagogia do Centro Educacional  Raimundo Nonato Silva Cardoso (Placas) tiveram no último dia 23 de novembro uma aula-campo para o Delta das Américas (por Araioses-MA).

O roteiro teve momento em que os aspectos históricos e geográficos se correlacionaram em um aprendizado que envolveu visita à localidade Carnaubeiras, às ilhas Canárias/Caju na área do Morro do Meio e Barrinha.

Em Carnaubeiras foram revisitados os aspectos de formação da comunidade e as particularidades relacionadas ao extrativismo oriundo da cata do caranguejo.

Nas ilhas do delta as curiosidades ficaram por conta da formação geológica, das composições das dunas e dos contornos que justificam as divisões nas diversas ilhas e a nomenclatura de delta.

Em geografia, designa-se por delta a foz de um rio formada por vários canais ou braços do leito do rio. Esse tipo de foz é comum em rios de planícies, devido à pequena declividade e, consequentemente, pequena capacidade de descarga de água, o que favorece o acúmulo de areia e aluviões na foz do rio. No mundo todo os deltas de maior representatividade são: do Nilo, do Danúbio, do Zambeze, do Ganges Brahmaputra, do Mississipi e do Parnaíba, assim chamado por ter sua composição hidrográfica formada sobre o leito do Rio Parnaíba, que banha os estados do Maranhão e do Piauí.

65% do Delta estaria no território do Maranhão, número que sofre alterações dependendo da fonte, mas que fique claro que a menor parte está situada no Piauí.

semea-aula-campoA Secretária de Educação Jaqueline Pimentel fez esteve acompanhando a aula-campo, uma vez que a Secretaria de Educação e a Prefeitura Municipal de Araioses foram os financiadores deste momento em que o conhecimento fica cristalizado na experiência vivenciada.

Conforme foi verificado com os vinte e três alunos presentes, 100% ainda não conhecia o Delta, embora filhos de Araioses. Dia 30 de novembro seguirão novos alunos nesta expedição que trabalha conteúdos e vivências de modo a ampliar o orgulho e o conhecimento dos Araiosenses pelas riquezas incontestes que Araioses possui.

Com informações da SEMEA

Flávio Dino define todos os nomes do primeiro escalão do governo

Do Blog da Lígia Teixeira

Flávio Dino dará entrevista coletiva para a apresentar secretariado e fazer avaliação do processo de Transição

Flávio Dino dará entrevista coletiva para a apresentar secretariado e fazer avaliação do processo de Transição

Flávio Dino completou nesta segunda feira (24) os últimos nomes que faltavam para definir a equipe completa de governo no primeiro escalão da administração  estadual, que assumirá o comando da máquina pública a partir de 1º de janeiro de 2015.

Através das redes sociais, ele anunciou do advogado Paulo Guilherme Araújo, que  assumirá a Comissão Central de Licitação; o empresário Sérgio Sombra será o presidente da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema); Karla Trindade será chefe da Assessoria Especial do governador.

Flávio Dino também oficializou os nomes de Delma Andrade para a Secretaria de Turismo; Tatiana Pereira para o comando da pasta da Juventude e  o do ex-governador José Reinaldo Tavares para a Secretaria Estadual de Minas e Energia.

Os novos secretários assumirão o comando dp Estado daqui a 37 dias com o desafio de reorganizar a estrutura do Estado, já que recerão uma herança maldita da atual administração, com obras superfaturadas e inacabadas, desmonte de secretarias e sucateamento da estrutura funcional do governo.

Acompanhe abaixo a lista completa dos indicados por Flávio Dino para compor o primeiro escalão do futuro governo do Estado:

Administração Penitenciária – Murilo Andrade

Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) –  Fortunato Macedo Filho

Agricultura – Márcio Honaiser

Agricultura Familiar – Adelmo Soares

Articulação Política e Assuntos Federativos –  Márcio Jerry

Assessoria Especial  – Karla Trindade

Assessoria de Imprensa – Aline Louise

Casa Civil – Marcelo Tavares

Casa Militar – Major Everaldo Santana

Caema – Davi Telles

Comissão Central de Licitação – Paulo Guilherme Araújo

Cerimonial – Telma Moura de Oliveira

Cidades – Flávia Alexandrina Coelho

Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Bira do Pindaré

Comandante Geral da PM – Marco Antonio Alves da Silva

Comunicação – Robson Paz

Corpo de Bombeiros – Coronel Roberto Pinto de Araújo

Cultura – Ester Marques

Desenvolvimento Social – Neto Evangelista

Detran – Antonio Nunes

Delegacia Geral da Polícia Civil – Augusto Barros

Direitos Humanos – Francisco Gonçalves

Educação – Áurea Prazeres

Emap – Ted Lago

Empresa de Transportes Urbanos – José Artur Cabral Marques

Esporte – Márcio Jardim

Fapema – Alex Oliveira de Souza

Fazenda – Marcellus Ribeiro Alves

Funac – Elisângela Cardoso

Gestão e Previdência – Felipe Camarão

Junta Comercial (Jucema)  – Sérgio Sombra

Juventude – Tatiana Pereira

Instituto Estadual de Educação Tecnológica (Iema)  – Francisco Alberto Gonçalves Filho

Igualdade Racial – Gerson Pinheiro

Indústria e Comércio – Simplício Araújo

Infraestrutura – Clayton Noleto

Inmeq – Geraldo Cunha Carvalho Jr.

Iterma – Mauro Jorge

Meio Ambiente – Marcelo Coelho

Minas e Energia – José Reinaldo Tavares

Mulher – Laurinda Pinto

Planejamento – Cíntia Mota Lima

Procon – Duarte Júnior

Procuradoria Geral do Estado – Rodrigo Maia

Representação no Distrito Federa  – Domingos Dutra

Secretário da Saúde – Marcos Pacheco

Secretário do Trabalho – Julião Amin

Secretaria de Turismo – Delma Andrade

Segurança Pública – Jefferson Portela

Subcomandante Geral da PM – Coronel Raimundo Nonato Santos Sá

Transparência e Controle – Rodrigo Lago

II FEIRA DE CIÊNCIAS DA U. E. GONÇALVES DIAS

gd-feira-1

A II Feira de Ciências tem como tema Central a SUSTENTABILIDADE para que possamos pensar e agir consciente que precisamos preservar o meio ambiente. A educação para uma vida sustentável é baseada no ensino dos princípios básicos da ecologia no respeito pela natureza por meio de uma abordagem multidisciplinar baseada na experiência e na participação. Podemos criar sociedades sustentáveis seguindo o modelo de ecossistemas da natureza. Isso inclui experimentar o mundo natural que é aprender como a natureza sustenta a vida, conhecer bem o lugar onde vivemos e em que trabalhamos, o alimento que comemos, os ciclos da natureza para onde vai o lixo que recolhemos, o consumo desenfreado que fazemos dos produtos eletrônicos tudo isso para aprender a preservar a vida na Terra. Para os ecologistas, o que conta não é ser eficiente e sim ser sustentável, não é a quantidade e sim a qualidade.

Durante todo o desenvolvimento deste projeto de SUSTENTABILIDADE os nossos educadores repassaram informações relevantes e cruciais para que nos levassem a uma vida sustentável e buscássemos a cooperação e parceria para criar comunidades humanas e sustentáveis.

A Educação, a arte e a cultura tem que está vinculada a garantia de vida na terra para que cheguemos à construção de uma ética de responsabilidade ambiental, baseada em valores como a simplicidade, em vez de consumo desenfreado, o ser em vez de ter.

Os nossos sub temas foram:

Aquecimento global, consumismo desenfreado, cuidados com a água, alimentação equilibrada, poluição, consumo desenfreado de produtos eletrônicos, Lixo doméstico, lixo e reciclagem.

A direção agradece o empenho e a dedicação dos professores, alunos e funcionários.gd-feira-2

Com informação U. E. Gonçalves Dias

I FEIRA CULTURAL DE HISTÓRIA DA U.E.GONÇALVES DIAS

gd-consciencia-negra-1

Na última quinta-feira, dia  20 de novembro, a U. E. Gonçalves Dias juntamente com os professores, comemoram o Dia da Consciência Negra, Zumbi dos Palmares, símbolo da resistência negra ao regime escravocrata.

gd-consciencia-negra-3Nesse dia, o objetivo é fazer com que todos reflitam sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e sobre a questão da igualdade racial.

Na verdade, o ideal era nunca precisarmos abordar assuntos como racismo e preconceito, mas os fatos históricos e as situações que presenciamos em nosso cotidiano nos lembram que devemos, sim, ter dias como o 20 de novembro. Temos o direito e a obrigação de repudiar o preconceito racial e marcar essa data com o debate sobre as políticas de ações afirmativas para o acesso dos negros, ao que um Estado democrático de direito deve oferecer a todo e qualquer cidadão: direito à educação, à saúde, à justiça social etc.gd-consciencia-negra-2

Devemos ter a consciência de que somos todos iguais, tanto para a sociedade quanto para Deus. “Então, Pedro tomou a palavra e disse: Agora vejo com toda a clareza que Deus não faz discriminação de pessoas, mas que, em qualquer nação que seja, quem o teme e pratica a justiça é aceito por Ele… (At 10,34).gd-feira-2

Com informações da U. E. Gonçalves Dias

Tragédia em Parnaíba – Empresário Morais Brito atira contra esposa e outro empresário e se suicida no Porto das Barcas

Atualizada às 20h13 (horário local)
O empresário Mateus Portela, atingido com três tiros no final da tarde desta segunda-feira (24), no Porto das Barcas, em Parnaíba, não resistiu aos ferimentos e faleceu. Ele estava internado em estado grave no Hospital Regional Dirceu Arcoverde (HEDA), onde aguardava a transferência pela UTI Aérea para Teresina. Mesmo depois de ser submetido a um cirurgia de urgência, ele não resitiu aos ferimentos e morreu depois de sofrer três paradas cardíacas.
tragedia-parnaiba-1
Com sua morte, são três as vítimas feitas pelo também empresário Edilson Morais Brito. Sua esposa, Socorro Brito, Mateus Portela e ele mesmo. Após atirar contra os dois depois de uma discussão por conta de uma rixa antiga nos negócios, o empresário se matou dentro do banheiro de um restaurante.
Atualizada às 19h38 (horário local)
O  empresário do ramo de turismo, Edilson Morais Brito, conhecido como “Rei do Delta”, atirou contra duas pessoas no final da tarde desta segunda-feira (24),  no Porto das Barcas em Parnaíba, 318km de Teresina. As vítimas foram o empresário Mateus Portela, que também é dono de uma agência de turismo e Maria do Socorro Morais, esposa de Edilson. Depois dos disparos, ele se matou.
Segundo informações do coronel Costa Lima, comandante da Polícia Militar de Parnaíba, existia uma rixa antiga entre os dois empresários por conta dos negócios. Em uma das últimas discussões que tiveram, Edilson Morais Brito teria ameaçado Mateus Portela de morte.
Por volta das 17h, Mateus procurou Edilson em sua empresa. Os dois tiveram uma nova briga e Edilson atirou contra o empresário, que foi atingido com três tiros: dois nas costas e um no braço. A esposa, Maria do Socorro, ao tentar impedir o marido, acabou sendo atingida por engano. Ela levou um tiro na garganta e morreu na hora.
tragedia-parnaiba-2
Após atingir a esposa, ele teria recarregado a arma, uma pistola calibre 38 de cano curto e se refugiou no banheiro de um restaurante dentro do Terminal Turístico do Porto das Barcas.
tragedia-parnaiba-3
Edilson Morais Brito 
Um posto policial fica a 30 metros do local do crime. Os policiais ainda tentaram impedir que ele atentasse contra a própria vida, mas o empresário desferiu um tiro na cabeça. Foi socorrido ainda com vida e levado ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), mas não resistiu e morreu.
tragedia-parnaiba-4
O empresário Mateus Portela também foi socorrido e levado ao HEDA, onde passou por cirurgia de urgência e aguarda a chegada da UTI aérea para ser transferido para Teresina. Seu estado de saúde é grave.
Com informações de Darival Júnior (Tv Cidade Verde)
Redação Sana Moraes
Fonte: Blog do B. Silva

Vereador Wilson Miranda detona “diretor” da Rádio santa Rosa

A rádio funciona ao arrepio da Lei.

“Diretor” pode ter cometido crime de falsidade ideológica.

oficio-santa-rosa

Cópia do ofício enviado a Câmara de Vereadores.

No discurso que fez sexta-feira (21), na Câmara de Araioses o vereador Wilson Miranda detonou a conduta do senhor Júlio Cesar Machado Pereira (César Machado), que se intitulando como “diretor” da Rádio Santa Rosa FM, mandou um ofício, em 13 de novembro, para aquela Casa Legislativa, dizendo que ele estava disponibilizando o “horário jornalístico” das 12:30 às 14:00 horas, de segunda-feira a sexta-feira, para que aqueles dessem entrevistas.

vereador Wilson Miranda

vereador Wilson Miranda

W M não gostou da ideia e detonou o “diretor” chamando-o de irresponsável e que ele estaria fazendo certo, se estivesse mandado dizer, que na Rádio Santa Rosa, as transmissão das sessões da Câmara de Vereadores, já poderiam ser transmitidas novamente, como já foi no passado, quando Daby Santos era quem conduzia a programação da emissora.

Disse também que o cancelamento das transmissões ocorreu com o objetivo de calar a boca dos vereadores, principalmente dos da oposição, e também de facilitar a eleição de um filho de César Machado para vereador nas eleições de 2016, que, se eleito, seria mais um puxa-saco do governo. Que a emissora é uma rádio comunitária, que não era propriedade de seu Marcio Machado.

César pode ter cometido crime de falsidade ideológica

O Blog tem uma cópia desse ofício que foi encaminhado a Câmara de Vereadores de Araioses. O Blog também tem informações de que, se forem verdadeiras, o Júlio Cesar Machado Pereira poderia ter cometendo crime de falsidade ideológica, já que ele nem sócio seria da entidade que coordena a rádio é, portanto não poderia assinar um documento oficial em nome dela.

Se não é sócio, nem diretor, César não pode assinar nada em nome da rádio. No ofício há pistas de que ele não sabe nem o nome da entidade que coordena a emissora, já que a chama de Rádio Comunitária Rio Santa Rosa, quando o nome correto da entidade não é esse.

A Associação Comunitária de Radiodifusão dos Amigos do Rio Santa Rosa é a entidade que detém os direitos de explorar o serviço de transmissão da rádio em Araioses. E para o bem da verdade, desde que Marcio Machado pôs suas mãos sobre ela, muitas irregularidades foram cometidas para que ele e um bom número de pessoas de sua família e afins fossem colocados de forma vitalícia no comando da associação.

Tudo começou quando ele fazia parte do governo de Zé Reinaldo ocupando um cargo, que depois foi defenestrado dele por está envolvido no esquema de desvio de dinheiro das estradas fantasmas, no qual foi condenado a cadeia e a devolver dinheiro ao erário público.

Nesse período, a entidade estava acéfala (o mandato da direção anterior estava vencido) e, espertamente, MC fez crer as autoridades a existência de uma assembleia geral que nunca houve, e nessa foram escolhidos a dedo, os nomes que faria parte da “nova diretoria”.

De lá até os dias de hoje os métodos foram repetidos sempre com o mesmo objetivo, o de Márcio Machado continuar como dono da emissora.

O mandato da última diretoria terminou em setembro deste ano e não se tem conhecimento de nenhuma convocação de assembleia para eleger nova direção. Se foi renovada o método deve ter sido o mesmo, o de assembleias fantasmas.

Santa Rosa FM funciona de forma irregular

O funcionamento da Rádio Santa Rosa vem ocorrendo ao arrepio da Lei. Entidade aberta a todos os seguimentos como é o legal nunca ocorreu. Conselho Comunitário que é obrigatório, onde participa dele as demais entidades representativas da cidade também nunca foi eleito. É esse Conselho que direciona o que deve ser feito na programação de uma rádio comunitária.

A rádio em si até poderia ter um Regimento Interno, como um corpo diretor só para a emissora, mas esse também para ser eleito, só por meio de assembleia geral, como o Conselho Comunitário e com atas registradas em cartório e comunicado ao Ministério das Comunicações.

O rádio ainda é o maior e melhor meio de comunicação popular. Uma cidade como Araioses precisa muito de uma emissora a serviço de seu futuro. Rádio Comunitária é do povo. Foram criadas para dar vez às comunidades que não tinham condições de ter rádios comercias de alto custo de aquisição e manutenção.

Araioses que foi comtemplada com a Rádio Santa Rosa não pode contar com o que é seu. Esse veículo está na mão de um particular, como se ele fosse patrimônio seu.

Claro que isso pode mudar. Como representante do povo que é o vereador Wilson Miranda pode tomar a iniciativa de abrir a caixa preta da Associação Comunitária de Radiodifusão dos Amigos do Rio Santa Rosa, entidade que coordena a rádio.

Pode começar levando ao conhecimento do Ministério Público Estadual e Federal o desrespeito à Lei que os “donos” da Santa Rosa vem praticando há vários anos.

Denunciar também a ABRAÇO – Associação das Rádios Comunitárias do Brasil essa aberração. Na ABRAÇO, rádio com o perfil da rádio Santa Rosa FM em Araioses não é chamada de rádio comunitária.

Por fim, todos devem se posicionar sobre o futuro da Rádio Santa Rosa FM. Não só os vereadores, mas também os dirigentes de sindicatos, associações comunitárias, igrejas, APAE, enfim, toda a sociedade civil organizada da cidade.

Um povo que bota para fora governantes que viraram as costas para ele não pode ficar inerte em algo que embora menor é de fundamental importância.portaria radio

O documento acima, entregue a Daby Santos em julho de 2012 foi a forma que Marcio Machado achou para tentar colocar uma mordaça na boca do jornalista. Daby não se intimidou e foi colocado para fora da rádio logo após a vitória de Valéria do Manin, nas eleições de 2012, candidata que Marcio Machado queria derrotar.

O mesmo foi assinado pelos “diretores” de então: Paulo Henrique dos Santos Alves; Clauder de Jesus Furtado de Mendonça, Marcio Ribeiro Machado, João de Deus Souza Machado Filho; Orlando Ferreira da Silva, Wallace Gomes Pereira e Wanderley José de Carvalho.

Flávio Dino anuncia nomes para Central de Licitação, Assessoria Especial e Jucema

Mais indicados para a equipe de governo de Flávio Dino foram conhecidos nesta segunda-feira (24). Através das redes sociais, ele anunciou novos nomes que vão compor administração estadual a partir de 1º de janeiro. O advogado Paulo Guilherme Araújo assumirá a Comissão Central de Licitação, o empresário Sérgio Sombra será o presidente da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema) e Karla Trindade será chefe da Assessoria Especial do governador.

Para a Jucema, a próxima gestão estadual pretende modernizar e aprimorar o trabalho do órgão, como forma de contribuir com o novo momento que o Maranhão vai viver. Entre os desafios do presidente, dar mais velocidade e reduzir a burocracia na abertura de empresas, agilizar a integração de diversos órgãos de registros, entre os quais as Receita Estadual, a Federal e as Prefeituras. O objetivo dessas ações é fazer com que o prazo de registro seja mais curto, sem abrir mão da segurança.

Sob o comando de Paulo Guilherme, a CCL atuará, em parceria com os demais gestores públicos indicados pelo governador eleito, nos processos licitatórios de contratação de serviços e aquisição de produtos para os órgãos da administração estadual com objetivo de combater o desperdício de dinheiro público. No novo governo, a CCL, dentro do que permite a legislação, também deve trabalhar no incentivo a participação de empresas maranhenses nos processos de contratação, como forma de fomentar o desenvolvimento local com geração de emprego e renda. A CCL atuará em parceria com a Secretaria de Transparência e Controle e com celeridade sem prejuízo a segurança jurídica.

Conheça o perfil dos novos indicados:

PAULO GUILHERME DE ARAÚJO – Comissão Central de Licitação 

paulo_guilhermePaulo Guilherme é advogado, pós-graduando em Gestão Pública: Políticas e Gestão Governamental pela Escola Paulista de Direito (EPD). Atuou como Chefe de Gabinete da Embratur e presidente substituto do órgão. Foi também Chefe de Gabinete da Secretaria Executiva do Ministério do Esporte, secretário Executivo Substituto do Ministério e assessor do Ministro do Esporte. Na Prefeitura de Nova Iguaçu (RJ), desempenhou as funções de secretário Adjunto de Esporte, secretário Adjunto de Assistência Social e Gestor do Fundo Municipal de Assistência Social e foi membro da Coordenação do Programa Bairro Escola. Fez parte da coordenação financeira da campanha que elegeu Flávio Dino governador em outubro de 2014.

 

SÉRGIO SOMBRA – Junta Comercial do Estado do Maranhão

sergio-sombra

 

]

Sérgio Sombra é empresário e possui graduação em Economia (UFMA). Especialista em Gestão de Empresas (ESPM) e Marketing de Varejo (FGV), ele é conselheiro do OGMO-ITAQUI 2014-2017 e diretor da Associação Comercial do Maranhão (ACM-MA).

 

KARLA TRINDADE – Chefe da Assessoria Especial do governador

karlaTrindadeKarla Trindade auxiliará o governador eleito no acompanhamento das metas estabelecidas pela gestão. Já ocupou o cargo de vereadora de Aracaju (SE), período que foi presidente da Comissão de Finanças da Câmara. Atuou também como secretária de Governo da Prefeitura de Aracaju. Foi militante da União da Juventude Socialista (UJS), da qual foi membro da direção nacional. É da direção estadual e municipal do PCdoB. Foi coordenadora da campanha que elegeu Flávio Dino governador do Maranhão em primeiro turno.

Flávio Dino anuncia nomes de mais três auxiliares para equipe de governo

O governador eleito Flávio Dino anunciou nesta segunda-feira (24) os nomes de mais três auxiliares para compor a sua equipe de governo. O 42º comunicado, divulgado através das redes sociais, oficializou os nomes de Delma Andrade para a Secretaria de Turismo, Tatiana Pereira para o comando da pasta da Juventude e José Reinaldo Tavares para a Secretaria de Minas e Energia.

Sob o comando de Delma Andrade, a pasta de Turismo terá a responsabilidade no cumprimento de metas estabelecidas através do Programa de Governo de Flávio Dino. Entre elas, a de investir na estruturação e na promoção de todos os polos de turismo interno e internacional atualmente explorados no Maranhão. Os investimentos serão voltados aos seguintes segmentos: sol e praia; ecoturismo e turismo de aventura; cultura; negócios e eventos.

A Secretaria de Juventude terá atenção especial na administração estadual a partir de 1º de janeiro. Tatiana Pereira assumirá a pasta com o desafio de implementar o Plano Estadual de Juventude, trabalhar de forma integrada junto aos demais órgãos da administração direta e indireta no fomento a políticas públicas de juventude e, também, incentivar a atuação do Conselho Estadual de Juventude. Além disso, com o alto índice de homicídio de jovens no Estado, atuará na implantação de políticas públicas para melhoria dos índices sociais, com estímulo a geração de emprego e renda.

Sob o comando de José Reinaldo Tavares, a Secretaria vai atuar em parceria com os demais órgãos do Estado na articulação e acompanhamento de políticas públicas na área de minas e energia. Entre os objetivos da Secretaria está promover o desenvolvimento econômico do Estado com foco na geração de emprego e renda e, consequente, melhoria de vida da população maranhense.

Como diretriz do novo governo, fazer do gás natural um grande indutor do desenvolvimento do Maranhão, atraindo empresas, emprego e renda em busca de energia mais barata. Além disso, cuidar do aproveitamento do grande potencial que tem o estado na produção de energia renovável – eólica e solar.

Conheça o perfil dos novos indicados:

TATIANA DE JESUS FERREIRA PEREIRA – Secretaria de Juventude

equipe-dinoTatiana Pereira é formada em Engenharia de Pesca (Uema) e tem pós-graduação em Engenharia Sanitária e Controle Ambiental. É mestranda em Sustentabilidade de Ecossistema pela UFMA. Impulsionada pela mãe, Raimunda Ferreira Pereira – defensora das causas sociais da área do Coroadinho, milita há 15 anos em movimentos sociais. Tatiana participou do grupo de base da Juventude Unida em Cristo da Comunidade do Bom Jesus (JUCBJ), auxiliou na criação da Rede Jovens do Nordeste e foi coordenadora do Núcleo Maranhão. Integrou a Associação de Difusão Comunitária e Popular, tendo participado da discussão da fundação da Rádio Comunitária Conquista – hoje faz parte da direção do veículo. Foi presidente do Diretório acadêmico do Curso Engenharia de Pesca. Ela fez parte da criação do Fórum Municipal da Juventude de São Luís e do Fórum Estadual de Juventude do Maranhão. Militante da União da Juventude Socialista (UJS). Atualmente, integra a Rede de Educadores Populares do Nordeste, é suplente do Conselho Estadual da Mulher. É militante também de movimentos de bairros, na luta por políticas públicas de educação, saúde e segurança no Pólo Coroadinho, da União Brasileira de Mulheres (UBM) e filiada ao PCdoB.

 

DELMA SANTOS DE ANDRADE – Secretaria de Turismo

DelmaAndradeDelma Andrade é graduada em Turismo (UPIS), especialista em Gestão e Marketing do Turismo (UNB) e mestre em Antropologia Social (UNB). Há 20 anos atua no planejamento e gestão pública e privada do turismo brasileiro em nível nacional e internacional. Foi professora do curso de Turismo em renomadas instituições de ensino superior. É coordenadora-geral de Estruturação e Acompanhamento de Produtos do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Atualmente, está como diretora substituta de Produtos e Destinos da Embratur. Na carreira profissional, atuou também como consultora em Planejamento e Gestão Pública do Turismo no Instituto Marca Brasil (IMB), foi coordenadora técnica em Projetos de Cooperação Técnica Internacional da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Embratur.

 

JOSÉ REINALDO TAVARES – Secretaria de Minas e Energia

zereinaldoJosé Reinaldo é engenheiro civil pela Universidade Federal do Ceará. Ainda estudante, atuou na Companhia Energética e no Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem do Ceará. Na carreira profissional, exerceu importantes cargos, entre eles, o de auxiliar de Ensino de Materiais de Construção da Escola de Engenharia (UFC), diretor de Máquinas da Oficina Central e Diretor da Divisão de Conservação de Estradas do DAER, diretor-geral do DER-MA, secretário de Viação e Obras e de Planejamento do Maranhão. Foi também ministro dos Transportes, deputado federal, vice-governador e governador do Maranhão. Na eleição de outubro, foi eleito deputado federal pelo Maranhão.

Blog do Garrone: Roseana desmonta cabide na Saúde e exonera 169 “servidores” no interior

Do Blog do Garrone

Roseana Sarney continua com o desmonte da sua máquina política e de apadrinhamento mantida pelo governo do Estado.

Depois das exonerações na Casa Civil, onde predominaram sobrenomes famosos no colunismo social, agora chegou a vez da Saúde, onde o destaque são os afilhados políticos.

Nesta a situação é mais grave por tratar-se de uma secretaria  envolvida diretamente com a vida.

A transfusão de dinheiro público da Saúde para o bolso de quem não faz nada vai muito mais além da imoralidade revelada na Casa Civil.

No último Diário Oficial disponível na internet do dia 5 de novembro foram publicadas 169 exonerações das regionais de saúde de Barreirinhas, Tutóia, Cururupu, Governador Nunes Freira, Estreito, Colinas, Santo Antônio dos Lopes, Lago da Pedra, Rosário, Itapecuru-Mirim, Chapadinha, Codó, Pinheiro, Viana, Timon, Santa Inês, Zé Doca, Açailândia, Imperatriz,  Balsas, São João dos Patos, Presidente Dutra, Pedreiras, Barra do Corda, Bacabal e Caxias.

A grande maioria dos exonerados ocupavam cargos de Assessor Técnico.

Mas há regionais que perderam gestores de unidade de saúde e até mesmo todo o seu  o núcleo de vigilância epidemiológica e controle de doenças.

Das duas, uma: Ou ninguém trabalha mesmo e não farão a menor falta; ou Roseana resolveu deixar a população do interior do Estado entregue à própria sorte.

Mas também quem mandou querer se livrar da peste…

Veja a lista

BARREIRINHAS

NATHALIA DE NAZARÉ RABELO COSTA – Gestor de Unidade de Saúde da Região de Barreirinhas – DGA

EMANOEL MOURA LUZ MONTEIRO – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da Região de Barreirinhas – DAS-1

MARCO AURÉLIO SOUSA CARNEIRO –  Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica, da Região de Barreirinhas -DAS-1

MARIA DO SOCORRO VALE MENDES –  Chefe do Setor de Educação em Saúde, da região de Barreirnhas – DAS-1

WENDEL MELO ARAÚJO LIMA –  Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Barreirinhas – DAS-1

JÚLIA RAQUEL DE ARRUDA MORAIS – Diretor de Saúde , da Região de Barreirinhas -DAS-2

FLOR DE LIZ CALDAS VERDE DA CONCEIÇÃO -Assessor Técnico da Região de Barreirnhas – DAS-3

MEIRELANE APARECIDA LEAL SABÓIA – Assessor Técnico , da Região de Barreirinhas – DAS-3

VITAL SAMPAIO PEIXOTO – Assessor Técnico, da Região de Barreirinhas-DAS-3

TUTÓIA

CARLOS GUSTAVO RIBEIRO GUIMARÃES – Gestor de Unidade de Saúde da Região de Tutóia – DGA

ALEHANDRA BUENA LEAL BRANCO – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças da Região de Tutóia – DAS-1

MAVI LIMA MARINHO – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológia da Região de Tutóia – DAS-1

BERNARDO JOSÉ DOS REIS SOUSA – Chefe do Setor de Educação em Saúde, da Região de Tutóia – DAS -1

THIAGO PONTES DA FONSECA – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Tutóia – DAS-1

BERNADO WAGNER ROCHA SILVA – Diretor de Saúde, da Região de Tutóia – DAS-2

MIGUEL CARDOSO DE CALDAS – Assessor Técnico, da Região de Tutóia – DAS-3

SERGIO BERNARDO ARCHER – Assessor Técnico da Região de Tutóia – DAS-3

FRANCISCO DE SOUSA ALMEIDA – Assessor Técnico daRegião de Tutóia – DAS-3

CURURUPU

CARLOS ALBERTO FRANCO – Gestor de Unidade de Saúde da Região de Cururupu – DGA

HÉLIO BRITO BRAGA – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças da Região de Cururupu – DAS-1

MÁRCIA HELENA COSTA ASSUNÇÃO – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica da Região de Cururupu – DAS-1

HENRIQUE LISTER ALMEIDA – Chefe do Setor de Educação em Saúde, da Região de Cururupu – DAS – 1

WOSTEVALDO GONÇALVES COSTA – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação da Região de Cururupu – DAS-1

MARIA DE JESUS RODRIGUES PAVÃO – Diretor de Saúde da Região de Cururupu -DAS-2

BENONILSON JOSÉ NASCIMENTO CASTRO – Assesor Técnico da Região de Cururupu -DAS-3

WAGNER RODRIGUES PINTO -Assessor Técnico da Região de Cururupu -DAS-3

WALBER LIMA PINTO – Assessor Técnico da Região de Cururupu- DAS-3

YONÉLIO SANTOS DE NAZARÉ – Assessor Técnico da Região de Cururupu – DAS-3

NILDA MARIA CARVALHO COSTA – Assessor Técnico da região de Cururupu – DAS-3

GOVERNADOR NUNES FREIRE

LIDIANA DE MELO ARAÚJO – Gestor de Unidade de Saúde da Região de Governador Nunes Freire – DGA

CONSOLAÇÃO MARIA GOMES FEITOSA ROLIM – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da região de Governador Nunes Freire -DAS-1

KENNISTON LOPES SILVA – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica da região de Nunes Freire – DAS-1

CIRLENE ALVES DE SOUSA – Chefe do Setor de Educação em Saúde da Região de Governador Nunes Freire – DAS-1

OSVANDO DA SILVA MARTINS – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Governador Nunes Freire – DAS-1

ADRIANA KAREN FALCÃO COSTA – Diretor de Saúde, da Região de Governador Nunes Freire – DAS-2

KLEIDSON PEREIRA EVANGELISTA – Assessor Técnico, da Região de Governador Nunes Freire – DAS-3

ESTREITO

ANTONIO PORTILHO FONSECA FILHO – Gestor de Unidade de Saúde, da Região de Estreito – DGA

FRHEDERICK AUGUSTO VIEIRA NOGUEIRA – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da Região de Estreito – DAS=1

NICODEMOS AURÉLIO MARINHO DO EGITO VILAR – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica, da Região de Estreito – DAS-1

MARIANGELA FACHINELLO – Chefe do Setor de Educação em Saúde, da Região de Estreito – DAS-1

ROSSANA PERES LEITE PASSOS – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Estreito – DAS-1

PATRÍCIA COUTINHO CAVALCANTE – Diretor de Saúde, da Região de Estreito – DAS-2

ITIBIRÉ BEMJAMIM BARBOSA JUCÁ – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS – 3

JOÃO ODOLFO MEDEIROS REGO – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

LUCILENE ALVES DOS SANTOS – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

MARIA FRANCISCA SOARES VIEIRA – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

JOSIMAR NOGUEIRA DA SILVA – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

WALLYSON CUTRIM COSTA – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

KEILA CARVALHO DE BRITO – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

ROSANGELA MARIA CAMPELO GONÇALVES – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

SAMARA SOARES DE AGUIAR – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

ILEAN BEZERRA DE SOUSA – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

POLLYANA CUTRIM COSTA – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

JOSÉ WILSON VILAR – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

LAUDIMIR BANDEIRA GONÇALVES – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS -3

LUANA KELLY DOS SANTOS – Assessor Técnico, da Região de Estreito – DAS-3

COLINAS

FRANCISCO EVERTON MACEDO COSTA – Gestor de Unidade de Saúde, da Região de Colinas – DGA

RÔMULO TADEU OLIVEIRA MENDES – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da Região de Colinas – DAS -1

MARIA GRACY FONSECA E SILVA PEREIRA – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica, da Região de Colinas – DAS-1

ADRYANA COELHO DE OLIVEIRA – Chefe do Setor de Educação em Saúde, da Região de Colinas – DAS- 1

MÁRCIA LUZIA BANDEIRA GUIMARÃES – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Colinas – DAS-1

EMANUEL FERNANDO ALVES DA SILVA – Assessor Técnico, da Região de Colinas – DAS-3

SANTO ANTÔNIO DOS LOPES

MARIA DO SOCORRO CEZÁRIO DE SOUZA – Gestor de Unidade de Saúde, da Região de Santo Antônio dos Lopes – DGA

FRANCISCO CARLOS CORREIA DA SILVA – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da Região de Santo Antonio dos Lopes – DAS-1

DELMIRO ALVES PEREIRA JUNIOR – Chefe do Setor de Educação em Saúde, da Região de Santo Antônio dos Lopes – DAS -1

GERSON FARIAS – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Santo Antônio dos Lopes – DAS-1

ROANSELLI MARLLON LIMA DOS SANTOS – Diretor de Saúde, da Região de Santo Antônio dos Lopes – DAS-2

SEVERINO DE SOUSA RAMOS – Assessor Técnico, da Região de Santo Antônio dos Lopes – DAS-3

LAGO DA PEDRA

PAULO CÉSAR FERRAZ DIAS – Gestor de Unidade de Saúde, da Região de Lago da Pedra – DGA

ARIEL ALMEIDA SOUZA – Coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças, da Região de Lago da Pedra – DAS -1

JOSERINA MARIA LUNA PEREIRA – Chefe do Setor de Controle Vetorial e Vigilância Epidemiológica, da Região de Lago da Pedra – DAS-1

MELQUIADES LOPES DOS SANTOS – Chefe do Setor de Educação em Saúde, da Região de Lago da Pedra – DAS-1

GISELLE DIAS MOUSINHO GARCIA – Chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica e Sistema de Informação, da Região de Lago da Pedra – DAS -1

OSMAN FONSECA DOS SANTOS – Diretor de Saúde, da Região de Lago da Pedra – DAS-2

ROSÁRIO

CREUSA DA SILVA BRAGA QUEIROZ – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

AURINO DIAS BARROS – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

DANIEL FRANÇA DOS SANTOS – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

JOSÉ NEVES GOMES – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

JOSÉ RIBAMAR LOPES DE SOUSA – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

RUBEMAR COIMBRA ALVES – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

JOSÉ CARLOS VIEIRA CASTRO – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

MARIA DA GRAÇA BOTENTUIT SERRA DE CASTRO – Assessor Técnico, da Região de Rosário – DAS-3

ITAPECURU-MIRIM

MANOEL MENDONÇA NICACIO – Assessor Técnico, da Região de Itapecuru-Mirim – DAS-3

CREUSA COSTA UCHOA VIANA – Assessor Técnico, da Região de Itapecuru-Mirim – DAS-3

ANTÔNIO DE SOUSA SILVA FILHO – Assessor Técnico, da Região de Itapecuru- Mirim – DAS-3

SERGIO MURILO SOUSA FRAZÃO – Assessor Técnico, da Região de Itapecuru-Mirim – DAS-3

MARLUCE EMILIA UCHÔA DINIZ – Assessor Técnico, da Região de Itapecuru-Mirim – DAS-3

JOSÉ BRAZ DA SILVA FILHO – Assessor Técnico, da Região de Itapecuru-Mirim -DAS-3

CHAPADINHA

FÁBIO ROBERTO AMORIM DE ARAÚJO – Assessor Técnico, da Região de Chapadinha – DAS-3

MARCIA REGINA SILVA CONCEIÇÃO –  Assessor Técnico, da Região de Chapadinha -DAS-3

VANESSA CRISTINA CIRQUEIRA CUNHA – Assessor Técnico, da Região de Chapadinha – DAS-3

CODÓ

MARIA CRISTINA CEPPAS ARCHER – Assessor Técnico, da Região de Codó – DAS-3

GEORGE RAFAEL COELHO ARAÚJO – Assessor Técnico, da Região de Codó – DAS-3

PINHEIRO

JOÃO BATISTA CANTANHEDE MARTINS – Assessor Técnico, da Região de Pinheiro – DAS-3

MARGARIDA MARIA GONÇALVES PEREIRA – Assessor Técnico, da Região de Pinheiro – DAS-3

DAYSE DE JESUS COSTA – Assessor Técnico, da Região de Pinheiro – DAS-3

VIANA

BRUNO MACIEL CUTRIM PENHA – Assessor Técnico, da Região de Viana – DAS-3

MARIA DE LOURDES LOPES DA COSTA VELOSO – Assessor Técnico, da Região de Viana – DAS-3

TIMON

ALDISTON DUARTE PINTO DE ARAUJO – Assessor Técnico, da Região de Timon – DAS-3

MARIA DE FÁTIMA PEREIRA DOS SANTOS – Assessor Técnico, da Região de Timon – DAS-3

MARIA DULCE DE OLIVEIRA BARROS – Assessor Técnico, da Região de Timon – DAS-3

SANTA INÊS

MARIA DE JESUS MARQUES MACHADO – Assessor Técnico, da Região de Santa Inês – DAS-3

JUSCELINO DA CRUZ FILGUEIRA JUNIOR – Assessor Técnico, da Região de Santa Inês -DAS-3

ALVINO RODRIGUES LEITÃO – Assessor Técnico, da Região de Santa Inês – DAS-3

DOMINGOS FERNANDES DOS REIS – Assessor Técnico, da Região de Santa inês – DAS-3

DEUSELIA LIRA DE SOUSA – Assessor Técnico, da Região de Santa Inês – DAS-3

ELISIARIO SOUSA OLIVEIRA – Assessor Técnico, da Região de Santa Inês – DAS 3

ZÉ DOCA

ANTONIO JOSÉ SILVA CONCEIÇÃO – Assessor Técnico, da Região de Zé Doca – DAS-3

ELIAS ARAÚJO – Assessor Técnico, da Região de Zé Doca – DAS-3

AÇAILÂNDIA

RAISSA AMARAL ABRAÃO SILVA – Assessor Técnico, da Região de Açailândia – DAS-3

THÁRCIO GONÇALVES OLIVEIRA – Assessor Técnico, da Região de Açailândia – DAS-3

FATIMA JANE CORREIA VASCONCELOS – Assessor Técnico, da Região de Açailândia – DAS-3

IMPERATRIZ

OZIEL MELO DE MATOS – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS – 3

DANIEL SILVA ALVES – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

LUIS ALBERTO TRABULSI LISBOA – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

MARIA LEIDE SOUSA BORGES – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

SANDRA ALVES DE SOUSA – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

SARA PALÁCIO DE LIMA BARROS – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

JOÃO MAURICIO MARTINS – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

CLÁUDIA REGINA SOUSA BARBOSA = Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

SEBASTIÃO CURTE MELO DUARTE JUNIOR – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

MIRIAN DE SOUSA ALMEIDA – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

ROBYERICKSON CUTRIM COSTA – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

ELIOFÁBIA JUCIELLY CUTRIM COSTA – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

KARLA GABRIELA RODRIGUES LOPES – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

LISANDRA TAVARES COSTA – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

PATRÍCIA MACIEL FERRAZ CASTILHO – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

JOÃO CRUZ CURY DADNETO SALOMÃO – Assessor Técnico, da Região de Imperatriz – DAS-3

BALSAS

RANIERI AVELINO SOARES – Assessor Técnico, da Região de Balsas – DAS-3

RAIMUNDO RUI BARBOSA ARRUDA – Assessor Técnico, da Região de Balsas – DAS-3

RENATO DE PAULA RIBEIRO – Assessor Técnico, da Região de Balsas – DAS-3

MARIA ECILEUSA SILVA DE SOUSA – Assessor Técnico, da Região de Balsas – DAS-3

LEONARDO BRINGEL VIEIRA =  Assessor Técnico, da Região de Balsas – DAS-3

ZIGOMAR COSTA AVELINO FILHO – Assessor Técnico, da Região de Balsas – DAS-3

SÃO JOÃO DOS PATOS

JOSÉ MÁRIO DUARTE SOUZA – Assessor Técnico, da Região de São João dos Patos – DAS-3

JUÇANNA MADEIRA DE SOUSA TORRES – Assessor Técnico, da Região de São João dos Patos – DAS-3

ANTONIO ELIZABETH GONÇALVES DE SOUSA – Assessor Técnico, da Região de São João dos Patos – DAS-3

MANOEL CARVALHO SOBRINHO – Assessor Técnico, da Região de São João dos Patos – DAS-3

FRANCISCO DE ASSIS RIBEIRO RESENDE – Assessor Técnico, da Região de São João dos Patos – DAS-3

MARIA ILANA ALVES ALMEIDA DE CARVALHO – Assessor Técnico, da Região de São João dos Patos – DAS-3

PRESIDENTE DUTRA

VERBENHA RODRIGUES GUIMARÃES BANDEIRA – Assessor Técnico, da Região de Presidente Dutra – DAS-3

RAIMUNDO MENDES FERREIRA – Assessor Técnico, da Região de Presidente Dutra – DAS-3

JEFFERSON SODRÉ CARVALHO – Assessor Técnico, da Região de Presidente Dutra – DAS-3

RAIMUNDO GOMES FERREIRA – Assessor Técnico, da Região de Presidente Dutra – DAS-3

JOSÉ RIBAMAR MENESES FILHO – Assessor Técnico, da Região de Presidente Dutra – DAS-3

PEDREIRAS

JUCILENE DE FREITAS SANTOS – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

JOÃO BATISTA SANTOS – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

MARIA ILMA DE MORAIS CLIMACO – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

LUIS CARLOS FERREIRA – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

HAROLDO EUVALDO BRITO LEDA JÚNIOR – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

HUGO CESAR SOUSA OLIVEIRA – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

RAIMUNDO NONATO TORRES DE SOUZA – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

MARIA MARTA DE SOUSA BATISTA – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

JOANA BASTOS HABIBE – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

HONORINA TEREZA PEREIRA ALMEIDA – Assessor Técnico, da Região de Pedreiras – DAS-3

BARRA DO CORDA

ELIZEU CHAVES DE FREITAS – Assessor Técnico, da Região de Barra do Corda – DAS-3

ROSILEIDE GOMES DA SILVA – Assessor Técnico, da Região de Barra do Corda – DAS-3

BACABAL

WALTER LIMA GOMES – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

TERESINHA ALMEIDA DOS SANTOS SILVA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

TAYARA COSTA PEREIRA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

JESSICA MARIA GONÇALVES VIEIRA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

DAMIÃO FELIPE BARBOSA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

CESAR VIEIRA LINS DE OLIVEIRA LIMA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

KELLY JANE RIBEIRO JANSEN PEREIRA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

SAMARA APARECIDA FARIAS LOPES – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

ITAMAR PAIXÃO DA SILVA – Assessor Técnico, da Região de Bacabal – DAS-3

CAXIAS

ELISA MARIA TORRES DA SILVA – Assessor Técnico, da Região de Caxias – DAS-3

ELEUSINA CARV ALHO DE OLIVEIRA FILHA – Assessor Técnico, da Região de Caxias – DAS-3

FERNANDO DE JESUS LIMA DE OLIVEIRA – Assessor Técnico, da Região de Caxias – DAS-3