Flávio Dino é o candidato com melhor desempenho em todo o Brasil

O candidato Flávio Dino (PCdoB) é o mais bem posicionado na disputa pelo governo em todos os Estados brasileiros. Uma análise das pesquisas divulgadas até agora mostra que nenhum outro postulante tem o mesmo índice de Dino.

Pelo mais recente levantamento da Exata, divulgado em 18 de agosto, Dino tem 56% dos votos. Uma nova rodada de pesquisas no Maranhão vai ser divulgada hoje e nos próximos dias.

No restante do Brasil, quem chega mais perto da pontuação de Dino é Eduardo Braga (PMDB), no Amazonas, com 52%. Em seguida vem Geraldo Alckmin (PSDB), em São Paulo, com 50%.

Flávio Dino também lidera quando se leva em conta a vantagem sobre o segundo colocado. O candidato tem 30 pontos de diferença sobre Edinho Lobão, que aparece na pesquisa com 26%.

Nesse caso, outros dois governadores estão na liderança junto com Dino: Alckmin e Marcelo Miranda (PMDB), em Tocantins. Ambos também têm 30 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Veja abaixo as mais recentes pesquisas nos Estados, incluindo o Maranhão:

 

Amazonas – Ibope divulgado 12 de agosto

Tião Viana (PT) 46%

Márcio Bittar (PSDB) 19%

Tião Bocalom (DEM) – 18%

 

Alagoas – Ibope divulgado em 14 de agosto

Renan Filho (PMDB) 42%

Benedito de Lira (PP) 23%

 

Amapá – Ibope divulgado em 12 de agosto

Waldez (PDT) 40%

Lucas Barreto (PSD) 15%

Camilo Capiberibe (PSB) 12%

 

Amazonas – Ibope divulgado em 12 de agosto

Eduardo Braga (PMDB) – 52%

José Melo (PROS) – 24%

 

Bahia – Ibope divulgado em 27 de agosto

Paulo Souto (DEM) – 44%

Rui Costa (PT) – 15%

 

Ceará – Datafolha divulgado em 14 de agosto

Eunício (PMDB) – 47%

Camilo (PT) – 19%

 

Distrito Federal – Ibope divulgado em 26 de agosto

José Roberto Arruda (PR) – 37%

Agnelo Queiroz (PT) – 16%

Rodrigo Rollemberg (PSB) – 16%

 

Espírito Santo – Futura divulgada em 14 de julho

Paulo Hartung (PMDB) – 47,9%

Renato Casagrande (PSB) – 26,8%

 

Goiás – Ibope divulgado em 14 de agosto

Marconi Perillo (PSDB) – 41%

Iris Rezende (PMDB) – 28%

 

Maranhão – Exata divulgada em 18 de agosto

Flávio Dino (PCdoB) – 56%

Lobão Filho (PMDB) – 26%

 

Mato Grosso – Gazeta Dados divulgado em 14 de agosto

Pedro Taques (PDT) – 32%

José Riva (PSD) – 14%

Lúdio Cabral (PT) – 14%

 

Mato Grosso do Sul – Ibrape divulgado em 14 de agosto

Delcídio (PT) – 44%

Reinaldo Azambuja (PSDB) – 21%

Nelsinho Trad (PMDB) – 20%

 

Minas Gerais – Ibope divulgado em 26 de agosto

Fernando Pimentel (PT) – 37%

Pimenta da Veiga (PSDB) – 23%

 

Pará – Ibope divulgado em 16 de agosto

Helder Barbalho (PMDB) – 38%

Simão Jatene (PSDB) – 37%

 

Paraíba – Ipespe divulgado em 16 de agosto

Cássio Cunha Lima (PSDB) – 48%

Ricardo Coutinho (PSB) – 25%

 

Paraná – Ibope divulgado em 26 de agosto

Beto Richa (PSDB) – 43%

Requião (PMDB) – 26%

 

Pernambuco – Ibope divulgado em 26 de agosto

Armando Monteiro (PTB) – 38%

Paulo Câmara (PSB) – 29%

 

Piauí – Credibilidade divulgado em 28 de agosto

Wellington Dias (PT) – 45,22%

Zé Filho (PMDB) – 30,81%

 

Rio de Janeiro – Ibope divulgado em 26 de agosto

Garotinho (PR)- 28%

Luiz Fernando Pezão (PMDB) – 18%

Marcelo Crivella (PRP) – 16%

Lindberg Farias (PT) – 12%

 

Rio Grande do Norte – Ibope divulgado em 28 de agosto

Henrique Alves (PMDB) – 40%

Robinson Faria (PSD) – 28%

 

Rio Grande do Sul – Datafolha divulgado em 15 de agosto

Ana Amélia Lemos (PP) – 39%

Tarso Genro (PT) – 30%

 

Rondônia – Phoenix divulgado em 21 de agosto

Expedito Júnior (PSDB) – 32,3%

Confúcio Moura (PMDB) – 18,7%

Jaqueline Cassol (PR) – 14,5%

Padre Ton (PT) – 11,3%

 

Roraima – Ibope divulgado em 12 de agosto

Neudo Campos (PP) – 32%

Ângela Portela (PT) – 27%

Chico Rodrigues (PSB) – 27%

 

Santa Catarina – Ibope divulgado em 28 de agosto

Raimundo Colombo (PSD) – 43%

Paulo Bauer (PSDB) – 19%

 

São Paulo – Ibope divulgado em 26 de agosto

Geraldo Alckmin (PSDB) – 50%

Paulo Skaf (PMDB) – 20%

 

Sergipe – Ibope divulgado em 12 de agosto

Eduardo Amorim (PSC) 33%

Jackson Barreto (PMDB)              33%

 

Tocantins – Vox Populi divulgado em 15 de agosto

Marcelo Miranda (PMDB) – 52%

Sandoval Cardoso (SDD) – 22%

Fonte: Maranhão da Gente

Começou a campanha de Max Barros em Araioses

Inauguração de comitê de campanha se transforma num grande comício.

max-barros3Mais de duas mil pessoas estiveram no comício de Max Barros em Araioses.

O que era para ser a inauguração do comitê de campanha do deputado Max Barros (PMDB) em Araioses, ontem (29) acabou se transformando no maior ato político eleitoral dessa campanha, até então, com um grande comício na Avena Paulo Ramos, no centro da cidade.

max-barros1O evento começou no povoado João Peres, de onde partiu uma grande carreata e chegando a Araioses percorreu as principais ruas da cidade.

Em frente ao comitê foi montado um palanque, onde Max Barros juntamente com a prefeita de Araioses Valéria do Manin, vereadores e lideranças políticas de sua base de governo; o vice-prefeito Mano Gonçalves e o líder do grupo Manin Leal falaram para um público estimado em mais de duas mil pessoas.

max-barros2Max Barros é saudado pelo povo antes do início do comício.

Todos os oradores falaram da importância da eleição de Max Barros e do empenho que cada um vai ter daqui para frente para fazer dele o deputado estadual mais votado em Araioses nas eleições do dia 5 de outubro.

max-barros5A prefeita Valéria do Manin disse o quanto Max Barros já vem ajudando-a em Araioses, numa referência as várias obras de infraestrutura, como o asfalto em algumas ruas da cidade e do povoado João Peres.

Já seu pai Manin Leal fez um breve histórico da pereceria dele com o deputado o que proporcionou que ele, como gestor de Santa Quitéria, pudesse realizar muitas obras em benefício daquele município.

Vereador Júlio César (PT) presidente da Câmara de Vereadores na luta por Max Barros.

Vereador Júlio César (PT) presidente da Câmara de Vereadores na luta por Max Barros.

Ao falar Max Barros fez um breve relato do que fez pela nossa região nas vezes que esteve à frente da Secretaria de Infraestrutura do Maranhão. O asfaltamento que interliga as cidades de São Bernardo a Araioses, Tutoia a Água Doce e Paulino Neves foram feito na sua gestão.

Ao final de seu discurso ele se comprometeu em continuar trabalhando pela região e assumiu o compromisso de lutar para que o asfalto que Liga Araioses a Água Doce e a Carnaubeiras seja feito para ser vir de ferramenta para o desenvolvimento da região.

Max estava muito feliz com a recepção que recebeu do povo de Araioses. Saiu com a certeza de que aqui será bem votado.

Como atua Max Barros

max-barros6

Max Barros assumiu compromisso de continuar lutando por Araioses como deputado estadual.

Max Barros é que se pode chamar de um deputado amigo dos prefeitos aliados. Ele ajuda mesmo. Ele como deputado atua junto ao Governo do Estado para esse trabalhar em seus municípios. Como secretário de infraestrutura é ele mesmo quem faz as obras. Um prefeito que tem Max Barros ao seu lado pode fazer muito pelo seu povo.

Assim tem sido em Santa Quitéria, onde Manin Leal deve muito a ele a condição de o melhor gestor que aquele munícipio já teve. Agora é vez de Araioses. Max Barros vai se eleger e o araiosense vai dar uma boa contribuição com seus votos em sua eleição.

A prefeita Valéria que já vem sendo ajudada pelo deputado vai poder fazer muito mais ainda por Araioses, a partir do ano que vem.

Ana sem Gás

Ana do Gás. Ostentação se volta contra ela.

Ana do Gás. Ostentação se volta contra ela.

Delicada a situação da candidata do PRB à deputada estadual, Ana do Gás. Esposa do prefeito de Santo Antonio dos Lopes, Eunélio Mendonça,  e ostentando uma campanha milionária na região leste do Estado, Ana vê a estratégia de gastar muito dinheiro na eleição voltar-se contra ela.

Em sua principal base, Santo Antônio dos Lopes, a rejeição a Ana só aumenta. Com a cidade abandonada e sem investimentos, ela já desistiu de fazer campanha em seu próprio reduto e aposta todas a fichas em lideranças de outras cidades.

O problema para Ana é que ela parece ter dado um tiro no próprio pé. Sua campanha tem cooptado lideranças à peso de ouro,  “o mercado eleitoral” ficou inflacionado e o resultado é que muitos candidatos recolheram os “investimentos” para aplicar na véspera  da eleição, apostando no ditado de que quem compra voto por último, chega em  primeiro na eleição.

Ana do Gás ainda consta nas principais listas de possíveis eleitos, mas tem agora  o desafio de impedir que sua antipatia em Santo Antonio dos Lopes se alastre  pelo resto do estado. Parece que a era de candidatos que se elegem fácil, apenas por ostentar riqueza está acabando no Maranhão.

Fonte: Blog de Ligia Teixeira

Datafolha mostra Dilma e Marina empatadas com 34%; Aécio tem 15%

Na pesquisa anterior, divulgada dia 18, Dilma tinha 36% e Marina, 21%.
Na simulação de segundo turno, Marina atinge 50% e Dilma, 40%.

Do G1, em São Paulo

Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.

 No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.

Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):

Dilma Rousseff (PT): 34%
Marina Silva (PSB): 34%
Aécio Neves (PSDB): 15%
Pastor Everaldo (PSC): 2%
José Maria (PSTU): 0% *
Eduardo Jorge (PV): 0% *
Luciana Genro (PSOL): 0% *
Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
Eymael (PSDC): 0% *
Levy Fidelix (PRTB): 0% *
Mauro Iasi (PCB): 0% *
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 7%

(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014.

Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

- Dilma Rousseff: 27%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 10%
- Outras respostas: 3%
- Em branco/nulo/nenhum: 3%
- Não sabe: 32%

Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:

- Marina Silva: 50%
- Dilma Rousseff: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 3%

- Dilma Roussef: 48%
- Aécio Neves: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 4%

O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 35%
- Pastor Everaldo: 23%
- Aécio Neves: 22%
- Zé Maria: 18%
- Eymael: 17%
- Levy Fidelix: 17%
- Rui Costa Pimenta: 16%
- Luciana Genro: 15%
- Marina Silva: 15%
- Eduardo Jorge: 14%
- Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 35% dos entrevistados – no levantamento anterior, eram 38%. O índice se refere aos entrevistados que classificaram o governo como “ótimo” ou “bom”.

Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” eram eram 23% e agora são 26%, segundo o Datafolha. Para 39%, o governo é “regular” – 38% no levantamento anterior.

- Ótimo/bom: 35%
- Regular: 39%
- Ruim/péssimo: 26%
- Não sabe: 1%

A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 5,9 – na pesquisa anterior, foi 6,0.

Pesquisa Datafolha presidente 29.08.2014 (VALE ESTA) (Foto: Editoria de Arte / G1)

Aumento de 25% na conta de luz autorizado pelo Ministro Lobão começou ontem

Com um reajuste maior do que o de Brasília, entrou em vigor ontem (28/ago) o aumento de 25% na conta de energia dos maranhenses. Na capital federal, que tem a maior renda per capita do Brasil, o ajuste foi de 18,88%. Aqui no Maranhão, com a segunda pior renda per capta do Brasil, teve aumento de 24,12%. A área de energia no Brasil é comandada pelo maranhense Edison Lobão, no Ministério de Minas e Energia, pai do candidato Edinho Lobão (PMDB).

A autorização para o aumento na conta de energia foi dado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) à Companhia Energética do Maranhão (Cemar).  A Cemar foi privatizada em 2000, sob comando da governadora Roseana.

O reajuste é válido para todos os 217 municípios maranhenses.

Comitê Político de Max Barros e Victor Mendes em Araioses será inaugurado hoje

dupla-max-vitor

Será inaugurado hoje (29) o comitê eleitoral de Max Barros e Victor Mendes na Avenida Paulo Ramos, centro às 18 horas.

Max Barros é candidato a deputado estadual e Vitor Mendes federal. Os dois são apoiados por Manin Leal e seu grupo tanto em Araioses como em Santa Quitéria.

O evento começa com uma carreata que parte de João Peres as 17:30 h  e em Araioses percorrerá as principais ruas da cidade.

 

 Programação:

Ø 17h30min

Concentração em João Peres para carreata

Ø 18h00min

Saída da carreata passando pelas principais ruas da cidade até o comitê.

Ø 19h00min inauguração do comitê e comício.

Larápio que agia em Carnaubeiras já está em cana

Evanilson Silva dos Santos, vulgo "Vanilson"

Evanilson Silva dos Santos, vulgo “Vanilson”

O indivíduo Evanilson Silva dos Santos, vulgo “Vanilson”, foi preso no início da manhã de hoje (28) no Povoado Carnaubeiras, Araioses/MA, onde residia. Ele é acusado da prática de vários roubos e furtos naquela região.

A operação da PM, Polícia Civil e Guarda Municipal de Araioses agiu em cumprimento ao Mandado de Prisão expedido pela comarca de Araioses.

Comandou a operação o CB-PM Everaldo que estava acompanhado do SD-PM F. Silva, de policiais civis e a Guarda Municipal de Araioses.

Segundo o blog foi informado há vários dias a Polícia vinha tentando capturar “Vanilson”. A população de Carnaubeiras que já não aguentava mais os roubos e furtos praticados pelo larápio agora está mais tranquila.

Foto: do Facebook da PM de Araioses.

Luciana Trinta acerta de um lado e erra de outro

A estratégia de desistir da candidatura de deputada federal para não correr o risco de não se eleger e se bandear para o lado da Flavio Dino, líder de todas as pesquisas de intenção de voto para Governador do Maranhão, sem sobra de dúvida foi um ato inteligente de Luciana Trinta, ex-prefeita de Araioses.

luciana-trintaSão atitudes inteligentes também apoiar o ex-governador José Reinaldo para o cargo que iria disputar (deputado federal) e também tem o tom da esperteza se engajar na candidatura de Ana do Gás, mulher do prefeito de Santo Antonio dos Lopes, para deputada estadual, uma candidata que segundo dizem tem um poder de fogo como nenhum dos outros candidatos.

Tanto Zé Reinaldo como Ana do Gás estão na lista de apostas de quem vai ser eleito em 5 de outubro.

Porém, ela comete um erro muito grande na campanha de seus candidatos em Araioses. Na palestra que fez terça-feira, dia 26, na Rua Central – bairro Alto São Manoel, perto de minha humilde casa, pude ouvir claramente o que ela – única oradora, por está só e sem as lideranças que estavam com ela quando prefeita –  deixar de justificar com mais argumentos o porque do eleitor votar em seus candidatos, para destilar veneno para cima da administração de prefeita Valéria do Manin.

Demostrando muito insegurança na voz – talvez porque falava para menos de 30 pessoas, a maioria gente da campanha – ela levou a maior parte do tempo de seu discurso em criticar a administração da jovem prefeita com destaque para as áreas da saúde e da infraestrutura das estradas do munícipio.

Não vou falar (agora) do desastre que foi a saúde de Araioses na administração de Luciana Trina porque tomaria muito tempo e o momento não é esse, porém todo mundo sabe que foi muito ruim, para não dizer péssimo.

Um grande e irreparável erro da ex-prefeita comete na sua campanha. Embora o serviço de saúde de Araioses, na gestão de Valéria do Manin, ainda deve muito a sua população ele está muito melhor, do que o que ela como prefeita, deu aos araiosenses que esperavam dele algo muito melhor, como ela prometera em sua campanha de 2008.

Luciana Trinta não fez praticamente nada pelas estradas de Araioses. Atualmente a situação não é boa, mas não é menos ruim do que foi em seu governo. Vários quilômetros de estradas vicinais de Araioses já foram construídas e reformadas na administração de Valéria do Manin.

A situação mais crítica trata-se da estrada que liga Araioses a Carnaubeiras e a Água Doce, que está como está porque a prefeita acreditou nas palavras da governadora Roseana Sarney que prometeu asfaltá-las, ainda este ano e até agora não passou das inúmeras promessas.

Luciana Trinta não mudou nada após a derrota inquestionável que teve nas eleições de 2012. Continua a mesma sem humildade e procurando fazer o povo esquecer seu desgoverno atacando um governo que não chegou ainda na sua metade, mas que já fez muito mais do que ela fez nos quatro anos de mandato.

Luciana Trinta precisa respeitar mais a vontade do povo de Araioses que já deixou bem claro nas eleições de 2012 que é melhor ela nos esquecer e ficar por São Luís mesmo.

Flávio Dino fez caminhada da mudança ontem em Tutoia

flavio-tutoia1

Antes de Araioses a caravana de Flávio Dino passou por Tutoia, onde (27) fez uma caminhada pelas principais ruas da cidade.

Do evento participaram povo, lideranças políticas e comunitárias. Foi uma consagração e Flávio Dino pode sentir de muito perto o quanto o povo daquela cidade anseia por mudanças.

As imagens desta postagem extraídas do blog do vereador Zé Orlando dispensam comentários.

flavio-tutoia2

flavio-tutoia3

flavio-tutoia4

flavio-tutoia5

SEMEA – COMUNICADO – Independência do Brasil

COMUNICADO

Estamos nos aproximando da semana em que comemoramos a Independência do Brasil.

Em Araioses, as Escolas Municipais e Estaduais estarão apresentando os seus desfiles conforme o cronograma abaixo:

Placas – 04/09 – 8:00h – Unidades Escolares Raimundo Nonato Silva Cardoso e Antonio Cardoso de Miranda;

Cana Brava – 05/09 – 7:30h – Unidades Escolares Manoel Chandelles, Chandeles Pereira, Presidente Dutra e Sebastião Furtado;

Carnaubeiras – 05/09 – 16:00 – Unidades Escolares José Antonio Brandão Filho, São João Batista e Estevam Domingos de Albuquerque;

João Peres – 06/09 – 7:30h – Unidades Escolares Tia Lili, Valentino Braga e Marconi

Caldas; e

Sede – 06/09 – 16:00h – Unidades Escolares do município e do Estado.

Além dos desfiles em vias públicas, todas as Unidades Escolares de Araioses estarão durante a semana da Pátria trabalhando os conteúdos de civismo e conscientização quanto a este momento representativo da história do nosso País.

O tema principal dos desfiles é PAZ.

Na sede, o desfile sairá do Colégio Tudes José Cardoso e seguirá pela Av. Dr. Paulo Ramos, tendo como ponto final a área central do Viva.

Contamos com a presença e a vibração positiva dos Araiosenses nestes dias de comemorações cívicas!

 

 Jaqueline Pimentel Dias Carneiro

Secretária Municipal de Educação

Sobre autoria e difusão de boatos nas redes sociais envolvendo Flávio Dino

Nota à imprensa

marcio-jerryEm face dos inúmeros boatos que circulam nas redes sociais contendo calúnias e difamações contra o candidato a Governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), apresentamos à Polícia Federal e à Procuradoria Regional Eleitoral indícios de sua autoria e difusão;

Na tarde da última quarta-feira (27 de agosto de 2014), o superintendente da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania, senhor Adailton Silva Soares Borba, registrou em um grupo de whatsapp que reúne diversos jornalistas maranhenses mais um dos boatos espalhados pela campanha do senhor Edinho Lobão para tentar macular a imagem e a honra de Flávio Dino;

É sabido que fatos como este configuram crime tipificado no Código Eleitoral pelo art. 324 (Lei 9.504/97). “Caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou com fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”, diz a letra da lei, que determina como pena de seis meses a dois anos de prisão. No parágrafo 1º deste artigo, a lei imputa o mesmo crime a quem difundir e divulgar a calúnia, sabendo-a inverídica;

Mediante a gravosidade do tema e os níveis inimagináveis a que chegou a campanha difamatória comandada pelo candidato Edinho Lobão e seus padrinhos políticos, informamos aos órgãos competentes o nome do senhor Adailton Silva Soares Borba para que este esclareça se foi o autor do texto calunioso. Em caso de negativa, informe de onde recebeu tal texto para que seja descoberta a origem primeira da calúnia e ela possa ser efetivamente punida;

Apresentamos ainda o endereço onde o referido membro do Governo do Estado nomeado pela senhora governadora Roseana Sarney pode ser encontrado para prestar os esclarecimentos devidos à sociedade maranhense;

O PCdoB e todos os partidos que compõem a coligação “Todos pelo Maranhão” acreditam no trabalho da Polícia Federal e da Procuradoria Regional Eleitoral para investigar, apurar e elucidar a origem de boatos espalhados de forma criminosa, com o único intuito de confundir a opinião pública e com isso tentar reverter a desvantagem eleitoral em que o candidato Edinho Lobão se encontra.

Márcio Jerry Saraiva Barroso

Presidente Estadual do PCdoB – Maranhão

Representante legal da coligação “Todos pelo Maranhão”

Brasil tem 202.768.562 habitantes, estima IBGE

Dado se refere a 1º de julho de 2014 e foi publicado no ‘Diário Oficial’.
Estado mais populoso continua sendo São Paulo, com 44 milhões.

Do G1, em São Paulo

O Brasil tem 202.768.562 habitantes, estima o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento foi publicado no “Diário Oficial da União” nesta quinta-feira (28), e a data de referência usada é 1º de julho de 2014.

Segundo o IBGE, desde a última estimativa, de julho de 2013, o Brasil tem mais 1.735.848 habitantes — um aumento de 0,86%. O texto também traz as estimativas populacionais de cada município do país.

Entre as unidades da federação, o estado mais populoso continua sendo São Paulo, que conta com mais de 44 milhões de residentes.

O estado de Minas Gerais tem 20,7 milhões de habitantes e o Rio de Janeiro, 16,46 milhões. A Bahia tem 15,12 milhões e o Rio Grande do Sul, 11,20 milhões. O menos populoso é o estado de Roraima, com 496,9 mil habitantes.

São Paulo lidera o ranking das 10 cidades mais populosas com 11.895.593 habitantes. Em seguida estão Rio de Janeiro (6.453.682), Salvador (2.902,927), Brasília (2.852.372), Fortaleza (2.571.896), Belo Horizonte (2.491.109), Manaus (2.020.301), Curitiba (1.864.416), Recife (1.608.488) e Porto Alegre (1.472.482).

Quando as capitais são retiradas do ranking de municípios mais populosos, Guarulhos (SP) lidera com 1.312.197 habitantes. Em seguida estão Campinas (SP), com 1.154.617, São Gonçalo (RJ), com 1.031.903, Duque de Caxias (RJ), com 878.402, e São Bernardo do Campo (SP), com 811.489.

Entre as 5 menos populosas estão Serra da Saudade (MG), com 822 moradores, Borá (SP), com 835 habitantes, Araguainha (MT), com 1 mil habitantes, Oliveira de Fátima (TO), com 1.091 habitantes, e Anhanguera (GO), com 1.093 moradores.

A projeção das populações é feita anualmente a pedido do Tribunal de Contas da União (TCU) e serve de base para o repasse de recursos do orçamento aos municípios.

Confira abaixo a estimativa da população para todos os estados e para o Distrito Federal em 2014:

ESTADO POPULAÇÃO
Região Sudeste
São Paulo 44.035.304
Minas Gerais 20.734.097
Rio de Janeiro 16.461.173
Espírito Santo 3.885.049
Região Nordeste
Bahia 15.126.371
Pernambuco 9.277.727
Ceará 8.842.791
Maranhão 6.850.884
Paraíba 3.943.885
Rio Grande do Norte 3.408.510
Alagoas 3.321.730
Piauí 3.194.718
Sergipe 2.219.574
Região Sul
Rio Grande do Sul 11.207.274
Paraná 11.081.692
Santa Catarina 6.727.148
Região Norte
Pará 8.073.924
Amazonas 3.873.743
Rondônia 1.748.531
Tocantins 1.496.880
Acre 790.101
Amapá 750.912
Roraima 496.936
Região Centro-Oeste
Goiás 6.523.222
Mato Grosso 3.324.357
Distrito Federal 2.852.372
Mato Grosso do Sul 2.619.657

Marina do Brasil é alvo de ataques impiedosos

Do Blog de Luis Cardoso.

Negra de vida sofrida, nascida e criada entre os seringais, só aprendeu a conhecer as letras aos 17 anos, amiga do bravo guerreiro Chico Mendes, senadora, ministra do Meio Ambiente, candidata à presidência da República em 2010, ficando em terceiro lugar. Essa é Marina Silva, a cara do Brasil.

Tão logo ascendeu à condição de candidata a presidente, em substituição ao ex-governador Eduardo Campos, seu ex-companheiro de chapa, Marina cresceu da noite para o dia nas pesquisas. Por uma simples razão: o povo brasileiro se identificou com suas propostas.

Mas a elite política da política brasileira não aceita que uma ex-seringueira seja a presidente deste imenso país. O alto empresariado do Brasil assiste assustado o crescimento da mulher de mãos calejadas rumo ao Palácio do Planalto.

A grande imprensa burguesa quer interromper a caminhada de Marina do Brasil para suceder a não menos burguesa e nunca revolucionária Dilma Rousseff.

Admirada por Lula e querida por FHC, Marina tem, sobretudo, a confiança da nação sofrida, do povo abandonado e, por isso, aparece como a esperança que pode resultar em melhores dias para a Nação.

Como suas passadas largas incomodam a grande imprensa e a elite burguesa da política, ela virou alvo de agressões e pressões em debates e entrevistas.

Ontem, por exemplo, o Jornal Nacional, na figura de seu âncora maior, Marina não passou por uma sabatina, mas por um trator, um terremoto, uma tentativa de desqualificá-la do processo eleitoral.

Dos 15 minutos, apenas no final ela teve a oportunidade em 1 minuto e meio para dizer o que pretende fazer pelo país. Nada lhe perguntaram sobre seu programa de governo, apenas a tentativa de destroçar sua vida pessoal e política.

Aprovo plenamente a entrevista que busca mostrar as contradições do candidato e seus erros na atividade pública. Mas o que se observou no JN foi, além de tudo, um massacre.

Flavio Dino poderá ganhar as eleições em Araioses

Sua força está na vontade de mudança do povo e não na liderança de Luciana Trinta ou outra qualquer.

flavio-dino-araioses1Carreata de Flavio Dino começou em João Peres.

A visita e carreata realizada pela caravana de Flavio Dino hoje (27) em Araioses, mostrou de forma bem clara que sua vitória em Araioses não é mais um fato impossível, como alguns diziam antes do início da campanha política.

Se isso ocorrer será fruto da vontade do povo que exige mudanças, que não suporta mais conviver com o atraso e vê que é hora de por fim no reinado de Sarney, que já dura meio século de existência.

Sua campanha está sendo coordenada pela ex-prefeita de Araioses Luciana Trinta, que certamente alardeará para si os méritos pela votação do candidato que lidera todas as pesquisas de intenção de votos. A boa organização do evento de hoje é mérito dela sim, porém sua participação na campanha de Dino, em Araioses tira voto também.

Provavelmente, ela ignorará a participação de outras lideranças políticas na luta como o vereador Manoel da Polo, como Espedito Coutinho, presidente do PCdoB (partido de Flavio Dino) em Araioses, como de muitas pequenas lideranças avulsas, que votam apoiam o candidato.

O evento de Flavio Dino hoje em Araioses foi muito bom. Apesar do pino do meio dia o povo mostrou sua aprovação ao candidato ao saudá-lo, quando a caravana dele passava em frente de suas casas.

Como já disse aqui em outras oportunidades a força das lideranças políticas de Araioses não serão medidas na votação dos candidatos majoritários – Presidente da República e Governador do Estado – e sim na votação que cada um der aos seus candidatos a deputado estadual e federal.

Para os cargos executivos o povo vota em quem quer onde a influência do apoiador não é fator decisivo. Já para o legislativo – deputados estaduais e fenderias – o buraco é mais embaixo, não diferindo muito da campanha de vereador. Por onde tenho andado e com quem tenho conversado ouço sempre algo como para ter meu voto tem que me dar “algo” em troca.

Hoje, 27 de agosto de 2014, será uma data para ser lembrada mais tarde. O que ocorreu mostrou que nessa eleição, além do candidato de Sarney (Edinho Lobão), há outro e com fome de vitória.

Nos pleitos passados a imagem que o povo araiosense tinha era de que só existia um candidato, o da Oligarquia. A força dos candidatos da oposição era tão pequena que não chegava por aqui.

Sinal dos tempos!

flavio-dino-araioses2

Carreata a caminho da Ilha de Berreiras.

Veto às regras para criação de municípios divide deputados e senadores

Da Redação

Plenário do Senado aprovou projeto, em agosto, por 52 a 4

veto da presidente Dilma Rousseff às regras sobre criação de municípios (PLS 104/2014 – complementar) provocou reações diferentes em senadores e deputados. O senador Anibal Diniz (PT-AC) classificou o veto como “lamentável”. Ele disse que a decisão revela a falta de diálogo entre o Executivo e o Legislativo. Anibal lembrou que em outubro do ano passado já havia ocorrido um veto em projeto de mesmo teor (PLS 98/2002). Assim, disse o senador, um novo projeto foi elaborado, como “fruto de um entendimento com o governo”.

- Simplesmente não entendemos o porquê, depois desse esforço empreendido, a presidente se manter na posição de vetar o projeto – declarou o senador.

Do zero

Para Anibal, o veto revela “a supremacia do Executivo” na formação do Estado brasileiro. Ele disse que agora o processo terá de começar do zero. O senador afirmou que há um “prejuízo tremendo” para as localidades que já apresentam condições de se tornarem municípios. A criação de novos municípios, disse Anibal, é uma forma de garantir direitos para os cidadãos.

- É preciso fazer com que o poder público chegue a essas localidades. E se não tem os municípios constituídos fica muito difícil um serviço público de qualidade chegar a esses locais – lamentou Anibal, acrescentando que a chance de derrubada do veto seja “muito pouco provável”.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, concorda com Anibal. Para Ziulkoski, a discussão sobre criação, extinção, fusão e incorporação de municípios “volta à estaca zero”. O relator do substitutivo aprovado pela Câmara, deputado Moreira Mendes (PSD-RO), disse que o veto é um “deboche” de Dilma com o Congresso. O deputado chegou a perguntar se Dilma “não respeita negociação”. Ele ainda lembrou que a matéria foi negociada com os líderes do governo, tanto da Câmara quanto do Senado. Mendes afirmou que batalhará para garantir a derrubada do veto.

- Se tem uma pessoa que vai virar o mundo para derrubar o veto serei eu daqui para frente – prometeu.

Já o deputado Silvio Costa (PSC-PE) elogiou o veto. Para o deputado, a decisão mostra responsabilidade fiscal e evidencia que a presidente tem responsabilidade pública. Costa afirmou que o projeto era “esdrúxulo” e que a decisão de Dilma evitou a criação de mais um ralo de corrupção no Brasil. De acordo com o parlamentar, nunca houve acordo com o governo.

- A presidente jamais sinalizou que era a favor da criação de novos municípios – declarou, acrescentando que a articulação foi feita pelos presidentes do Senado e da Câmara.

Elites locais

As regras para os novos municípios foram aprovadas pelo Senado no início de agosto, com o placar de 52 votos a favor e apenas 4 contrários. O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), um dos que votou contra, elogiou a decisão da presidente Dilma.

- Da chefe suprema da Nação eu não esperava um ato diferente que não a responsabilidade com a coisa pública. O que é irresponsável é o projeto – afirmou Randolfe.

Para Randolfe, o país vive um momento que exige rigor com o gasto público e não seria responsável a possível criação de “quase 200 novos municípios”. Ele argumenta que um novo município exige a criação de prefeitura, câmara de vereadores e muitos outros órgãos – aumentando, assim, o gasto público. De acordo com o senador, é preciso encontrar outros caminhos para levar desenvolvimento às regiões mais pobres do país. Ele ainda aponta um possível uso político na criação de novos municípios.

- Esse projeto só serviria pra isto: atender às elites políticas locais – concluiu.

Com informações da Agência Câmara

Da Agência Senado