Jumentos tomam “posse” da Praça de São Sebastião em João Peres

Em João Peres, maior colégio eleitoral depois da sede da cidade, Cristino Gonçalves de Araújo – o pior, o mais preguiçoso e mais incompetente prefeito da história de Araioses – foi o candidato mais votado, ganhando em todas as urnas daquela localidade.

Como que a provar que não está nem aí para ninguém a comunidade que muito esperava dele foi totalmente abandonada.

Na Praça de São Sebastião, principal área de lazer de João Peres o mato e o lixo reflete a imagem do abandono.

Morador revoltado pôs em sua página do Facebok as fotos dessa postagem, onde os jumentos é que cuidam de “aparar” o mato e comer parte do lixo.

OPINIÃO – Nordeste na vanguarda da comunicação cidadã

Robson Paz – A agenda de retrocesso imposta ao país pelo governo Michel Temer (MDB) ameaça recentes conquistas da comunicação pública. Sob o dogma do Estado mínimo, Temer e aliados incluíram a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) no pacote das empresas públicas passíveis de extinção. Pôs em prática o Plano de Demissão Voluntária (PDV) para os servidores da empresa com redução prevista de até 22% do quadro de pessoal.

Mais recentemente, o Conselho de Administração da EBC rebaixou a empresa criada para desenvolver a comunicação pública à categoria de agência de comunicação governamental. Determinou que a Agência Brasil passe a oferecer apenas conteúdos jornalísticos estatais. A deformação autoritária da empresa iniciada após o golpe de 2016 mereceu o repúdio do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) e dos ex-presidentes da EBC.

A cartilha da negação do direito à comunicação já havia sido adotada no Rio Grande do Sul, onde o governador Ivo Sartori, coincidentemente do MDB, extinguiu o sistema público de comunicação do estado. Os projetos encaminhados pelo governo à Assembleia Legislativa extinguem a TVE, a rádio FM Cultura, entre outras instituições.

É inevitável a comparação com o desmonte da Rádio Timbira AM pela ex-governadora Roseana Sarney (MDB), na década de 1990. Ao não conseguir seu intento de privatizar a rádio, tal qual o aliado Temer, a emedebista impôs um PDV aos funcionários da emissora e sucateou a mais longeva rádio do estado. Foram mais de duas décadas de abandono e ostracismo.

Pois bem. A despeito dos reveses, nem tudo são trevas na comunicação pública. Há luz no fim do túnel. Na última semana, trocamos experiências acerca da comunicação estatal pública com dirigentes de rádios e TVs de estados nordestinos. É especialmente estimulante ver a valorização da comunicação estatal pública nos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas e Paraíba.

Os baianos contam com a TV Educativa e a Rádio Educadora FM. Ambas geridas pelo Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB). Em Aracaju, a Fundação Aperipê reúne televisão Educativa (Aperipê TV) e duas emissoras de rádio: Aperipê AM e FM.

Nas Alagoas, o Instituto Zumbi dos Palmares (IZP) é responsável pela TVE e as Rádios Difusora AM e Educativa FM. Com mais de 80 anos, a Rádio Tabajara AM foi completamente reestruturada, bem como a emissora FM formando o sistema de comunicação estatal público da Paraíba.

No mar de intempéries e monopólio da grande mídia, as emissoras públicas do Nordeste destacam-se pelo jornalismo plural, diversidade da programação cultural e educativa.

Depois de duas décadas de abandono e descaso, a Nova 1290 Timbira AM está inserida nesse contexto. Agora, participa de esforço conjunto para estabelecer integração entre o sistema público de comunicação da região. Um grande desafio!

As parcerias de conteúdo e cooperação técnica se constituem num passo de elevado significado e importância para a garantia do direito humano fundamental à liberdade de expressão e livre acesso às informações.

Iniciativa, que coloca o Nordeste na vanguarda da comunicação pública do país.

Robson Paz – Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

Flávio Dino participa de Convenção Extraordinária da Assembleia de Deus em Santa Helena

Flávio Dino agradeceu à igreja evangélica pelo apoio dado durante sua gestão

Atendendo a convite do Presidente da Convenção Estadual das Assembleias de Deus do Maranhão (Ceadema), pastor Pedro Aldir, o governador Flávio Dino participou nesta quinta-feira (21) da Convenção Extraordinária da Assembleia Deus, que reuniu aproximadamente 1.500 pastores e pastoras do Maranhão, na cidade de Santa Helena, na Baixada Maranhense.

Durante o evento, Flávio Dino agradeceu à igreja evangélica pelo apoio dado durante toda a sua gestão e falou sobre os avanços em educação, segurança, entre outros. “É uma grande alegria estar aqui para participar dessa convenção e não poderia deixar de agradecer a igreja por orar e vigiar nosso estado”, afirma Flávio.

O governador compareceu ao evento a convite do pastor Pedro Aldir

“Temos tido a honra de contar com a Igreja Assembleia, de manter um diálogo permanente com suas lideranças”, acrescenta o governador.

Para a plateia de pastores e pastoras de todo o estado, Flávio Dino detalhou os avanços do programa Escola Digna e os investimentos na segurança.

“Só essa semana, foram sete escolas entregues ao povo maranhense. Foram 1 mil viaturas entregues em três anos, o que dá aproximadamente uma viatura entregue a cada dois dias, inclusive com veículos vindo para Santa Helena”, exemplificou Dino.

Pastor Pedro Aldir, presidente da Ceadema, fez questão de agradecer a constante presença do governador nos eventos da Assembleia de Deus e pelos avanços alcançados pelo Maranhão nos últimos anos.

“Nós queremos agradecer a visita do governador em nossa convenção e destacar os avanços alcançados por sua gestão à frente do Governo do Estado. São várias ações e grandes mudanças realizadas nesses últimos anos”, destacou o presidente da Ceadema.

Por Fabiana Akira

Fotos: Karlos Geromy

Fonte: Secap

Maranhão é o 5º Estado que mais criou emprego com carteira assinada em maio no Brasil

Pelo terceiro mês seguido, o Maranhão teve crescimento no número de empregos com carteira assinada. Além disso, o Estado registrou o quinto maior aumento de novos postos, segundo dados do Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

O Maranhão gerou 2.075 empregos formais em maio. É o melhor desempenho para o mês desde 2007, há onze anos. Em relação a maio do ano passado, o aumento foi de 165%.

O Estado só ficou atrás de São Paulo, Minas Gerais Bahia e Espírito Santo. Proporcionalmente, o crescimento dos empregos formais no Maranhão (0,45%) ficou bem acima da média do Nordeste (0,17%) e do Brasil (0,09%). E também foi o maior do Nordeste.

O setor que mais criou empregos no Maranhão em maio foram os Serviços, os Serviços Industriais de Utilidade Pública e a Agropecuária.

Investimentos

Esse cenário tem muito a ver com os investimentos e incentivos feitos pelo Governo do Maranhão. O Estado foi o quarto que mais ampliou investimentos em 2017 em todo o país, com alta de 25,64%. O total foi de R$ 1,176 bilhão, mesmo em meio à grave crise fiscal.

São centenas de obras e empreendimento em execução, o que estimula o mercado de trabalho. Na Indústria e no setor de Serviços, por exemplo, um dos exemplos mais recentes para atrair negócios é o novo Parque Empresarial de São Luís.

O local já despertou o interesse de dezenas de empresas, e um dos empreendimentos já está aberto, o que gerou 500 empregos imediatamente e vai chegar a 2 mil.

Fonte: Secap

Comparar Flávio Dino com o prefeito Cristino é inoportuno e injusto

Vereador Denys de Miranda não é dos que mais usa a tribuna, mas quando o faz dificilmente não faz severas criticas ao governo de Flávio Dino

As lideranças políticas de Araioses que seguem as regras ditadas por Neto Carvalho, Manin Leal, Eliomar Dias, entre outros, já estão pondo em prática a estratégia de tentar reerguer a força política de Roseana Sarney em Araioses.

A tática é vincular a imagem de Cristino Gonçalves de Araújo – o pior e mais preguiçoso prefeito de Araioses em toda a sua história – a Flávio Dino, o governador melhor avaliado por instituições nacionais.

Se essa tática vai dar certo só o tempo dirá, porém comparar o governador do Maranhão com o prefeito de Araioses é uma injustiça que não tem mais tamanho.

Defender o retorno da filha do Sarney ao governo do estado é um direito de qualquer um, mas que não justifique isso atacando um governo que tem apoio popular de mais da metade dos maranhenses.

Se a imagem que os discípulos de Neto Carvalho fazem de Flávio Dino fosse verdadeira ele não teria mais que o dobro das intenções de votos que tem e ex-governadora.

A relação do governador Flávio Dino com o prefeito de Araioses não passa de um ato institucional.

Politicamente o governador quer é distância de Cristino Araújo, um prefeito que ele já ajudou muito e poderia ajudar muito mais se ele não fosse tão incompetente e omisso como o é.

Mesmo faltando pouco tempo para as eleições, posso dizer com segurança que até lá, muita coisa ainda vai ocorrer que poderá mudar o discurso dessa gente.

A menos que queiram continuar a bater por bater no governador de forma injusta como fazem agora.

“Saímos da clandestinidade”, dizem profissionais após Flávio Dino sancionar lei que regulamenta rádio poste

Sanção da lei que regulamenta a rádio poste

Representando vários municípios maranhenses, profissionais do serviço de Publicidade Alternativa de Linha Modulada, conhecido como rádio poste, comemoraram a sanção da lei que regulamenta o serviço. Realizada pelo governador Flávio Dino em cerimônia no Palácio dos Leões nesta quarta-feira (20), a sanção torna válido o projeto de lei de autoria da deputada estadual Francisca Primo e que foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado.

Antonio Carlos Gomes, da Atual FM a Cabo de Santa Rita

“Muda tudo, a gente sai da clandestinidade e fica legalizado com essa sanção feita pelo governador, e isso é de extrema importância para nosso trabalho, que a partir de agora vai nos dignificar ainda mais”, afirmou Antônio Carlos Gomes, repórter da Atual FM a Cabo de Santa Rita, que funciona no município há dez anos.

Além dessa, cerca de outras 100 rádios em todo o estado serão beneficiadas com a regulamentação. Além de condições de trabalho, ela oferece direitos já garantidos legalmente, como destacou o governador. “A sanção dessa lei ajuda para que mais pessoas tenham voz, e o projeto se preocupou em oferecer garantias aos usuários e destinatários das programações veiculadas por essas empresas, na medida em que não será possível veicular conteúdo inconstitucional ou que fira a dignidade da pessoa, de quem quer que seja”, disse.

“Também representa a geração de muita oportunidade de trabalho e renda, são centenas de pessoas que extraem dessa atividade o seu sustento”, completou o governador.

Rádio Poste

Michel Manoel, presidente da Assovima

A lei sancionada trata da regulamentação do serviço de Publicidade Alternativa de Linha Modulada, transmitida via equipamentos sonoros. Ele ficou conhecido como rádio poste porque funciona comumente por meio de alto falantes fixados nessas estruturas.

São centenas de comunidades em regiões rurais conectadas apenas pelo serviço, que oferece informações que chegam a vilarejos, distritos, fazendas e comunidades carentes.

Para o presidente da Associação das Sonorizações Via Cabo do Maranhão (Assovima), Michel Manoel, a regulamentação é a realização de um sonho e cria novas oportunidades em todo o estado. “No Maranhão essas rádios já funcionam há mais de 30 anos e agora tivemos a felicidade de aprovar esse tão sonhado projeto, que garante, por exemplo, que as rádios agora podem fazer seus investimentos, podem ser ampliadas”, comentou.

Por Izabella Silveira

Fotos: Gilson Teixeira

Fonte: Secap

Clã Sarney quer embaraçar via Justiça obras da Ponte Central-Bequimão

Diferente do que tenta pregar a oligarquia Sarney, as obras na ponte foram iniciadas em 2017

Raimundo Garrone – Já está virando prática do clã Sarney o uso da Justiça para impedir que o governo do Estado dê continuidade às grandes obras no Maranhão. Depois de tentar boicotar os hospitais do Servidor e o da Ilha com ações judiciais, eles agora se voltam para a Ponte Central-Bequimão.

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), de José Sarney e Roseana, entrou com uma representação contra o governador Flávio Dino no Tribunal Regional Eleitoral reclamando da divulgação da chegada das estruturas da Ponte Central-Bequimão.

De acordo com o absurdo protesto, a divulgação de fotos das carretas que transportaram as estruturas até a cidade de Bequimão configura propaganda eleitoral antecipada. Na representação, o MDB usa a mentira como artifício, já que afirma que as obras da ponte ainda nem foram iniciadas, quando, na verdade, elas estão em andamento desde 2017.

O principal objetivo do clã Sarney é embaraçar a obra e impedir o brilho dela. A Ponte Central-Bequimão é considerada uma das lendas maranhenses, daquelas construções que já foram prometidas diversas vezes durante o regime oligárquico, mas nunca saíram do papel.

Agora, vendo que a construção da tão sonhada Ponte Central-Bequimão é real, o grupo Sarney se desespera com o que será a maior obra já realizada por um governo na Baixada Maranhense.

Governo do Estado convoca professores classificados em seletivo

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou, nesta quarta-feira (20), edital de convocação dos os candidatos classificados, dentro do limite de vagas no Processo Seletivo Simplificado para Contratação Temporária de professores para atuarem no Ensino Médio Regular.

Os candidatos classificados devem comparecer até o dia 25 na sede da respectiva Unidade Regional de Educação a qual pertence o município para onde concorreram, a fim de entregarem os documentos e assinarem contrato administrativo, munidos dos documentos comprobatórios, cópias e originais, nos termos do Edital nº 005/2018.

Documentos

Entre os documentos requeridos estão diplomas ou certidão de formação conforme exigido nos requisitos básicos para contratação temporária, com cópias autenticadas; e certidão de conclusão de curso dentro do prazo exigido no Edital, cuja validade é de 1 ano.

Carteira de identidade, CPF e título de eleitor devem ser apresentados com cópias autenticadas ou com “confere com o original”, efetuado pelo servidor responsável pelo recebimento da documentação. Para candidatos do sexo masculino e não índio, pede-se que apresentem carteira de reservista.

Outros documentos necessários são: comprovante de aptidão física e mental apurada em perícia médica (laudo); comprovante de endereço; número do PIS ou PASEP; dados de conta bancária do Banco do Brasil, devendo o titular ser o professor contratado.

O não atendimento à convocação no prazo estabelecido implica em eliminação do candidato classificado no Processo Seletivo, sendo convocado o candidato seguinte na ordem de classificação.

O Edital de Convocação pode ser conferido em: www.educacao.ma.gov.br.

Governo inaugura Mais Asfalto e anuncia reforma de escola, em São João do Paraíso

Entrega do obras do Mais Asfalto em São João do Paraíso

A população de São João do Paraíso recebeu em clima de festa a visita do governador Flávio Dino, nesta segunda-feira (18). A alegria da população é resultado de diversas ações do Governo do Maranhão na cidade. Além da inauguração do Mais Asfalto, o governador, juntamente com o secretário da Infraestrutura, Clayton Noleto, e lideranças assinaram a ordem de serviço para a reforma do C.E. Delfino Aguiar Azevedo.

A reforma do centro escolar é esperada há décadas pela comunidade estudantil. De acordo com o secretário da infraestrutura, Clayton Noleto, a escola receberá intervenções estruturais para dar melhores condições de ensino.

“Mais uma escola que se transformará em Escola Digna. Uma obra esperada há muitos anos, que se torna realidade no governo Flávio Dino. E é assim por todo o Maranhão. Governador fazendo a diferença na vida de milhares de estudantes e professores”, destacou o secretário da infraestrutura, Clayton Noleto.

Durante a solenidade, o governador inaugurou ainda os 2,5 quilômetros de requalificação asfáltica realizados pelo programa Mais Asfalto. A dona de casa Maria Nerci, do bairro Alto Bonito, comentou a importância do Mais Asfalto para a qualidade de vida dos moradores. “Aqui era só poeira e lama, agora tá ótimo, podemos sair no sol quente, na chuva. Uma maravilha” destacou a dona de casa.

Mais investimentos

O governador fez ainda a entrega de fardamento escolar e um caminhão aberto pelo Programa Mais Produção.

População de São João do Paraíso recebe governador Flávio Dino

Por Janaína Amorim

Fotos: Jackson Silva

Fonte: Sinfra

TSE cassa mandato do prefeito Zé Vieira e Bacabal terá nova eleição

O Informante – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não reconheceu, agora, à noite, o Recurso Especial Eleitoral nº 187-25.2016.6.10.0013, proposto por Zé Vieira, referente à eleição de 2016, em Bacabal, e dessa forma está cassado o mandado do prefeito bacabalense.

Vieira foi acusado pela coligação “Bacabal Rumo ao Futuro”, encabeçada pelo deputado estadual Roberto Costa (MDB), candidato que ficou em 2º lugar nas eleições para prefeito, de promoção pessoal com dinheiro público, e teve indeferido, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o registro de sua candidatura e de seu vice. No entanto, Zé Vieira participou das eleições graças a liminares nas instâncias superiores, venceu e tomou posse, sendo que depois disso o caso virou um “imbróglio” judicial sem fim, com idas e vindas, hora favorável a Vieira, hora em seu desfavor.

O recurso de Vieira contra a decisão do TRE já havia sido pautado outras três vezes, todas em 2017: 23 de maio, 19 de outubro e 7 de novembro. Em todas as ocasiões o caso foi retirado de pauta.

Ontem, à noite, a Corte Eleitoral decidiu pelo não conhecimento do recurso de Vieira e do seu vice Raimundo Florêncio Monteiro Neto (PHS), filho do deputado estadual Carlinhos Florêncio (PCdoB).

Diante da decisão, Zé Vieira aguarda no cargo a publicação do Acórdão do TSE, que determinará ao presidente da Câmara Municipal de Bacabal que assuma a prefeitura e convoque nova eleição dentro de 30 dias. Nesse intervalo, Zé Vieira deve recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

STF absolve Gleisi e Paulo Bernardo de corrupção e lavagem

Por André Richter – Repórter da Agência Brasil

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (19) pela absolvição da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e de seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A Segunda Turma da Corte julgou nesta terça-feira a ação penal na qual a senadora foi acusada de receber R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010.

Segundo a acusação, o valor foi desviado no esquema de corrupção na Petrobras e negociado por intermédio de Paulo Bernardo e do empresário Ernesto Kluger Rodrigues, que também é réu. Na denúncia, a Procuradoria-Geral da República (PGR) usou depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa para embasar a acusação.

Seguindo voto do relator, Edson Fachin, o colegiado entendeu que há divergências nos depoimentos de Youssef e de Costa e que não há provas suficientes para comprovar que Paulo Bernardo solicitou o dinheiro, muito menos que a senadora teria dado apoio ao ex-diretor para mantê-lo no cargo em troca da suposta propina.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) começa a julgar ação penal proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.

Apesar de votar pela absolvição, Fachin ficou vencido ao propor a condenação da senadora pelo crime eleitoral de caixa dois por não ter declarado à Justiça Eleitoral R$ 250 mil que teriam sido recebidos pela sua campanha. No entanto, o voto foi seguido somente por Celso de Mello.

Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela absolvição integral de Gleisi e Paulo Bernardo, por falta de provas.

No início do julgamento, a defesa da senadora e de Paulo Bernardo alegou que a PGR usou somente depoimentos de delações premiadas ao denunciar os acusados e não apresentou provas de que o recurso teria origem nos desvios da Petrobras.

Imagens do dia: Flávio Dino nos braços do povo da Região Tocantina

São João do Paraíso recebeu Flávio Dino com muita festa

Raimundo Garrone – O governador Flávio Dino cumpriu intensa agenda de inaugurações nesta segunda-feira (18), em quatro municípios da Região Tocantina. Em todos, ele foi recebido com muito carinho pela população, que agradeceu as obras do Mais Asfalto, revitalização de escolas, entrega de uniformes, kits de irrigação, além do anúncio de mais obras.

As imagens só comprovam a popularidade de Flávio Dino em todas as regiões do Maranhão. Sempre que visita alguma cidade, além de levar um importante benefício, ele é sempre recebido com muita festa pela população maranhense.

A receptividade só comprova o que dizem as pesquisas eleitorais. Basta comparar as agendas de Flávio Dino com as fracassadas caravanas de Roseana Sarney.

Em Campestre muita gente acompanhou a agenda de Flávio Dino

Alunos se emocionaram ao agradecer o governador pela escola reformada

Felizes agora com Escola Digna, estudantes aproveitaram para fazer selfies com Flávio Dino

Max Barros anuncia que não será candidato a reeleição

Jorge Vieira – Após longos anos de serviço prestado ao parlamento estadual, o deputado Max Barros (PMB) anunciou oficialmente, nesta manhã de terça-feira, na tribuna, que não será candidato à reeleição.

Max, considerado um dos colaboradores mais próximos da ex-governadora Roseana, sendo inclusive secretário de Infraestrutura, surpreendeu ao anunciar que está se aposentado da vida parlamentar, onde chegou a ocupar o cargo de vice-presidente da Assembleia.

“Cumprirei meu atual mandato até o último dia com o mesmo empenho. Trago o sentimento de missão cumprida”, anunciou.

Após anunciar que não pretende mais disputar mandato eletivo, Max Barros foi aparteado por vários deputados presente na sessão desta terça-feira que reconheceram sua importante participação no parlamento estadual.

Quem ganhou com a decisão de Max dá adeus a vida pública foi o deputado Fábio Braga, que está herdando suas bases eleitorais no interior do Estado.

Moradora denuncia o abandono da Praça do Remanso

Bina Santos Ridlon, moradora do povoado Remanso, distante 32 Km da sede de Araioses denunciou em sua página do Facebook, o abandono por parte do prefeito Cristino Gonçalves de Araújo para com aquele logradouro público.

A praça que é o único centro de lazer da comunidade está abandonada como pode ser visto nas fotos.

Eis seu relato:

Praça do Remanso, em total estado de abandono, o prefeito não faz nada, ele prometeu até internet, nem sequer a limpeza é realizada.

Por outro lado a comunidade também nada faz, pois os próprios moradores poderiam se organizar para manter a praça limpa e com um jardim, proporcionando um ambiente bonito e agradável, então fica assim, um coloca a culpa no outro e fica por isso mesmo.

Nota do Blog: A saída passa pela união dos moradores e através de um mutirão proceder a limpeza da praça. Continuar esperando que o prefeito mais preguiçoso e incompetente que Araioses já teve é total perda de tempo.

Carretas chegam à Baixada Maranhense com toneladas de material para a ponte Central-Bequimão

Carretas chegam à Baixada Maranhense com toneladas de material para a ponte Central-Bequimão

Uma obra esperada por décadas está cada vez mais próxima de se tornar realidade no Maranhão. Enormes carretas estão chegando à Baixada Maranhense com toneladas de material para a construção da ponte Central-Bequimão, sobre o Rio Pericumã.

“Mais uma ‘lenda’ que estamos enfrentando: a Ponte Central-Bequimão. As estruturas estão chegando ao Maranhão, em dezenas de carretas”, afirma o governador Flávio Dino.

Os caminhões partiram de Minas Gerais e percorreram milhares de quilômetros para chegar até o local da obra, considerada bastante complexa por causa da dificuldade do terreno e da influência da água.

Com extensão de 589 metros, a ponte vai interligar 10 municípios da Baixada Maranhense e diminuir a distância de deslocamento aos moradores da região em 125 quilômetros.

Estímulo para a economia

A nova ponte vai tirar municípios do isolamento e estimular a economia local. “A ponte visa fazer a inclusão das cidades da Baixada Maranhense, uma região tão rica e de importante produção. A inclusão dessas cidades no eixo rodoviário faz o desenvolvimento chegar com mais intensidade”, diz Ednaldo Neves, secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos.

Os motoristas que guiam as carretas dizem que estão participando de um pedaço importante da história do Maranhão. “A ponte vai beneficiar muitas pessoas e lugarejos. Para a gente, é um orgulho esse transporte. A gente está dando uma parte da gente”, conta o caminhoneiro José Faria.

Para Penaldon Jorge, Superintendente de Articulação Política da Baixada, trata-se de “um sonho da região da Baixada, principalmente a região do litoral. Essa interligação vai resultar em um percurso bem menor, a partir de uma obra de tamanha envergadura”.

Complexidade

A ponte tem um projeto de engenharia de grande complexidade técnica, chegado a ter 26 metros de espessura de solo mole, e influência do rio e da maré. Há pontos em que a profundidade da estaca chegará a 40 metros. Isso representaria, numa comparação, a um prédio de 20 andares.

Por Victor Matos

Fonte: Secap