Menos da metade das testemunhas de defesa do prefeito Cristino comparecerem na oitiva da C P

Durante todo o dia de hoje (21) os membros da Comissão Processante que investiga o desvio de mais de oito milhões de reais – dinheiro da contribuição dos servidores do município de Araioses junto ao INSS – ouviram as testemunhas de defesa do prefeito Cristino Araújo.

O prefeito indicou 12 testemunhas, entre elas dois deputados sendo um estadual e outro federal, porém nenhum deles compareceram e das outras menos da metade, somente quatro, deram seus testemunhos.

Cristino que estava convocado para ser ouvida as 16:00 h faltou a convocação e já no final da sessão, quando todos que compareceram foram ouvidos seu advogado apresentou um comunicado dizendo que ele estava participando de uma marcha de prefeitos em Brasília e por conta disso não compareceu.

Na condição de prefeito ele tem cinco dias para ser ouvido, assim sendo uma nova audiência foi marcada para a próxima segunda-feira, dia 28, as 9:00 h na Câmara de Vereadores.

Se faltar a essa o membros da CP concluem seus trabalhos e põe em plenário a votação do relatório pedindo ou não o afastamento do prefeito.

Vamos aguardar mais um capítulo dessa novela que todos querem um fim o mais breve possível.

Miichel Temer quer Roseana candidata

Raimundo Garrone – Tendo José Sarney como maior conselheiro, o presidente Michel Temer já externa para todos que quer Roseana candidata ao governo do Maranhão e que, para isso, vai ajudá-la usando a máquina federal.

Além dos laços fraternos que unem Temer e Sarney, o presidente está chateado pelo apoio que o governador Flávio Dino tem dado ao ex-presidente Lula. Uma das vozes mais fortes contra o golpe orquestrado pela turma do MDB, o comunista tem incomodado muito Temer, Sarney e o resto da quadrilha.

Por outro lado, enquanto Temer quer Roseana candidata, ela fará de tudo para fingir não ter relação alguma com o presidente mais impopular da história do Brasil. Para isso, ela esconderá seus amigos que estão pendurados no Governo Federal.

A única coisa que Roseana vai querer de Michel Temer é a estrutura que ele poderá oferecer para ela. Oportunista, o clã pegará esse apoio na surdina, e fará de tudo para não externar a relação próxima entre o presidente, Roseana e José Sarney.

Reunião de Roseana foi encontros de “viúvas” do Sarneysismo

Jorge Vieira – A reunião que a governadora Roseana Sarney fez na residência do Calhau reuniu as mesmas figuras que o Maranhão tá careca de saber quem são e o que fizeram nos cinquenta anos em que estiveram no comando do Estado. Isso mesmo, foi um encontro das viúvas do sarneysismo que levaram o Maranhão a ostentar os piores indicadores econômicos e sociais do país ao longo de cinco décadas.

Com governos marcados por escândalos de corrupção e imoralidades administrativas,como receber mala de dinheiro como pagamento de propina, a ex-governadora procurou injetar ânimos nos aliados com um discurso otimista, mesmo sabendo sua pífia avaliação nas pesquisas. Daí o discurso agressivo e raivoso contra Flávio Dino

Antes de ser considerado um ato de apoio de lideranças, o que em se viu hoje na casa do Calhau foi uma reunião de viúvas da oligarquia, ou seja, Sarney Filho, Edison Lobão, João Alberto, Adriano Sarney, César Pires, Edilazio Jr, Hildo Rocha, Max Barros, Chiquinho Scórcio, e o prefeito de Imperatriz Assis Ramos.

A única novidade foi Assis Ramos, que muito pouco acrescenta, mas nem pode ser tratado como novo porque é do MDB, o que só mostra com clareza que a velha oligarquia do Sarney já não encanta mais e que está prestes ser riscada do mapa políticos do Maranhão.

Governo mobiliza sociedade contra abuso sexual de crianças e adolescentes

Ciclistas aderem ao Pedala Cidadã contra o abuso sexual de crianças e adolescentes

Após arregimentar a participação de grande número de pessoas na Pedalada Cidadã, realizada no sábado (19), na Avenida Litorânea, com o objetivo de alertar e mobilizar a população contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), segue até o final deste mês com ampla programação alusiva à causa, incluindo um seminário voltado para técnicos dos Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas).

“A Pedalada Cidadã foi um sucesso, com a participação de centenas de cidadãos dizendo ‘não’ a essa prática tão danosa às nossas acrianças e adolescentes. Dessa forma, ampliamos os espaços de debates sobre o tema e envolvemos a sociedade nos movimentos que visam combater o problema, para que esteja sempre alerta e que se engaje nessa luta contra o abuso sexual de crianças”, informou o secretário da Sedes, Francisco Oliveira Júnior.

Integrante de um dos grupos de ciclistas que participaram da Pedalada Cidadã, o autônomo Soares Filho destacou a importância da campanha para promover o engajamento de todos e a junção de esforços entre poder público e sociedade contra o abuso sexual de crianças.

“São campanhas extremante importantes para conscientizar as pessoas, principalmente porque o abuso sexual é observado na grande maioria das vezes no círculo familiar. Então, mobilizações como esta incentivam as pessoas a ficarem cada vez mais alertas a esse problema e a denunciarem casos que tenham conhecimento”, disse ele.

A educadora Lúcia Miranda Costa, que nas horas vagas também adora pedalar com sua bike, fez questão de participar do movimento. “As campanhas educativas são fundamentais porque levantam o assunto na sociedade, promovem a reflexão e quebram o silêncio, um dos fatores de perpetuação de práticas criminosas com a exploração sexual infantil”, relatou.

Seminário para capacitação de técnicos dos Creas

Na próxima segunda-feira (28), a Sedes inicia um seminário para capacitar técnicos dos Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) e de outros órgãos afins para desenvolveram o atendimento e acompanhamento integral de crianças e adolescentes vítimas de violência. O seminário será realizado até o dia 30 deste mês, no Auditório Fernando Falcão na Assembleia Legislativa do Maranhão.

O secretário Francisco Oliveira Júnior explicou que este seminário será executado em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) e visa aperfeiçoar os trabalhadores na área, além de habilitar e qualificar o atendimento voltado a esse público nos municípios maranhenses.

“A mobilização abrange todos os municípios maranhenses na luta contra qualquer tipo de violação dos direitos da criança e do adolescente. E a capacitação que vamos ministrar é mais uma ação executada nesse sentido, pois vai qualificar o atendimento dos Creas e de outros órgãos voltados a esse público”, afirmou Francisco Júnior.

O seminário é destinado à capacitação de conselheiros municipais de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), gestores municipais de Assistência Social e técnicos de referência dos Creas. Visa a implementação do atendimento e acompanhamento integral a crianças e adolescentes vítimas de violência e, ainda, contribuir com orientações técnicas para elaboração dos Planos Municipais de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, com vistas a traçar estratégias de enfrentamento a esse problema, a partir do conhecimento da realidade do Brasil e do Maranhão.

Ainda segundo o secretário, na gestão do governador Flávio Dino, a Sedes tem mobilizado e incentivado todos os municípios maranhenses a produzirem e realizarem suas campanhas educativas voltadas à questão, prioritariamente os municípios com maior índice de trabalho infantil, uma vez que a exploração sexual está na lista da Organização Internacional do Trabalho (OIT), como uma das piores formas de trabalho infantil.

A mobilização no Maranhão fortalece a campanha nacional pelo Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio. As atividades realizadas com essa finalidade contemplaram ainda ações como blitz educativas, caminhadas, distribuição de material informativo, palestras, dentre outras formas de abordagens do assunto.

Fonte: Sedes

Eleições 2014: Andrea Murad e Sousa Neto vão responder no TRF-1 por peculato e lavagem de dinheiro

Andréa Murad e Sousa Neto: doações da Ires Engenharia na campanha de 2014 e os  fortes indícios de lavagem de dinheiro, segundo a Procuradoria Regional Eleitoral

Raimundo Garrone – Os deputados Andréa Murad e Sousa Neto vão responder na Justiça Federal pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, por terem utilizado, conforme denúncia da Procuradoria Regional Eleitoral, o sistema jurídico eleitoral para dar aparência de regularidade às doações na campanha de 2014 da Ires Engenharia Comércio e Representações Eireli, efetuadas na mesma semana em que a empresa recebera. por obras não realizadas do hospital de Rosário, R$ 3.128.344,01 da Secretaria de Estado da Saúde, então comandada por Ricardo Murad, pai de uma e genro do outro.

O juiz ouvidor regional eleitoral substituto do TRE/MA Júlio César Lima Praseres acolheu a proposição apresentada pela PRE, depois que o inquérito da Polícia Federal concluiu que a dupla não incorreu em falsidade ideológica, conforme crime previsto no artigo 350 do Código Eleitoral, pois “as doações constavam da prestação de contas dos investigados”.

Em sua decisão, Júlio Praseres considerou que embora não restou caracterizado, ao menos em princípio, a prática de qualquer crime eleitoral, há fortes indícios do delito de peculato e lavagem de dinheiro.

“A doação mesmo que legalmente declarada em prestação de contas de candidatos pode configurar-se em crime de lavagem de dinheiro, situação que, aliás, tem atualmente ocupado amplo espaço no noticiário nacional na cobertura das operações da polícia federal que buscam desvendar casos de corrupção no país”, disse.

A engenhosa estratégia de lavagem do ‘money’ foi reforçada em análise de situação dessa natureza, citada pelo juiz,  do ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal, onde afirma que se os recursos financeiros doados oficialmente a determinado candidato ou a certo partido político tiverem origem criminosa, a prestação de contas “atuará como típico expediente de ocultação ou de dissimulação da natureza delituosa das quantias doadas em caráter oficial oriundas da prática do crime de corrupção”.

Segundo o magistrado, as doações oficializadas da Ires Engenharia podem se enquadrar neste caso diante dos “fortes indícios da ocorrência de desvio de verbas públicas” ,em decorrentes do pagamento de um hospital fantasma no município de Rosário.

Por se tratar de recursos federais destinados ao Sistema Único de Saúde, o juiz Júlio César Lima Praseres declinou de sua competência, determinando a remessa dos autos ao Tribunal Regional Federal da 1º Região, acompanhado da cópia integral dos Processos de Prestação de contas de 2014 de Andrea Murad e Sousa Neto com o registro das doações da empresa parceira de Ricardo Murad.

Leia a íntegra da decisão Aqui

Consórcio de candidatos de Sarney vai trazer para a campanha do Maranhão tudo o que há de pior na política brasileira

JM Cunha Santos – O consórcio de candidatos formado no Maranhão (Roseana Sarney, Eduardo Braide, Roberto Rocha, Maura Jorge, Ricardo Murad etc.) para empurrar a qualquer custo a eleição de 2018 para o segundo turno vai juntar no Maranhão tudo o que há de pior na política brasileira: corruptos e corruptores, racistas disfarçados, xenófobos, fascistas, tiranos resguardados, caluniadores e difamadores, fisiológicos patológicos, extremistas, vendilhões de pesquisas, guardiões das desigualdades sociais, defensores da violência oficial contra os movimentos sociais e manifestações populares, capitalistas selvagens adeptos da regra “o povo que se lasque, desde que eu me dê bem”.

O vampiro Michel Temer já prometeu abrir os cofres para Roseana Sarney. E a filha dileta de seu guru se apossou do Fundo Partidário e exige que o império midiático que comanda ao lado de Edison Lobão aniquile a imagem do governador Flávio Dino. Propõe, assim, uma devastação moral para a qual não tem nenhuma base, pois trata-se, afinal, do governador Flávio Dino, respeitado e reverenciado em todo o país pela ética de seu governo e por seu histórico na vida pública. Vão, portanto, transformar a campanha num festival de calúnias, difamações, baixarias de toda ordem, enquanto não olham para os próprios rabos, sujos por um maremoto de denúncias de corrupção que vem, inclusive, do próprio Supremo Tribunal Federal e da Procuradoria Geral da República, envolvendo Lobão e José Sarney.

O Maranhão não é mais um feudo eleitoral da família Sarney e isso os desconecta. Aliás, o Maranhão não é mais feudo político de ninguém, pois que a ação democrática, o surpreendente número de obras nas mais nobres áreas da administração, driblando a crise econômica, a proximidade com os mais diversos estamentos sociais e o alto grau de transparência do governo Flávio Dino acabaram por criar um alinhamento ideológico no seio do eleitorado maranhense. Que não quer permitir o retorno da direita corrupta, do fisiologismo patológico, dos privilégios de meia dúzia em detrimento de um povo que os Sarney, durante 50 anos, atolaram em areias movediças, muito abaixo da linha de pobreza, enquanto se entregavam à esbórnia da lagostagem, das obras falsas (Refinaria Premium I) fantasmas e eleitoreiras, dos superfaturamentos e das negociatas com licitações.

Se pensam o contrário, ninguém esqueceu o que fizeram nas secretarias de Saúde e da Fazenda do Maranhão: um bilhãozinho pra cá, outro bilhãozinho pra lá e tome porre! Agora na mesa de figuras excrescentes como Michel Temer, Jair Bolsonaro e outros golpistas como o próprio Sarney, dispostos a tudo para tomar ou se manter no poder no Brasil e querendo levar nessa enxurrada o Maranhão.

Resistência Araiosense

Geradores de emprego e renda da zona rural de Araioses  nem estradas de qualidade tem para escoar suas produções

Depois do fracasso histórico, no qual se transformou a gestão do prefeito Cristino Araújo, o que mais se questiona no meio político composto por pequenas lideranças políticas araiosenses é o que vamos fazer agora.

Afinal, o processo pelo qual Cristino foi eleito é o que se pode chamar de o mais correto, o ideal, já que para ele chegar ao poder não foi necessário gastar verdadeiras fortunas como seus concorrentes fizeram, onde entre eles teve quem gastou não dele, mas do povo araiosense, uma boa penca de milhões de reais.

Cristino conseguiu colocar toda a classe política de Araioses sob a suspeita do descrédito, que se olha para um lado e para outro e não se consegue identificar algo que encoraje a acreditar novamente que há uma saída política para tirar Araioses e seu povo do fundo poço que foi jogado por sucessivas gestões desastrosas e criminosas ao longo dos últimos anos.

Essa descrença é mais profunda no seio dos seguimentos rurais, dos homens e mulheres do campo, os que mais sofrem e mais prejudicados são por essa política nefasta de abandono, na qual foi jogado esse povo trabalhador.

Todos são atingidos sem escapar ninguém, que vai do trabalhador rural aos produtores de alimentos que geram emprego e renda e que nem estradas têm para escoar o que produzem.

É desse seguimento – do Povo do Campo – que começa a tomar forma um movimento que quer inverter o papel histórico no qual sempre foram submetidos, que foi o de apoiar a colocar no poder políticos que assumiam compromissos com as regiões, mas que, infelizmente depois de eleitos, como que atacados de amnésia agem como quem se esqueceu de tudo.

Embora essa força que já se manifestará nas eleições deste venha do campo, todos os araiosenses sejam da cidade ou dos povoados estão convidados a participar da Resistência Araiosense.

Sejam bem vindos!

Chegou a Araioses a internet que você sonhava a ULTRANET – internet de alta velocidade

Já está operando em Araioses a ULTRANET – internet de alta velocidade com alto padrão de qualidade.

A empresa foi fundada para atender a falta de opções de qualidade no acesso à Internet que imperava em Araioses, com uma empresa focada no provimento de Internet Banda Larga.

Trabalhando sempre com foco na qualidade dos seus serviços e atendimento diferenciado a cada um de seus clientes, a empresa busca através de investimento contínuo em sua estrutura e monitoramento constante, oferecer uma relação de confiança com seus parceiros.

Agora só depende de você para ter em sua casa ou em seu estabelecimento comercial a internet que estava faltando em Araioses.

Ligue agora e adquira a sua pelo celular (98) 98818-9569

“Foi uma benção nas nossas vidas”, dizem mães sobre o serviço Travessia

Monica e o filho João. Travessia foi uma ‘benção’, diz ela

Quando a van do Travessia chega perto de casa, elas prontamente se posicionam e, com os filhos já preparados, seguem acompanhando as viagens em busca da saúde e qualidade de vida. Acompanhantes nos veículos, nas consultas e disponíveis em tempo integral, as mães de usuários do serviço de transporte para pessoas com deficiência física e visual, criado pelo Governo do Maranhão, contam que o projeto ajudou muito as suas vidas.

“É tudo para nós. O Travessia foi um projeto que Deus colocou na nossa vida, uma benção”, diz Marilde Ferreira de Sousa, dona de casa e “mãe da Márcia”, como se definiu. A filha, que perdeu os movimentos das pernas por conta de depressão e ataques epilépticos, luta pela recuperação; e Dona Marilde acompanha tudo de perto.

“Não trabalho, cuido dela. É o bebê da nossa casa, o amor da nossa vida”, conta ela, que acompanha a filha de duas a três vezes em sessões de fisioterapia e hidroginástica. 

Nos dias do Travessia, Marta e João contam com apoio fundamenta

Mônica Lopes da Silva, dona de casa e mãe do João, de 11 anos, também sempre está ao lado do filho nas consultas regulares ao nefrologista e fisioterapeutas. “Meus filhos são minha vida. Meu sustento. Quando a gente se torna mãe, os filhos da gente se tornam a vida da gente”, declara.

Desde uma queda há 5 anos, que atingiu o cérebro da criança, João precisa de acompanhamento médico regular, e o transporte era um dos desafios para Mônica: “Facilitou demais. É uma benção. A gente precisa muito e nem todas as famílias tem condição de pagar um táxi e é muito difícil pegar ônibus”.

Marta Telles Sousa também concorda: “Quando não é dia do Travessia, eu tenho que empurrar a cadeira daqui de casa até o Monte Castelo, o ônibus demora, a gente chega atrasado lá no Olho D’Água, na fisioterapia”.

Mãe do João Telles, de 17 anos, Marta mora no bairro da Liberdade e tem que superar ladeiras e a distância até a parada de ônibus mais próxima. O filho precisou da cadeira de rodas após um câncer no cérebro descoberto no ano passado. De lá para cá o Travessia tem sido um aliado na tarefa de levá-lo para a reabilitação: “Facilitou demais”.

Travessia

Criado em 2016, o serviço Travessia foi uma importante conquista para pessoas com deficiência. Cadeirantes e cegos têm acesso a transporte adaptado e gratuito em São Luís e Imperatriz.

Na capital, há uma modalidade do serviço voltada para crianças com microcefalia e outras doenças neurológicas; e até agora o Travessia já fez mais de 35 mil viagens. Já são mais de 1.500 usuários cadastrados no Maranhão.

Nos próximos meses outros seis municípios também receberão o serviço. Serão as cidades de Pinheiro, Bacabal, Presidente Dutra, Caxias, Timon e Açailândia.

Por Izabella Silveira

Fotos: Carlos Pereira

Fonte: Secap

OPINIÃO – Pré-candidatura de Roseana Sarney agoniza

Robson Paz – A 90 dias do fim do prazo de registro de candidaturas para as eleições de 7 de outubro, um mar de incertezas ronda a oposição sarneysista sobre o candidato que enfrentará o governador Flávio Dino na disputa pelo governo do Estado.

Há meses, escrevi neste espaço que o embate entre o governador Flávio Dino e a ex-governadora Roseana Sarney é improvável. Tese que se consolida à medida em que se aproxima o pleito.

A razão é simples. Sem apoio popular, político e aliada de Michel Temer, presidente mais rejeitado do país pós-ditadura, Roseana Sarney aposta as últimas fichas no poderio midiático do clã. E partiu para um festival de ataques Fake news ao governo Flávio Dino. Tentaram transformar em escândalo e envolver o governo no suicídio do médico Mariano Castro; no suposto monitoramento de políticos e a nomeação legal de capelães da Polícia Militar. Com baixa credibilidade e nenhum amparo na realidade, as investidas midiáticas da oposição sarneysista fracassaram, conforme atestam pesquisas.

A rejeição experimentada nas andanças pelo interior fez a emedebista recuar das aparições públicas. Aos defensores da candidatura de Roseana Sarney resta torcer por um ‘inusitado’ escândalo envolvendo o governo. Uma espécie de novo ‘Reis Pacheco’ para dar o mínimo de oxigênio ao projeto sarneysista de voltar ao poder. Chances remotas se considerarmos que o governo Flávio Dino se destaca como o mais eficiente do país, combate a corrupção e cuja transparência e controle dos gastos públicos saltou de zero para dez na escala da CGU (Controladoria Geral da União).

E na ausência de Roseana Sarney, qual será o posicionamento do clã? Apoiar Roberto Rocha? Estimular a candidatura de Eduardo Braide? Nenhuma coisa, nem outra. Ser a segunda força política do Estado não é a pior situação dos mundos. Menos ainda considerando que daqui a quatro anos haverá novo embate pelo governo e este não terá como candidato o governador Flávio Dino.

Por isso mesmo, Sarney não pensa na hipótese de transferir o espólio. Sabendo disso, o deputado estadual Eduardo Braide anunciará, nas próximas semanas, sua candidatura a deputado federal. Manterá, assim, o projeto de disputar a prefeitura de São Luís em 2020.

Pois bem, e o que faria o grupo Sarney? A prioridade do clã é eleger um senador. Com o olhar voltado para a eleição de 2022. A evidência aponta para a candidatura de Sarney Filho (PV). Mas, este poderá ser uma vez mais sacrificado e ceder a vaga para a irmã.

Qual seria a justificativa e quem substituiria Roseana Sarney? A explicação já começou a ser ensaiada. Roseana só aceitaria ser candidata ao governo no comando do MDB. Proposta, de pronto, recusada pelo senador João Alberto. Com a desistência de Roseana Sarney resta como alternativa a candidatura do fiel escudeiro de Sarney, João Alberto. Candidatura que cumprirá a tarefa de manter minimamente coeso os 25% orgânicos do grupo.

Aos demais candidatos do consórcio sarneysista restará resignarem-se à condição de linha auxiliar do projeto coronelista. E Flávio Dino segue com amplo favoritismo para conquistar o segundo mandato.

Robson Paz – Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

IBGE desmente farsa da “volta do emprego”: 27,7 milhões desempregados no governo Temer

Na segunda-feira (14), durante cerimônia para celebrar o que chamou de “grandes feitos” de seu governo em dois anos, Michel Temer enalteceu a reforma trabalhista chamando de conquista dos trabalhadores e disse que o emprego estava de volta. Mas a realidade desmontou a farsa de Temer. Dados de uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que falta trabalho para 27,7 milhões de brasileiros.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) trimestral e mostram como está o Brasil real, após o golpe de 2016. Segundo o levantamento, a taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,7% no 1º trimestre de 2018, a maior da série histórica da PNAD Contínua, iniciada em 2012. O contingente de subutilizados também é o maior já registrado pela pesquisa.

Os dados se referem aos trabalhadores desempregados, aqueles que estão subocupados (menos de 40 horas semanais trabalhadas) e os que fazem parte da força de trabalho potencial (não estão procurando emprego por motivos diversos).

A taxa de desemprego no país subiu para 13,1% no 1º trimestre, atingindo cerca de 13,7 milhões de brasileiros, sendo que os principais atingidos são negros e mulheres. Segundo a pesquisa, a taxa de desemprego dos que se declararam brancos ficou em 10,5% no 1º trimestre, abaixo da média nacional (13,1%), enquanto a dos pretos (16,0%) e a dos pardos (15,1%) ficou acima.

E mesmo as mulheres sendo a maioria na população em idade de trabalhar (52,4%), a taxa de desocupação no 1º trimestre foi de 11,6% para homens e de 15% para mulheres. Segundo o IBGE, o nível da ocupação dos homens no 1º trimestre ficou em 63,6% e o das mulheres, em 44,5%.

Falta de perspectiva

Os efeitos das precarização do emprego por conta da reforma trabalhista já aparecem no levantamento do IBGE. Segundo a pesquisa, na comparação com o 1º trimestre do ano passado, o número de trabalhadores subutilizados, ou seja, aqueles trabalham menos de 40 horas por semana, porque não encontram emprego com jornada mínima, aumentou em 1,1 milhão.

Já o número de desalentados (pessoas que desistiram de procurar emprego) passou de 4,3 milhões no último trimestre de 2017 para 4,6 milhões de pessoas no 1º trimestre, um aumento de 512 mil, o que revela a falta de perspectiva do trabalhador brasileiro. Vale destacar que esse ´o maior índice registrado desde 2012, quando iniciou a pesquisa.

“A população desalentada é definida como aquela que estava fora da força de trabalho por uma das seguintes razões: não conseguia trabalho adequado, ou não tinha experiência ou qualificação, ou era considerado muito jovem ou idosa, ou não havia trabalho na localidade em que residia – e que, se tivesse conseguido trabalho, estaria disponível para assumir a vaga”, explica o IBGE.

Do total de desalentados do país, 60,6% estavam no Nordeste (2,8 milhões e pessoas). Entre as unidades da federação, os maiores contingentes estavam na Bahia (805 mil) e Maranhão (430 mil).

Fonte: Portal Vermelho

Pesquisa estimulou Roseana a decidir por candidatura

John Cutrim – Uma pesquisa contratada pelo grupo Sarney estimulou Roseana a decidir por sua candidatura ao governo do Maranhão.

Os números – não se sabe se manipulados para convencer a filha de Sarney – foram apresentados a ela assim que chegou dos Estados Unidos, onde acompanhava a mãe, Dona Marly Sarney, que passou por um procedimento cirúrgico.

Outros fatores que pesaram na decisão de convencer Roseana foi a garantia dada pelo pai, José Sarney, de que terá a estrutura federal a seu favor na campanha (o oligarca esteve em Brasília conversando com o presidente Michel Temer) e também recursos garantidos para investir na eleição com o controle do MDB e do fundo partidário.

Uma grande reunião com a presença de José Sarney, Roseana, Zequinha, Lobão, João Alberto está marcada para segunda-feira com o objetivo de definir as próximas estratégias de campanha.

Filho do prefeito de Araioses que estava preso já está solto

A caminhoneta modelo L200 Triton, com sua placa adulterada foi apreendida 4 km após passar pelo posto da PRF de Piripiri/PI

Por volta das 10 da manhã de quarta-feira (16) estava eu a caminho de São Luís, quando recebi o telefonema de um amigo, dando-me conta da prisão do médico Cristino Gonçalves de Araújo Filho, fato ocorrido as 16:00 h do dia anterior.

O médico em questão é filho do prefeito de Araioses e o motivo de sua prisão teria sido por tráfico de drogas.

Confesso que o fato em si não me deu nenhuma satisfação, muito pelo contrário. A cachorrada que seu pai fez comigo esta feita e faz parte de um passado que jamais esquecerei, mas não me dar o direito de me alegrar com os infortúnios que ele venha a ter.

Droga e balança de precisão encontrada com Cristino Filho e seu amigo Alípio Nogueira. O blog não conseguiu registro de imagens do dinheiro apreendido

O caso em si me faz sentir pena do pai e da mãe de Cristino Filho que foi preso juntamente com seu amigo Alípio Nogueira.

Em poder dos dois foi encontrada uma balança de precisão, droga do tipo Skank (maconha) e R$ 33,600 mil em espécie, valor que eles alegram ser produto da venda de um veículo Apolo ano 2014.

Os dois já foram soltos (ontem) por determinação da juíza Dra. Luciana Cláudia Medeiros de Souza – Juíza de Direito Substituta da Comarca de Piripiri/PI, mediante uma série de condições.

O montante de dinheiro e a balança de precisão encontrada com eles não prova que são traficantes de drogas, pelo menos no que diz respeito ao filho do prefeito de Araioses.

A dupla – Cristino e Alípio – gosta de ostentação e fazem questão de publicar os registros nas redes sociais

Os dois assumiram que são usuários de drogas e isso parece ser verdade mesmo. Quanto aos R$ 33,600 mil em espécie encontrados na mochila de Cristino Filho, não creio ser fruto da venda de um carro, como foi alegado.

Esse veículo – um Apolo 2008 – ao que se sabe foi vendido com pagamente parcelado há bastante tempo a um mecânico daqui de Araioses. Outro fato que desmente a versão de Cristino Filho é valor de mercado desse carro, que não chega a metade do valor encontrado em poder do filho do prefeito.

Esse dinheiro que Cristino Filho foi pegar em Teresina é fruto de propina do esquema de desviar dinheiro público de Araioses, pelo menos  é o que se diz em todas as rodas de conversa que abordam o assunto na cidade.

O que poderá ter ocorrido

Após a prisão os dois divulgaram foto que reafirma a grande amizade que existe entre eles e no sorriso duplo que ostentam, nenhum sinal de arrependimento

Diante das informações que chegaram ao conhecimento do povo até agora, já se faz até uma versão do que possa ter ocorrido.

Cristino Filho foi com seu amigo a Teresina teria ido pegar o dinheiro (propina) em uma distribuidora de remédios daquela cidade.

De posse desse resolveram passar em uma boca de fumo – local onde vendem drogas – para comprar maconha. Porém entenderam que deveriam fazer algo para que o veículo no qual eles andavam não fosse identificado e foi aí que resolveram dobrar a placa da caminhoneta modelo L200 Triton de cor branca, a mesma que foi usada na campanha do então candidato Cristino Gonçalves de Araújo, que seria de propriedade de um irmão dele que mora e desenvolve suas atividades em Piripiri.

Bastante “chapados”, pois a essa altura já teriam feito uso do produto comprado, se esqueceram de ajeitar a placa da Triton e rumaram de volta a Parnaíba.

Esse detalhe chamou a atenção dos policiais rodoviários de ferais que estavam de plantão no posto da PRF de Piripiri, que resolveram ir à captura do veículo, fato ocorrido distante 4 km depois.

Sobre o que levou Cristino Filho a essa vida bem diferente do que seus pai imaginaram para ele também não é tão difícil de se entender.

Mas isso fica para depois.

Boeing 737 cai após decolar de Havana, Cuba, diz imprensa local

Jornal do Brasil

Um Boeing 737 que decolou de Havana, Cuba, caiu. A informação é da imprensa local.

De acordo com jornalistas cubanos, a aeronave, da companhia Cubana de Aviación, decolou do Aeroporto Internacional José Martí de La Habana e caiu cinco minutos depois.

De acordo com um radialista cubano, 113 pessoas estavam a bordo. Segundo o periódico Granma, três pessoas sobreviveram. O voo CU972 cobria a rota Havana-Holguín. Holguín fica no leste de Cuba, a aproximadamente 800km de Havana. A cidade tem 350 mil habitantes.

Aeronave caiu entre Boyego e Santiago de Las Vegas, dentro de Havana – Foto: Adalberto Roque/ AFP

“Ocorreu um lamentável acidente de avião. Segundo a companhia, o avião transportava 104 passageiros e nove tripulantes. As notícias não são alentadoras, parece que há um alto número de vítimas”, afirmou o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, ao chegar no local do acidente.

De acordo com a CNN, bombeiros já estão no local tentando conter as chamas. A aeronave caiu perto de Santiago de Las Vegas. O avião teria sido arrendado pela Cubana de Aviación. A tripulação, inclusive, é estrangeira.