Maior convenção da Assembleia de Deus declara apoio a Bolsonaro em 2022

Por Falando Verdades

As Igrejas evangélicas e seus interesses políticos agora escancarados, a Assembleia de Deus, que abriga entre seus líderes, Silas Malafaia, declara apoio aberto e direto á Jair Bolsonaro em 2022. Outro líder da Igreja decidiu escancarar apoio a Bolsonaro, na convenção das Igrejas da Assembleia, a luta meus caros será dura.

A edição da Assembleia geral ordinária CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil), que reúne as igrejas da Assembleia por todo Brasil, mostrou apoio e afinamento com o atual governo Bolsonaro, que tanto penaliza os pobres e a classe média.

Um dos líderes máximos da Assembleia, o José Wellington Bezerra da Costa, declarou apoio a Jair Bolsonaro.

Em sua fala, Wellington deixou claro que Bolsonaro é “o nosso pré-candidato” e que o “Deus a quem ele honra com certeza o honrará no próximo mês de outubro”, mês das eleições de 2022. Além disso, declarou que a cúpula da convenção espera que Jesus Cristo dê vitória ao candidato do PL ainda no primeiro turno.

O que confirma o alinhamento de Igrejas ao projeto de poder de Jair Bolsonaro e da bancada evangélica, interesses sobretudo econômicos, de expansão política e de influência.

“O Deus a quem ele honra com certeza o honrará no próximo mês de outubro, no dia da eleição geral”, afirmou o líder da CGADB, complementando: “O senhor é o nosso pré-candidato, mas esperamos que no mês de outubro, para envergonhar o Diabo, para dizer àquela gente que não gosta dos crentes, que Jesus Cristo, o Senhor, dará a este homem a vitória no primeiro turno, se Deus assim permitir”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.