Alckmin acerta filiação ao PSB e deve ser confirmado vice de Lula

Geraldo Alckmin deixou o PSDB após 33 anos. Foto: NELSON ALMEIDA (AFP)

Por Victor Dias/DCM

Nesta segunda-feira (07), o ex-governador Geraldo Alckmin acertou a sua filiação ao PSB, durante encontro com o presidente da legenda, Carlos Siqueira, em São Paulo. A próximo passo agora deve ser a confirmação de que ele será vice de Lula nas eleições 2022.

Siqueira confirmou a informação ao blog de Andréia Sadi no G1, após encontro nesta manhã com o ex-tucano. “Ficou acertado que ele entra no PSB, só falta agora a data da filiação. A conversa foi excelente”, disse. Segundo ele, Alckmin vê a filiação à sigla como “o caminho natural”.

De acordo com Siqueira, independentemente de federação com o PT, o ex-governador irá para o PSB e, se Lula oficializar, será o vice do ex-presidente na chapa presidencial. “Ele vai ser o vice se Lula confirmar o convite. No PSB, está acertada a sua filiação”.

Alckmin e Lula

No PT, já é dado como certo que Alckmin será o candidato a vice do ex-presidente Lula na disputa ao Palácio do Planalto deste ano. Lula, aliás, não participou do encontro do PSB com Alckmin nesta segunda. O ex-presidente está retornando para o Brasil do México, onde cumpriu agenda na semana passada.

O ato de filiação ocorrerá até o dia 2 de abril. Essa é a data limite fixada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para quem pretende concorrer a algum cargo nas eleições de outubro. Lula lidera a corrida eleitoral com chances de vencer no primeiro turno, segundo as mais recentes pesquisas eleitorais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.