Debandada geral

Debandada geral, debandada geral

Debandada geral, lá vou eu, lá vai você

Lá vamos nós

Todo mundo vai em frente

Vai em frente sem voltar

Quem sair está com tudo

Quem ficar está com nada

Cristino a cada dia mais isolado

Os versos acima são da música Debandada Geral gravada pelo cantor pernambucano Paulo Diniz em 1971. Fez na época um enorme sucesso, mas sua letra continua atual quando se quer ilustrar uma situação como vive o prefeito de Araioses Cristino Gonçalves agora.

À medida que se aproxima o fim de seu governo cada vez fica mais só, pois seus amigos de todas as horas não eram tão amigos assim e tratam de debandar para situações mais atraentes que reluz um futuro promissor.

Nada demais, pois Cristino só está colhendo o que plantou, pois ao não fazer um bom governo e boas escolhas inviabilizou seu projeto de reeleição, e ninguém quer morrer em pé junto a ele que nem carnaúba.

Como diz o dito popular da língua portuguesa Rei morto, rei posto e é o que vai ocorrer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *