Advogados querem que investigação contra Deltan Dallagnol seja conduzida pelo STF

Procurador Deltan Dallagnol (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

247 – Advogados ligados ao grupo Prerrogativas vão ao STF contra o arquivamento, no Conselho Nacional do Ministério Público, de pedido de investigação sobre a conduta de Deltan Dallagnol ao criar fundação para que a Lava Jato gerisse R$ 2,5 bilhões recuperados pela Petrobras.

O corregedor do CNMP, Rinaldo Lima, isentou Dallagnol, entre outros fatores, por considerar que o processo se baseava em diálogos divulgados pelo The Intercept, tidos por ele como ilegais. A informação é do Painel da Folha de S.Paulo.

O site The Intercept revelou não apenas esta irregularidade cometida por Dallagnol, mas muitas outras que demonstraram uma coduta irregular do procurador à frente da Lava Lato.

Os advogados avaliam que o CNMP é excessivamente corporativista e que o caso deve ser investigado pelo próprio Supremo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *