Integrantes da bancada do PTB reclamam que partido nunca deveria ter desistido do nome de Pedro Fernandes

Jorge Vieira – A ingerência do oligarca José Sarney no veto ao nome do deputado federal Pedro Fernandes (PTB) para o Ministério do Trabalho continua gerando mal-estar entre a bancada petebista e o presidente Michel Temer.

O vídeo em que a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) aparece comentando as denúncias contra ela na Justiça Trabalhista agravou o quadro entre parlamentares do PTB, que já estavam incomodados com a insistência do presidente nacional do partido, Roberto Jefferson – pai de Cristiane-, na indicação da parlamentar para comandar o Ministério do Trabalho.

Um dos mais experientes deputados da legenda considerou que Cristiane deveria se manter longe do foco público enquanto aguarda a definição sobre sua posse — que aguarda posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Integrantes da bancada do PTB reclamam que o partido nunca deveria ter desistido do deputado Pedro Fernandes para o cargo de ministro, que teve nome vetado por ser adversário político do ex-presidente José Sarney na política do Maranhão.

O partido também aguarda a manifestação final da Justiça para ver os próximos passos. “A divulgação desse vídeo foi muito ruim. Ela não apareceu com a postura de uma ministra”, disse um parlamentar.

O Ministério do Trabalho já passa de um mês sem comandante por culpa dos caprichos e perseguições de José Sarney. Pior para o governo Temer, que coleciona ainda mais escândalos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *