Igor Lago: Flávio Dino foi eleito pelo cabresto

Igor Lago

Igor Lago

Em entrevista ao blog do Robert Lobato, o filho do saudoso ex-governador Jackson Lago, o médico Igor Lago, faz uma distinção da liderança histórica do pai e da suposta liderança de Flávio Dino na oposição maranhense.

“Jackson era um líder popular e democrático, formado na luta social. Já Flávio Dino foi eleito pelo cabresto, pela caneta, pela máquina do então governador Zé Reinaldo”, disparou o médico.

Igor Lago comentou que o pupilo do ex-governador Zé Reinaldo, o chefão do comunismo no Maranhão, Flávio Dino, só desenvolveu um bom mandato como deputado federal nas notinhas de jornais, supostamente, pagas para elogiar a atuação do então parlamentar.

Na realidade o desempenho não passou de engodo.

“E o que fez [Flávio Dino] como deputado? Ficou a serviço das corporações jurídicas, nada mais. E teve um papel lamentável naquele episódio da “reforminha eleitoral”, da janela da fidelidade e da polêmica regulação da internet”.

Com relação ao seu atual posicionamento político contra o grupo Sarney, Igor Lago questiona:

Flávio Dino “Não denunciou o sarneyísmo e os indicadores sociais. Chega a nos fazer pensar que descobriu a miséria maranhense somente agora… É preciso lembrar que foi candidato a prefeito de São Luís com o apoio do grupo Sarney em 2008, como já tentara ser em 2004. E o que fez após perder a eleição apesar do apoio das máquinas federal, parte da estadual e municipal, além do apoio dos Sarneys? Não reconhece a derrota e entra com processo de cassação contra mandato do vencedor [trata-se do ação movida por Flávio Dino contra a eleição do prefeito João Castelo em 2008]”.

FlavioJuliaoWeverton-300x161Desmentindo Flávio Dino, que disse recentemente numa reunião do PDT em Imperatriz, quase chorando, ao lado de Weverton Rocha (foto ao lado), que foi um dos árduos defensores de Jackson Lago, no processo de cassação do seu mandato, Igor Lago desmonta a farsa numa contundente declaração recheada de questionamentos:

“E, já que é da área jurídica, como se comportou, politicamente, durante o processo de cassação do mandato do governador? Fora o episódio que atuou em benefício próprio e de seu aliado de Caxias, nada. Zero. Nulo. Foi um deputado omisso, não deu uma declaração pública, não fez um único discurso de um minuto sequer na Câmara dos Deputados para denunciar aquela violência contra a democracia, contra o governador eleito legitimamente…Não escreveu uma linha nos seus artigos de quarta-feira no prestigiado Jornal Pequeno. Onde estava? Que fazia?”.

Igor Lago ainda dispara:

“Creio que não sou o único a achar que o senhor Flávio Dino foi desleal. Muitos maranhenses foram testemunhas das falas e insinuações dos candidatos a governador Flávio Dino, e a senador, José Reinaldo, em relação à candidatura Jackson Lago. A ambição era e é tão grande que nem respeitaram a biografia de um lutador social, num momento difícil de sua vida. Combateram-no o tempo todo, maltrataram a sua candidatura até o dia da eleição. Foi o vale-tudo! E fizeram tanto mal à candidatura Jackson que acabaram com a possibilidade de segundo turno previsto desde o início da campanha. O hilário, para não dizer quão triste, é que eles e a ‘classe política’, agora, tentam até desmentir, apagar essas atitudes reprováveis. Os interesses antes de tudo!”

Igor Lago ainda faz uma avaliação sobre a cria política de Flávio Dino, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, mais conhecido como Holandinha:

“Creio que são os primeiros nove meses mais frustrantes de uma administração em São Luis. A chamada mudança, a tão propagada renovação, parece ainda não ter começado”.

Com informações do Gazeta da Ilha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.