Se a oposição de Araioses não é cega ela critica por criticar

A oposição de Araioses que está sendo turbinada por Neto Carvalho, prefeito de Magalhães de Almeida e incentivada pela ex-prefeita de Araioses Luciana Trinta, estão procurando passar uma imagem ao povo de que a administração da prefeita Valéria do Manin estaria muito ruim, estaria um caos.

Lógico que isso não é verdade, pois o que vemos é que muita coisa já foi e está sendo feita, mesmo em tão pouco tempo. Tentam passar uma imagem de que todas as pendências – algumas com muitos anos de duração: frutos do descaso de vários administradores que antecederam a jovem prefeita – já deveriam estar solucionadas a essa altura.

Quem mais tem essa postura de criticar por criticar é o vereador Wilson Miranda (PSDB) que atira em todas as direções e a vereadora Jacira Pires (PSD), porém essa de forma mais moderada e presente somente agora, pois em que pese sua situação de está exercendo o terceiro mandato, antes ela não era tão cobradora dos gestores sobre suas demandas.

Wilson Miranda é um caso a parte. Enquanto a vereadora Jacira Pires faz suas críticas e cobranças com elegância e moderação, Miranda é uma explosão de descontrole emocional. O homem grita, esbraveja fica como um possesso e mistura seus ataques, ora em direção à prefeita Valéria do Manin, ora em direção de seus desafetos: aqueles que não engolem suas palavras como sérias e verdadeiras e externam isso ao público.

É um parlamentar incoerente, mentiroso e não é sério como tenta fazer alguns incautos acreditar. Também tem muita coisa, nada recomendável, dizem, sobre sua gestão como diretor do departamento pessoal da Prefeitura no desgoverno de Pedro Henrique (2001/2004) que não é de conhecimento público e em Parnaíba/PI não é tão difícil encontrar quem queira falar de certos procedimentos, que ele adotava para forçar acordos entre patrão e empregado, como dirigente do sindicato dos comerciários daquela cidade.

A crítica construtiva faz um bem imensurável a um administrador da coisa pública. Valéria do Manin sabe que é prefeita, mas não é perfeita e como comanda uma equipe, ela sabe mais ainda que algum membro dessa pode cometer algum erro na forma de conduzir o que está sob sua responsabilidade.

Então ela não ver uma crítica construtiva como algo ruim, porém o que esses críticos de seu governo estão fazendo é tentar confundir a opinião pública. Cobram a solução de problemas que não houve tempo de serem resolvidos e não veem o que de bom já foi feito e está beneficiando o povo.

Entre muitos desafios estão o de superar o problema de água na cidade e povoados, o caso da saúde do município que ela pegou na UTI e as estradas vicinais intrafegáveis são os mais difíceis e urgentes.

Sobre o problema da água: se a prefeita tivesse esquecido todos os demais e cuidado somente dele, ainda tinha muito lugar sem o líquido precioso para beber regularmente. Da mesma forma ela também não tinha construído e reconstruído todas as estradas em tão pouco tempo, mesmo que só tivesse se dedicado a isso.

A saúde pública de Araioses está muito longe de ser o que a prefeita Valéria do Manin gostaria que fosse, mas já melhorou muito, pois antes não tinha atendimento médico e muito menos remédios para os pacientes. Agora tem médicos e remédios todos os dias.

A deficiência maior nesse setor se deve ao fato da omissão dos gestores que antecederam a prefeita e permitiram que o único hospital do povo de Araioses fosse primeiramente interditado parcialmente – fato ocorrido na gestão de Pedro Henrique – e depois fechado por completo pela ex-prefeita Luciana Trinta.

O papel da oposição não é só criticar por criticar, mas também reconhecer o trabalho que já foi feito e o que está sendo realizado. Dizem: “que o projeto que for para o bem do povo e da cidade nós aprovamos”. Então por que eles fugiram do Plenário da Câmara (reveja aqui) para não aprovar a doação de um terreno da prefeitura para o TRE construir o Fórum Eleitoral de Araioses?

Uma obra que vai gerar emprego e renda e ainda melhorar a imagem da cidade e de seu povo, não merecia o aprovo de quem diz que o quê for bom para o povo e para cidade eles aprovam?

A oposição é tão cega que ainda não viu que Araioses não é mesmo município quebrado e abandonado por Luciana Trinta e outros?

Outra voz da oposição é da do vereador Manoel de Polo. Este antes de tomar posse já mostrava disposição de criticar por criticar e só foi candidato na coligação de Valéria do Manin porque foi nela, que ele encontrou todas as condições de fazer uma campanha de vereador como se fosse de prefeito.

Talvez já treinando para fazer isso de verdade em 2016.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.