Professores não aceitam municipalização do Humberto de Campos

Faixa em frete do Humberto de Campos em Araioses mostra posição dos professores

A reunião entre professores e direção do Colégio Humberto de Campos com o gestor de educação de Chapadinha Janio Rocha Aires Teles marcada para este sábado não aconteceu. Apenas os professores estiveram lá, mas a diretora da escola Maria Salete Gomes dos Santos, que também é a secretária de educação de Araioses e muito menos o gestor não compareceram. O encontro era para saber como vai ficar a situação dos professores com a municipalização do Humberto de Campos, que ao que parece é um fato consumado.

O colégio tinha cinco turmas do ensino médio que foram remanejadas para o Ateneu. Os professores não sabem onde vão trabalhar, pois souberam que a governadora Roseana Sarney baixou um decreto municipalizando o Humberto de Campos. A informação foi dada aos professores por Sâmia Moreira, esposa de Neto Carvalho, prefeito de Magalhães de Almeida, que tem cargo na SEDUC. Com essa medida eles acreditam que alguns vão ficar em Araioses e outros podem ser remanejados para os anexos do Colégio Ateneu que funcionam em Carnaubeiras e Canárias.

O estado de revolta dos professores do Colégio é muito grande. Eles demonstram grande amor pela escola, a única do Estado dentro da cidade e agora sem nenhuma satisfação, sem nenhuma explicação eles tomam conhecimento que a escola vai ser municipalizada. Ao falar para a reportagem eles disseram que estão a procura de um deputado para levar ao conhecimento dele a gravidade da situação para ver se ainda há tempo de fazer alguma coisa.

Comentam que essas mudanças, que estão havendo nas escolas de Araioses é fruto de um entendimento entre a governadora Roseana Sarney e Luciana Trinta, prefeita de Araioses. No caso do Humberto de Campos, esse seria municipalizado e a escola do povoado Placa de Araioses, distante 25 km da cidade, que é do município passaria para o estado.

Quem perde e muito com tudo isso é a educação de Araioses que por nunca ter sido levada a sério está cada vez pior.

Professores esperam o gestor que não apareceu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.