Governo gasta R$ 123 milhões com publicidade e apenas R$ 39 milhões com agricultura

Blog do Luis Cardoso

O Governo do Estado do Maranhão nunca deu prioridade ao setor agropecuário. Entra governo e sai governo, o setor sendo desprezado.  Prova disto são os números magros no investimento ao longo dos últimos três anos.

Em 2009, por exemplo, a parte que coube ao setor R$ 12.806.477,68. Em 2010  a governadora Roseana Sarney de um pequeno acréscimo de pouco mais de 10%: foi para R$ 15.699.666,10. No ano seguinte, em 2011, foi pior ainda, descendo para R$ 10.450.420,54. Ou seja: em três anos foram investidos apenas R$ 39.450.420,39.

No entanto, nos gastos com publicidade e promoção pessoal, o governo investiu bastante. Em 2009, torraram nada menos que R$ 47.746.486,55. Já no ano seguinte, o orçamento da Secom (Secretaria de Comunicação Social) obteve do bolo R$ 32.064.986,65. No ano anterior, 2011, os valores gastos chegaram a R$ 43.461.535,00, perfazendo um total de R$ 123.272.948,20.

Como se observa, o governo gastou quatro vezes mais em publicidade e promoção pessoal do que com a falida e quase morta agricultura. O setor ainda teve que dividir a verba com a pecuária e a pesca.

Nunca é tarde lembrar que a maior fatia do bolo publicitário da Secom sempre ficou com o Sistema Mirante de Comunicação, que tem Roseana sarney como uma das suas proprietárias. Ou seja: paga com uma mão e recebe do outro lado do balcão com a outra.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.