Patrícia Campos Mello vence processo contra Bolsonaro por ofensa e insinuação sexual

Patrícia Campos Mello e Jair Bolsonaro

Por Davi Nogueira, DCM

A jornalista Patrícia Campos Mello anunciou nas redes sociais que venceu, pelo placar de 4 votos a 1, uma ação no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), após o chefe do Executivo insinuar que a colunista da Folha de S. Paulo oferecia sexo em troca de informações.

Em fevereiro de 2020, Bolsonaro afirmou que Patrícia “queria dar o furo a qualquer preço”, depois que ela publicou reportagens mostrando um esquema de financiamento ilegal de disparos em massa a favor do presidente no WhatsApp.

“Ganhamos! Por 4×1, o TJ de SP decidiu que não é aceitável um presidente da República ofender, usando insinuação sexual, uma jornalista. Uma vitória de todas nós mulheres”, celebrou a repórter em post no Twitter.

“Agradeço à brilhante Tais Gasparian e a todos vocês pela mobilização, sem vocês não seria possível”, acrescentou ela, reconhecendo o trabalho de sua advogada.

Pouco antes do julgamento, que teve início na semana passada e terminou nesta quarta-feira (29), a ABI (Associação Brasileira de Imprensa) e a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) divulgaram uma nota em que diziam esperar que o TJ-SP não se dobrasse ao poder político.

“A ABI e a Fenaj estão certas de que não há como enquadrar essa agressão no conceito da liberdade de expressão. Não é do que se trata. É uma ofensa pessoal que busca atingir também os alvos preferenciais da insegurança do agressor”, disseram as entidades na manifestação.

Em março de 2021, Bolsonaro foi condenado a indenizar a repórter em R$ 20 mil por danos morais. A defesa do presidente recorreu pedindo sua absolvição, enquanto a defesa de Patrícia apresentou recurso pedindo que o valor da indenização fosse elevado.

Hoje, o TJ-SP decidiu que Jair Bolsonaro cometeu crime de ofensa à honra da jornalista. O desembargador Salles Rossi foi o único que não enxergou a frase dita pelo presidente da República como de cunho sexual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.