Ilha do Passeio cada vez menor

Pescadores vivem a sina de mudar seus barracos de local quase sempre.

Na maré baixa a Ilha do Passeio avança em longa direção…

Nesse sábado (12) estive mais uma vez no que resta da Ilha do Passeio – uma pequeníssima ilhota – colada na Ilha do Caju, essa sim, um patrimônio de soberba grandeza e referência de preservação ambiental no Delta do Parnaíba ou Delta das Américas, como uns preferem.

Era meu aniversário e escolhi passar o dia com uns amigos pescadores, que mesmo tendo suas residências no Povoado Carnaubeiras ficam lá a maior parte do tempo de suas vidas.

A ilha está cada vez menor devido à ação das marés, que a cada ano modificam sua estrutura territorial.

No passado a ilha já abrigou uma pequena floresta mas agora apenas sinais de que já houve vegetação

Ali também os pescadores que ganham o pão do dia a dia sofrem muito com essas mudanças, pois são obrigados a fazer novos barracos em outros lugares com certa frequência.

Esse problema poderia ser resolvido se eles pudessem fazê-los na encosta da Ilha do Caju, mas isso esbarra numa proibição – sem amparo legal – já continuariam em área de marinha.

Mas há poucos dias a filha da dona da ilha, que é quem agora administra o local chegou a proibir – mas depois voltou atrás – deles pegarem siri na praia, o que chega aos limites de qualquer tolerância.

Está passando da hora de se ter uma solução para que aqueles pescadores possam continuar com o direito de viver em paz e segurança.

Afinal, a Ilha do Passeio está cada vez menor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.