No Maranhão demora mais

O post – Resultado final da eleição de Araioses 2020 – onde eu não opino, apenas relato os fatos relativos à eleição de domingo que elegeu Luciana Trinta para a prefeitura de Araioses, serviu para aguçar o instinto de provocação de uns que logo após fizeram comentários que nada tem a ver com o que foi publicado.

Ignorância ou maldade de quem não consegue conviver com quem diverge de suas opiniões próprias ou de suas preferências pessoais?

O fato de eu dizer que a eleição no que depende do povo está decidida, não quer dizer que eu deva omitir a informações de que há pendências judicias, porém sobre esse assunto apenas informei, mas não manifestei a minha opinião.

O caso que citei que pode ser tratado como candidaturas laranjas no partido de Luciana Trinta (PCdoB) que diz respeito a duas candidatas – Mirian do Baixão e Késsia – que não tiveram votos, certamente os interessados já devem está se movimentando e a justiça é que decidirá, pois essa situação poderá ser entendida como um artifício que foi usado para garantir mais vagas para candidatos homens.

Como as duas estavam envolvidas na campanha e não tiveram votos, tudo indica que trabalharam para outros candidatos ou apenas para um.

Isso vai dar em alguma coisa, vai mexer com o que já foi decidido pelo eleitor nas urnas? Só o tempo trará a resposta.

Para entender melhor a situação que envolve essas duas candidatas, há farto material de pesquisa na internet sobre um caso semelhante ocorrido em Valença do Piauí/PI, na eleição de 2016, onde seis vereadores eleitos naquela cidade foram beneficiados por candidaturas fictícias de mulheres, que não chegaram sequer a fazer campanha eleitoral.

O caso foi decidido por ministros do TSE, por quatro votos a três, que mantiveram a determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Piauí, em sessão realizada na noite do no dia 17 de setembro de 2019.

O caso do Piauí levou quase três anos para ser decido e aqui no Maranhão, qual seria a previsão?

No Maranhão, esse tipo de assunto demora mais para ser resolvido.

Entenda melhor o caso de Valença do Piauí/PI nos links abaixo:

Uso de candidaturas laranja leva a cassação da chapa, decide TSE

TSE decide que candidaturas laranjas levam à cassação de toda a chapa

TSE decide que candidatura laranja de mulheres gera cassação integral da chapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *