Bira repudia declarações de Bolsonaro contra ex-presidente do Chile

Por Jorge Vieira

O deputado federal Bira do Pindaré (PSB) assinou, na noite desta quarta-feira (04), uma moção contra as declarações, classificadas por ele como deploráveis, do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), em relação à ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet.

O documento se refere às declarações do presidente brasileiro em resposta a uma entrevista de Michele na qualidade de Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos. Ele elogiou, em postagem nas redes sociais, a tortura e morte do pai de Bachelet pelo regime sanguinário de Augusto Pinochet e declarou que o Chile “só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973”.

Bira afirmou que o comportamento do presidente brasileiro ataca de maneira extremamente abjeta não apenas Michele Bachelet, mas todo o povo chileno, que se revolta contra a ditadura, que não aceita a ditadura e que mantem viva um memorial para lembrar as atrocidades da ditadura militar no Chile.

“Nem mesmo o presidente chileno, Sebastián Piñera, que é aliado do presidente Bolsonaro, conseguiu concordar com as declarações e foi às redes sociais e à televisão protestar, publicamente, contra a atitude dele. É uma vergonha e nós não podemos compactuar ou concordar com isso. Fica aqui o nosso repúdio as declarações de Bolsonaro”, frisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *