Agência do Banco do Brasil de Araioses será reaberta em julho, mas sem funcionamento dos caixas eletrônicos

Alex do Giquiri -presidente da Câmara de Vereadores dá início a Audiência Pública

Um importante passo que aponta a reabertura – inicialmente apenas para funcionamento parcial – da agência do Banco do Brasil em Araioses foi dado hoje (31), pela manhã, em audiência Pública realizada na Câmara de Vereadores da cidade.

O evento foi convocada pelo presidente da Câmara, vereador Alex do Giquiri em atendimento a um pedido de Máximo Abreu Aragão – gerente da agência araiosense para esclarecer aos vereadores, comerciantes, outras autoridades e público em geral em que estágio está o estabelecimento bancário, após ter sido assaltado em 4 de outubro do ano passado.

Máximo Abreu Aragão, gerente da agência do Banco do Brasil de Araioses

A presença de público foi boa se levarmos em consideração que o araiosense não é muito chegado a esse tipo de evento, porém a presença de apenas quatro comerciantes não deixou de ser observada, principalmente pelo fato de ser eles os maiores prejudicados com o fechamento da agência bancária.

Nos demais seguimentos envolvendo sociedade organizada e autoridades todos estiveram bem representadas. A presença dos vereadores foi muito boa, onde apenas dois – Assis do Pirangi e Oziel das Canárias não compareceram.

Sargento Dean – comandante da PM em Araioses falou dos avanços da segurança pública já alcançados em nossa região

Máximo Abreu Aragão, gerente da agência local abriu a reunião fazendo uma explanação do estágio que está a reforma do prédio, que passa por uma grande reforma. Nessa parte ele disse ter a garantia da empresa encarregada da obra que essas serão concluídas no início de julho.

Já sobre o funcionamento da agência, tudo poderá ser feito menos a parte de dinheiro, ou seja, o funcionamento dos caixas eletrônicos ainda vai demorar e ele não estipulou nenhuma data, já que vários equipamentos como cofre novo, câmaras, alarmes, entre outros terão que ser adquiridos.

O policial civil Amarildo Miranda Santos representou a PC local

Vários vereadores fizeram uso da palavra. Júlio César um dos primeiros a se manifestar falou sobre a importância da volta do funcionamento da agência araiosense, pois com ela fechada o dinheiro deixou de circular na cidade causando grandes prejuízos ao comércio local, pois esse setor gera renda e emprego.

O prefeito Cristino Gonçalves não compareceu e foi representado por José João, seu chefe de gabinete. Os vereadores Felipe Pires e Denys de Miranda criticaram essa ausência chamando a atenção para a importância do evento, onde deveria ele cancelar qualquer compromisso para ali está presente.

Ao final da reunião Zé João assumiu o compromisso de repassar ao prefeito – que está viajando – todas as demandas de responsabilidade do poder municipal, para que essas medidas sejam tomadas.

No contexto geral o presidente Alex do Giquiri avaliou a Audiência Pública como muito positiva. Novo evento da mesma natureza será realizado em data ainda não definida.

Em tempo: comerciantes presentes apenas Zé Luís – Bruna Móveis, Bernardinho Almeida – BBA Material de Construção, Márcio da Quitanda e Raimundo – Rose Modas.

Dr. Leonel Procópio, coordenador estadual do Pacto pela Paz falou do trabalho e das conquistas  do órgão  em Araioses

Manoel da Polo, vice-prefeito de Araioses em sua fala também criticou a conduta do prefeito Cristino Gonçalves

Vereador Denys de Miranda também deu sua contribuição para o evento

Jorge Lima, frequentador assídua das reuniões da Câmara fez uso da palavra e se mostrou muito feliz por ocupar a tribuna, também teve vez e voz

Ocupantes da Mesa da Audiência Pública: Máximo Abreu Aragão – gerente da agência do Banco do Brasil local, Zé João – chefe de gabinete do prefeito de Araioses, Alex do Giquiri – presidente da Câmara de Vereadores de Araioses, Vereador Zé Carlos – vice-presidente da Câmara de Vereadores de Araioses, Manoel da Polo – vice-prefeito, José Edmar Oliveira – diretor do Viva Procon de Araioses e Dr. Leonel Procópio – coordenador estadual do Pacto pela Paz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *