Bandidagem no Piauí respinga em Araioses

Nilberto e Roberta – Foto do WhatsApp

A Operação Tsunami (veja aqui) deflagrada na manhã de hoje (22), pela Delegacia Regional de Parnaíba, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) e Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca que pôs uma penca de bandidos na cadeia poderia ser mais uma ação policial – como já virou rotina – sem nenhuma consequência para a administração pública de Araioses, se entre os presos não estivesse Roberta de Castro e Castro, esposa do advogado Nilberto Santana Pereira, presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL) do município, até horas atrás, quando teve seu contrato rescendido pelo prefeito Cristino Gonçalves de Araújo ao tomar conhecimento dos fatos e da repercussão negativa na mídia local.

Querendo ou não, o fato não deixa de ter respigando na imagem da administração, não por dolo do prefeito, que certamente não tinha conhecimento do que fazia a mulher de quem ocupava uma função tão importante na gestão do município, mas que acabou servido de munição para uma oposição com um passado nada invejável, bombardear em todas as direções.

Resta saber se ainda vamos ter notícias ruins mais a frente, pois como disse a polícia, às diligências iniciaram há cerca de dois anos, onde provavelmente muitos celulares – incluindo o de Nilberto – estavam grampeados e não se sabe que tipo de assuntos eram tratados nessas ligações.

É bom ficar de olho!

Roberta foi presa hoje pela manhã na Operação Tsunami

2 pensou em “Bandidagem no Piauí respinga em Araioses

  1. Esta operação deveria aparecer em Água Doce do MA pra prender os ladrões da Prefeitura de Água Doce do MA inclusive o Ex Prefeito Rocha Filho e seus comparsas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *