Após aposentadoria do pai, Roseana diz que não disputará mais eleições

Aliny Gama
Do UOL, no Recife

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), disse que vai sair da vida pública

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), disse que vai sair da vida pública

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), assumiu que vai deixar a vida pública para cuidar da saúde e se dedicar mais à família. A decisão de Roseana ocorreu cinco dias após o pai dela, o senador José Sarney (PMDB-AP), informar que se aposentaria, aos 84 anos.

O senador disse que não vai mais tentar ser reeleito devido ao estado de saúde da mulher dele, Marly, e também salientou a necessidade de se dedicar à família.

“Essa decisão já estava tomada, comuniquei isso ao meu partido na semana passada. Entendo que é chegada a hora de parar um pouco com esse ritmo de vida pública que consumiu quase 60 anos de minha vida e afastou-me muito do convívio familiar”, afirmou Sarney, por meio de nota, divulgada na última segunda-feira (23)

Segundo a assessoria de Roseana Sarney, a decisão de que ela não disputaria mais nenhum cargo público foi tomada desde o mês de abril quando a governadora do Maranhão desistiu de tentar uma vaga no Senado Federal, na eleição de outubro.

O anúncio ocorreu no dia 4 de abril. Na época, Roseana não entrou em detalhes sobre a decisão e informou que em um outro momento conversaria com a imprensa.

“Chegou a hora. Já fui tudo o que eu podia ser. Não quero mais disputar eleição. Não quero saber mais de mandato. Vou sempre ajudar o Maranhão. Mas, agora, quero cuidar da minha vida”, desabafou a governadora.

Ela também demostrou contrariedade com ataques políticos sofridos nos últimos anos. “Eu estou perdendo toda a minha biografia. Estava virando apenas a filha de Sarney. Eu tenho uma vida política própria. Fui a primeira mulher governadora do país. Sempre tive uma forte atuação na luta das mulheres”, disse Roseana ao blog do Camarotti.

“Vou deixar a política partidária, mas nunca o trabalho que ao longo dos anos realizo pelo Maranhão. Agora estamos nos despedindo e passando a liderança do nosso grupo ao Lobão Filho, com plena convicção na continuidade desse grande trabalho que sempre realizamos”, garantiu Roseana durante a convenção do PMDB do Maranhão que oficializou nesta sexta-feira a candidatura de Lobão Filho ao governo do estado.

Roseana Sarney tem 61 anos, completados no último dia 1º, e 24 anos de vida pública. Em 2010, foi reeleita governadora do Maranhão com 50,08% dos votos em 2010.

Saúde frágil

Roseana tem a saúde frágil e já se submeteu a 21 cirurgias.

Aos 19 anos, ela foi operada pela primeira vez, quando foram retirados o apêndice e um cisto no ovário. Aos 24 anos, em 1977, entrou engravidar e se submeteu a segunda cirurgia no ovário. Dois anos depois, durante o tratamento para ter filhos, se submeteu a um terceiro procedimento cirúrgico.

A mais recente cirurgia a que Roseana foi submetida ocorreu em 2009 para correção de um aneurisma cerebral. A cirurgia ocorreu no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e não deixou sequelas.

Vida pública

Roseana ingressou na política em 1990 como deputada federal pelo PFL. Foi eleita governadora do Maranhão em 1994 e reeleita em 1998.

Em 2002, entrou para o Senado Federal depois de desistir da candidatura à Presidência da República. A disputa dela ocorreu em meio a denúncias de corrupção. A PF (Polícia Federal) apreendeu R$ 1,3 milhão não declarado nos cofres da empresa do marido dela, Jorge Murad Junior.

Em 2006, Roseana disputou pela terceira vez o cargo de governadora do Maranhão, mas foi derrotada por Jackson Lago (PDT). No mesmo ano, ela foi expulsa do PFL por ter participado de um comício com o então candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na cidade de Timon.

Em 2009, ela voltou ao governo do Maranhão depois que Jackson Lago e o vice dele, Luís Porto (PPS), terem os mandatos cassados por abuso de poder econômico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *