Presente de 400 anos de Roseana para SL: tarifa de água aumentará 86,9%


Blog do John Cutrim

Em pronunciamento na sessão desta terça-feira (11), o líder do Bloco Parlamentar de Oposição (BPO), deputado Marcelo Tavares (PSB), condenou o reajuste de até 86,9% nas tarifas de água e esgoto que a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) quer aplicar aos consumidores do Estado.
O deputado socialista ironizou o aumento como sendo o presente de 400 anos que a governadora Roseana Sarney (PMDB) “decidiu dar não só para a população de São Luís, mas para a população do Maranhão inteiro”.

Tavares lembrou que o deputado governista Roberto Costa (PMDB) condenou o aumento do IPTU na capital, mas a Caema está pleiteando o aumento de tarifas junto ao órgão do governo comandado pelo ex-deputado Remi Ribeiro, que é a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Maranhão (ARSEP-MA), publicando até os editais de audiência pública conforme preconiza a lei.
“V. Ex.ª Roberto Costa que brigou contra o aumento do IPTU vai silenciar em relação ao aumento da CAEMA? Aumento de 86.9% para o cidadão maranhense que ganha menos, que tem as unidades menores residenciais?”, questionou o parlamentar do PSB.
De acordo com Marcelo, a governadora e o secretário de Saúde, Ricardo Murad, a quem a Caema é subordinada, apresentaram duas propostas de reajuste para usuários dos serviços da Companhia: a primeira, a menor delas, aumenta a tarifa para a cota residencial mínima para 72.4 por cento (consumidor residencial no menor nível); e a segunda, que é de 86.9 por cento. “E olhem que a inflação neste país agora que chegou a ultrapassar os sete por cento”, observou.
Para o consumidor industrial, grandes empresas, haverá um decréscimo de tarifa de menos 8%. “É assim que a governadora quer fazer a comemoração dos 400 anos de São Luís? Será que quer colocar a Caema para saquear o consumidor residencial de São Luís? 86.9 por cento de reajuste é o que a Caema pede e é o que a governadora determinou. Mais do que isso, é preciso lembrar que, aqui em São Luís, o abastecimento de água não é contínuo para os moradores da cidade”, ressaltou Marcelo.
O deputado afirmou ainda que a Caema até hoje não conseguiu fazer um abastecimento com regularidade na cidade. “Ela se acha no direito de aumentar a tarifa em 86.9%. Isso é uma vergonha, é uma falta de respeito ao povo maranhense, ao povo de São Luís, ao povo de Imperatriz e das principais cidades do Maranhão”, criticou.
Marcelo Tavares finalizou seu pronunciamento frisando que a Caema presta o pior serviço público do Brasil. “O Maranhão tem a menor renda per capta do Brasil. Quem ganha menos tem que pagar menos e quem tem o serviço de péssima qualidade tem que pagar menos mesmo. E se essa defasagem é histórica, então por que a governadora Roseana quer que esse índice seja reajustado de uma vez só. Por que então ela não dar aumento de 89% para o servidor público do Estado? Ah, porque o Estado vai quebrar. Muito bem. Então pode dar aumento de 86% para o consumidor? Quer dizer, e ele não quebra?”, concluiu o deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.