NOVO PT PASSA O TRATOR

Blog do Ed Wilson

Deu maioria folgada na votação da executiva estadual do PT, ao analisar ontem o ingresso de novos membros e o retorno de antigos filiados (veja votação ao final da postagem).

O resultado é uma vitória do grupo Novo PT, liderado pelo professor Dimas Salustiano, que havia sofrido um veto na executiva municipal de São Luís dia 27 de setembro.

O Novo PT é operado também pelo publicitário Eri Castro, idealizador ainda do PT Cristão, projeto embrionário de uma “bancada” evangélica no petismo.

Os petistas da capital haviam rejeitado várias filiações do grupo Novo PT, entre os quais o líder da banda Tribo de Jah Fauzi Beydoun e o técnico de futebol Sandow Feques.

Na cabeça do PT antigo, o ingresso de novos filiados de peso seria uma ameaça às vagas pretendidas pelo partido na Câmara Municipal em 2012.

Mas houve também um fogo amigo no jogo da executiva municipal, sob a presidência de Fernando Silva, aliado do vice-governador Washington Oliveira (WO).

Inconformado com a votação do dia 27, WO chamou Silva às falas e declarou que o resultado seria invertido na executiva estadual.

A orientação do vice ganhou eco numa entrevista do presidente estadual Raimundo Monteiro, a uma emissora de rádio, garantindo que o Novo PT ia passar.

A votação foi um trator. O professor Dimas Salustiano, petista desde muito jovem, que havia sido rejeitado na executiva municipal (3 votos sim, 4 não e 3 abstenções), virou unanimidade no estadual: 14 votos sim.

O técnico de futebol Sandow Feques, o sindicalista Cesar Bombeiro e o professor Hamilton também obtiveram a aprovação de toda a executiva estadual petista.

Fauzi Beydoun emplacou 13 votos favoráveis, com uma abstenção.

Tendências e agrupamentos que haviam rejeitado o Novo PT em 27 de setembro mudaram de opinião e acabaram aprovando por unanimidade Sandow Feques, Dimas Salustiano e Cesar Bombeiro.

Feques, Fauzi e Bombeiro são nomes fortes na disputa de vereador no próximo ano. Calcula-se que o PT faça entre dois e três cadeiras na Câmara Municipal de São Luís.

Os petistas antigos vão correr agora atrás da sobra de votos do Novo PT, capaz até de emplacar a bancada inteira. Veja como foi a votação na executiva municipal:

Arimatéa Machado: 11 votos sim e 3 não

Cesar Bombeiro: 14 votos sim

Chico Barros: 9 votos sim e 5 não

Dimas Salustiano: 14 votos sim

Fauzi Beydoun: 13 votos sim e 1 abstenção

Professor Hamilton: 14 votos sim

Sandow Feques: 14 votos sim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.