Abaixoassinado

O estado de insatisfação do araiosense com a prefeita que elegeram já é muito grande. A prova disso é que um dos temas que mais se fala na cidade é sobre um abaixoassinado para afastar Luciana Trinta Marão Feliz (foto) do comando da administração do município.
Antes de qualquer coisa é bom que se diga que não é bem assim. Não é um abaixoassinado que vai destronar a prefeita. Ele até pode ajudar, desde que endereçado ao órgão certo: o Poder Legislativo. Não precisaria, porém, a tradição desse poder em Araioses não é de órgão fiscalizador da aplicação correta dos recursos públicos, como determina a lei e acompanhar de perto outras atividades e ações do Executivo.
Com pouco mais de um mês no comando da prefeitura araiosense Luciana já deu motivos de sobra para uma vigorosa investigação por parte dos vereadores sobre o que ela já fez ou deixou de fazer.
Para um melhor entendimento a transferência das atividades do Hospital Maternidade Nossa Senhora da Conceição – Hospital do Município – para dentro do Hospital Regional não pode ser entendido, até prova em contrario, como uma operação legal. Aquela casa de saúde, além de ser particular é de sua propriedade. É bom que se saiba também que sobre esse hospital pesa muitas suspeitas de ações irregulares.
Ainda na área da saúde os vereadores têm a obrigação de saber da prefeita porque os postos de saúde do município estão sem funcionar embora as verbas federais para esse fim continue vindo fielmente.
Também é preciso saber por que ela tem sido tão cruel com os servidores do município. Ao que tudo parece, se não houver uma intervenção judicial, cerca de 244 deles vão mesmo para o olho da rua. Acredita-se que entre esses existam alguns que estejam em condições ilegais. Mas a maioria fez concurso, passou, tem portaria e ato de nomeação, trabalham e estão de fora e sem receber salários desde dezembro.
Outra coisa que precisa ser investigado pelo legislativo é a limpeza pública. Dizem quem a está fazendo é uma empresa terceirizada – houve licitação? -, mas essa está usando as caçambas do município e os funcionários usam um macacão azul com o nome Delta na frente e o do nome prefeitura atrás.
Como Luciana passou quatro anos batendo na administração passada acusando-a entre outras coisas a de que era corrupta e desviava dinheiro do povo seria bom nossos vereadores verificar toda a situação financeira do município. Requerer, nem que tenha que ser via judicial, os estratos das contas da prefeitura para saber o saldo deixado pelo ex-prefeito Zé Tude e que temos em caixa no momento. Afinal foi pago uma merreca aos funcionários do município, não foi gasto nada nos posto de saúde, já que não estão funcionando.
Imagina-se que temos um bom saldo bancário. Após um pentefino feito com muito capricho e responsabilidade poderemos saber se a prefeita merece – de acordo com as leis – continuar ou não no comando da administração do Velho Enjeitado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.