Deputado Pedro Fernandes quer BR 402 passando por Araioses e Água Doce

Acompanhei a visita que o deputado federal Pedro Fernandes (foto) fez a Água Doce do Maranhão e dele conseguir a entrevista que foi ao ar hoje, em meu programa Comando Geral, da Rádio Santa Rosa FM exibido no horário de 12h00min às 14h00min, de segunda-feira a sexta-feira.
Nela Pedro Fernandes falou de seu empenho em fazer com que a BR 402, que ligará Barreirinhas (MA) a Parnaíba (PI) passe pelas cidades de Água Doce e Araioses, para que possa ser facilitada a comunicação destas duas cidades com outras regiões.
O deputado disse já ter conversado com o governador Jackson Lago, e com a secretária Tema Pinheiro nesse sentido e que o DNIT é favorável ao projeto. Na oportunidade ele também pediu apoio de vereadores e da população da região, como forma de pressionar o governo do estado para que a estrada passe, não dentro das cidades, mas nas margens, para evitar o isolamento de hoje, que emperra o desenvolvimento dessas comunidades.
Sobre a estrada que liga Chapadinha a Piragi (Araioses), na divisa do Maranhão com o Piauí, que ele conseguiu aprovar o projeto de sua federalização no Congresso Nacional – depois vetado pelo vice-presidente José Alencar – ele nos disse: “Na realidade ouve uma maldade. Não sei de onde partiu, porque o Zé Alencar acabou de sair do hospital, numa dessas viagens do Lula e substituindo o Lula vetou, não vetou só esse, mais uma série de projetos. Mas eu estou trabalhando na possibilidade de derrubar esse veto. Não uma briga do legislativo com o executivo. Estou conversando como DNIT, que nos permitiu fazer isso e o DNIT vai levar essa proposta para que, na Casa Civil entendam que esse veto não é uma luta de poderes e sim uma necessidade de ter essa estrada federalizada. E estamos conseguindo. O diretor geral do DNIT o Pagot (Luis Antonio Pagot) sabe da necessidade disso, se convenceu disso e vai dar esse voto favorável a gente para que a gente coloque já em pauta no começo deste ano, nas primeiras reuniões do Congresso Nacional”. Pedro Fernandes nos disse ainda que a possível eleição de Sarney a Precedência do Senado favorece a derrubada do veto.
Ainda na entrevista Fernandes confirmou o desejo de ver a instalação na Assembleia Legislativa maranhense uma CPI do Judiciário. Segundo ele as declarações do desembargador Antonio Bayma Araújo, decano do TJ, sobre vendas de sentenças naquele poder é muito grave e não podem ficar sem investigação. Afinal, ainda segundo o deputado se você tem um mau político no legislativo, você tem esperança de trocar de quatro em quatro ano; se você tem um mau prefeito, mau governador, mau presidente você tem esperança de trocar em quatro e, quatro anos. Mas o judiciário eles são vitalícios. Então se nós não tivermos confiança no judiciário acabaram nossas esperanças.
Pedro Fernandes também disse que essa situação do processo que pede a cassação do governador Jackson Lago deve ter logo um final a favor do governador ou contra. O que não pode mais é continuar esse impasse que inviabiliza a administração do estado e prejudica sua população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.