Campanha de Bolsonaro vai custar 31 vezes mais do que em 2018

Diante da possibilidade de perder para Lula em primeiro turno, Bolsonaro não pretende economizar

Jair Bolsonaro e Valdemar Costa Neto, presidente do PL. Créditos: Reprodução

Por Lucas Rocha, Revista Fórum

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, já está preparando os cofres para a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). O mandatário, que declarou oficialmente ter gasto apenas R$ 2,8 milhões nas eleições de 2018, vai bombar sua campanha de reeleição. Naquele pleito, o presidente concorria pelo nanico PSL, sem grandes recursos, e promoveu uma campanha com foco nas redes.

Segundo reportagem do jornalista Renan Truffi, do Valor Econômico, o PL planeja gastar R$ 88,3 milhões na campanha de reeleição de Bolsonaro, 31 vezes o que o mandatário gastou em 2018 e fazia questão de se gabar.

Esse gasto pode ser ainda maior, a depender de quanto a legenda vai repassar aos estados, podendo chegar a R$ 150 milhões.

Diante das dificuldades que as pesquisas apontam, o presidente não vai economizar e sua campanha pretende ainda contar com doações para aumentar os gastos.

No segundo turno, Bolsonaro pretende gastar mais R$ 44 milhões.

Os valores são os mesmos que a campanha de Lula (PT) pretende utilizar. O ex-presidente lidera todas as pesquisas e pode vencer a corrida eleitoral em primeiro turno, segundo levantamento do Datafolha divulgado no fim de junho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.