A resposta de Lula para quando Bolsonaro resgatar casos de corrupção

Ex-presidente Lula tem compartilhado com aliados a forma com que planeja reagir à estratégia eleitoral bolsonarista

Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

Por Guilherme Amado/Metrópoles

O ex-presidente Lula tem compartilhado com aliados a forma com que planeja reagir à estratégia de Jair Bolsonaro de ressuscitar casos de corrupção dos governos petistas. A chave para a resposta de Lula está no orçamento secreto, que explodiu durante a gestão Bolsonaro e serviu para comprar apoio político do Centrão.

O petista pretende responder a essas críticas afirmando que o orçamento secreto já pagou R$ 36,5 bilhões em 2020 e 2021, no governo Bolsonaro. O dinheiro desviado do mensalão foi estimado em R$ 100 milhões, de acordo com a PF. O do petrolão, R$ 12 bilhões, segundo o Tribunal de Contas da União.

Nessa avaliação, o orçamento secreto só não ganhou mais ares de escândalo por causa do próprio governo Bolsonaro, que atuou para esvaziar os órgãos de investigação. Nas gestões Lula e Dilma, a PF e a PGR investigavam diretamente a cúpula do governo, um cenário bem diferente do atual, apontam auxiliares de Lula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.