Creche em Carnaubeiras só ruínas

Verdadeira falta de respeito com o dinheiro do povo

Fachada da creche em Carnaubeiras

A construção da creche no povoado Carnaubeiras iniciada no governo de Valéria do Manin (2013/2016) com dinheiro federal é clara demonstração do que não se deve fazer com o dinheiro do povo.

Para começar sua localização, já que está situada a 1,5 km de distância da entrada do povoado. Depois – o mais grave – o abandono das obras que foram feitas transformando o que seria um importante espaço para a educação e o desenvolvimento intelectual de crianças em ruínas.

Local tem servido de abrigo para pessoas suspeitas da prática de delitos

O prédio está cercado de mato e internamente muito já foi destruído transformando o local em esconderijo de supostos meliantes e de moradas de maribondos.

Por direito o governo era da ex-prefeita Valéria, porém como é de conhecimento público o pai, Manin Leal era quem de fato administrava – e muito mal – o município.

A creche não foi construída e o dinheiro do povo que ali foi gasto – e não gasto – como fica?

Penalizar o verdadeiro responsável não será tarefa fácil, pois essa gente – muito escorregadia, por sinal – sabe todos os caminhos e veredas para fugir das malhas da lei.

Resta ao povo (na hora certa) virar as costas para os candidatos a deputado estadual e federal, que certamente nos serão apresentados para receberem nossos votos.

Será uma ação rápida e mais eficiente do que as decisões judicias.

Maribondos são “os guardiões” da creche

O que diz a prefeitura de Araioses

Para a prefeitura a situação não é fácil, pois a prefeita Luciana Marão Trinta terá que devolver todo o valor correspondente da obra, ou terminá-la com o saldo que tem. Só que segundo fui informado, infelizmente o saldo existente não cobre as despesas para concluir os serviços.

Também me foi dito que a prefeita entrou com pedido de atualização de valor (ou algo parecido) junto a Caixa Econômica federal – entidade bancária financiadora da obra – ainda no ano passado, para poder continuar os serviços.

Tudo isso após um levantamento com engenheiros especializados tanto das creches, pois tem mais uma na região dos baixões, como da Praça de Juventude, aqui na cidade.

Essas obras foram pagas – salvo engano – mais de 70% do valor, o que cabe questionar como a gestão do Manin Leal conseguiu isso.

Mas a prefeitura espera essa atualização de valores para terminar as obras dessas construções públicas, que tanta falta faz a quem seriam seus  beneficiários.

Abaixo as imagens falam por si próprias:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.