Manobra de Bolsonaro faz generais ganharem R$ 350 mil a mais por ano

Por Falando Verdades

A manobra de Jair Bolsonaro (PL) que fez com que generais ganhassem R$ 350 mil a mais por ano, enquanto os brasileiros tem dificuldades para sobreviver com o básico, com a inflação que explode em todo país. Mamata a rodo com o seu e o nosso dinheiro público, veja mais detalhes na reportagem.

Os militares que se colocam tanto ao lado de Bolsonaro e querem “fiscalizar” as eleições, parecem ter motivos de interesse pessoal na eleição de Bolsonaro. Isso porque uma portaria do governo Bolsonaro de abril de 2021, em que beneficiou diretamente generais que compõe seu governo.

A prática de acumular salários era proibida e quem assumia qualquer cargo teria que optar por um dos cargos, evitando com que os ganhos atuais ultrapassassem R$ 523 mil anuais.

Bolsonaro com sua portaria, permitiu que se recebesse mais de um salário público desde que cada um seja menor que R$ 39.293, o máximo permitido, contudo essa foi a brecha para os generais e fardados.

As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Lista é composta por um total de 43 militares, entre eles o ex-ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, cotado para ser o vice de Bolsonaro na chapa que disputará um novo mandato, que recebeu R$ 829 mil nos últimos 12 meses.

O general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo, acabou sendo o maior beneficiado. Ele recebeu R$ 874 mil de abril do ano passado até o quarto mês de 2022. Se o teto salarial fosse aplicado, ele teria levado R$ 350,7 mil a menos.

Com isso é fácil de entender, porque alguns militares estariam por trás de conspirações contra as urnas eletrônicas, nada é de graça e sempre há interesses ocultos e deve ter muito mais…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.