Foguete não dá ré, mas cai!

Apesar do assanhamento de uns, tudo indica que a eleição para Governador do Maranhão será decidida – em segundo turno – entre Carlos Brandão e Weverton Rocha – (Reprodução)

Fui perguntado ontem (9) por um amigo envolvido até o gogó na política estadual, que quis saber como está à eleição em Araioses para os candidatos ao Governo do Maranhão e ao Senado Federal.

Respondi-lhe que ainda não dá pra se fazer um diagnóstico, porque pouco se fala nessa eleição por essas bandas.

Na real o que se percebe por aqui é uma leve movimentação de chefes políticos da região procurando arregimentar pequenas lideranças, para apoiar a eleição de deputados estaduais e federais do interesse desses.

Para essas candidaturas os votos do eleitor araiosense – independente dele saber ou não -, já estão mapeados, mas só após as convenções partidárias que irão ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto é a disputa pra valer vai ser iniciada.

Mau amigo também me perguntou o que tenho achado da formação dos grupos que vão disputar o pleito para governador e senador.

Apenas uma pequena noção digo aqui agora. A candidatura de reeleição de Carlos Brandão e do desafiante – afinal ele não tem nada a perder – Weverton Rocha, me parecem definidas. As outras apesar da garganta de uns, ainda dependem de até lá se viabilizar.

Aqui no Baixo Parnaíba maranhense Weverton Rocha já contabiliza o apoio de quase todas expressivas lideranças da região. Brandão está em desvantagem, mas como o povo é quem costuma decidir candidaturas majoritárias é bom não ir já cantando vitória.

Afinal, foguete não dá ré, mas cai! E se o de Weverton Rocha não cair no Palácio dos Leões não será somente ele o perdedor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.