Vereador maranhense é preso suspeito pelo crime de fraude bancária

A fraude bancária é um crime cometido por terceiros que se utilizam de meios ilegais para furtar dinheiro de correntistas de instituições bancárias.                  (Foto: Reprodução)

O Imparcial – Nessa quinta-feira (7), um vereador da cidade de Davinópolis, no Maranhão, foi preso em um desdobramento da Operação Testa de Ferro.

A Justiça atendeu ao pedido do Núcleo Especial de Combate aos Crimes Cibernéticos (Ncyber) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e autorizou a prisão do vereador, identificado como Edson Lima Leal (PDT).

Segundo informações, o vereador é suspeito de ter ligação com um casal preso em Goiânia no dia 31 de março.

A dupla tem antecedentes criminais por duplo homicídio, estelionato, organização criminosa, furto mediante fraude, lavagem de dinheiro e posse de drogas.

O grupo criminoso atua há mais de uma década, principalmente no Centro Oeste e no Pará. A Polícia estima que as fraudes praticadas pela quadrilha possam ter alçado mais de R$ 300 milhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.