Programa Mais Renda leva equipamentos e capacitação para quase 4 mil pessoas

Governador Flávio Dino e secretária Larissa Abdalla entregam kits Mais Renda (Foto: Gilson Teixeira)

Por Carolina Mello

Uma forma de fortalecer a economia em tempos de crise é subsidiar pequenos negócios. Pensando nisso, o Governo do Maranhão investe em equipamentos e capacitação de profissionais autônomos desde 2015, por meio do Programa Mais Renda. De lá para cá, 3.720 pessoas em 74 municípios do estado já foram beneficiadas.

São pessoas como Rosiolanda Azevedo, beneficiária do Programa na cidade de Matinha. Para ela, a oportunidade aqueceu os sonhos de poder alcançar a independência financeira. “Estamos realizando um sonho com a aquisição de equipamento novo e de qualidade para nos ajudar a sair da informalidade”, pontuou.

“Fizemos o curso e agora estamos recebendo não só o equipamento, mas uma motivação para acreditar no futuro”, disse Rosiolanda, beneficiada com um kit churrasco, curso de capacitação sobre manipulação de alimentos, atendimento ao público, dentre outros, além de uma ajuda de custo no valor de R$ 500,00.

Josemar Pereira, de Alto Parnaíba, foi contemplado pelo programa e pode migrar da agricultura de subsistência para o comércio. “Trabalho na roça há 15 anos e receber esse equipamento é um grande incentivo do Governo do Estado, uma oportunidade de trabalho. Agradeço por ter sido contemplado, eu não imaginava que um dia poderia conquistar esse carrinho”, disse.

Sobre o Mais Renda

Kits negócio salão de beleza (Foto: Gilson Teixeira)

Em 29 de dezembro de 2015, o Governo do Maranhão aprovou a Lei nº 10.400, que criou o Programa Mais Renda. Em maio de 2016, o programa realizou as primeiras entregas, contemplando beneficiários de kits alimentação na Região Metropolitana de São Luís.

Interrompido em 2019 e retomado aos poucos em 2020, em razão da pandemia, o Mais Renda voltou a se intensificar nos anos seguintes. Somente no primeiro trimestre de 2022, por exemplo, quase 700 maranhenses já foram atendidos.

Além da entrega de kits negócio e das capacitações profissionais, o Mais Renda também auxilia beneficiários com uma ajuda de custo no valor de R$ 500,00. A ajuda de custo passou a integrar o programa a partir de outubro de 2021.

Os kits negócio variam de acordo com a atuação profissional. No ramo de alimentação, por exemplo, há carrinhos de cachorro-quente, churrasquinho e milho; na área de estética, há lavatórios de salão de beleza e cadeiras de manicure e pedicure; e máquinas de costura para quem atua com costuraria.

Executado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), o objetivo do Mais Renda é investir na profissionalização, dando condições para que o trabalhador autônomo ofereça serviços de qualidade, com equipamentos adequados e uma formação básica de como conduzir seu negócio.

Economia

Kits negócio alimentação (Foto: Gilson Teixeira)

Com o agravamento da crise econômica em tempos de Covid-19, o Programa Mais Renda se mostrou ainda mais necessário no Estado, ao investir no crescimento profissional dos maranhenses.

“O Mais Renda veio para ajudar a população que vive do comércio, da alimentação e atividades autônomas. Algumas dessas pessoas trabalham na informalidade e nem sempre possuem os equipamentos adequados para melhor se capacitarem. Com a entrega desses kits, e da ajuda de custo com o auxílio, nós buscamos incentivar esses trabalhadores e, consequentemente, a nossa economia”, explica o governador Flávio Dino.

“Indiscutivelmente, um programa importantíssimo para obtenção de renda, inclusão e cidadania, notadamente diante do aumento das vulnerabilidades decorrentes da pandemia e da crise econômica brasileira”, ressalta a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Larissa Abdalla Britto.

Fonte: Sedes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.