Costa Neto desconfia que Bolsonaro ordenou ação da PF para tomar controle do PL

Valdemar Costa Neto, presidente do PL, e Bolsonaro (Foto: Reprodução | REUTERS/Adriano Machado)

Brasil 247 – O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, que também é um dos líderes do Centrão, desconfia que a operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta sexta-feira (11) contra deputados federais do partido tenha sido orquestrada por Jair Bolsonaro (PL). De acordo com o jornalista Tales Faria, do UOL, a suspeita é de que o atual ocupante do Palácio do Planalto, que se filiou recentemente ao PL, esteja tentando tomar o controle da legenda.

A abertura da janela partidária em março, que possibilita que os políticos troquem de partido sem riscos de punições pela Justiça Eleitoral, resultou na expectativa de que muitos parlamentares da base bolsonarista migrassem para o PL.

“Por causa dessa revoada, já havia desconfianças de que o grupo tentaria tomar a legenda de seu atual comando. Agora, com a operação da PF, Valdemar e seu grupo passaram a acreditar que o próprio Bolsonaro está à frente da operação”, observa o jornalista.

A situação de desconfiança é semelhante à existente no PTB, comandado por Roberto Jefferson, que está preso. Na prisão, o petebista passou a presidência interina da legenda a Graciela Nienov que teria tentado tomar o controle do partido contando com o “apoio jurídico de pessoas ligadas ao presidente da República”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.