Governo russo exige confinamento de Bolsonaro até encontro com Putin; ele chegou de máscara e testado em Moscou

Bolsonaro chega a Moscou. (Foto: Valdenio Vieira/PR)

Brasil 247 – Jair Bolsonaro (PL) desembarcou na manhã desta terça-feira (15) na Rússia, onde se encontrará com o presidente do país, Vladimir Putin. A reunião ocorre na quarta-feira (16). Até lá, o brasileiro está com a agenda vazia.  Ele saiu do avião presidencial usando máscara, acessório que costuma ignorar quando está no Brasil.

O Kremlin tem rígidas regras sanitárias e exige que Bolsonaro permaneça confinado em seu hotel, em Moscou, até o encontro com Putin, informa Jamil Chade, do UOL. O brasileiro precisou fazer um teste de Covid-19 no avião e mais um será realizado em solo.

O Itamaraty trabalha para reverter a exigência de quarentena. Ainda não se sabe, porém, se o protocolo será afrouxado ou não.

Costumeiramente, Bolsonaro utiliza suas viagens internacionais para passear pelas cidades que visita e produzir materiais para autopromoção.

Outro fato que causa incômodo no Itamaraty são as regras impostas pelo governo russo para a hora do encontro com Putin. Bolsonaro terá de comparecer sozinho, somente com a presença de um intérprete. Nem mesmo o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França, poderá entrar. O temor é de que, sem ajuda, Bolsonaro possa cometer gafes e deslizes e fechar acordos que poderiam colocar o Brasil em situações difíceis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.