Ex-candidato a prefeito de Matinha é investigado por suspeita de agressão contra a ex-mulher

Segundo Clecia, Francisco Mendonça a agrediu por não aceitar o fim do relacionamento entre os dois. (Foto: Divulgação/Redes Sociais)

O Imparcial – Nesse sábado (29), o ex-candidato a prefeito de Matinha, identificado como Francisco Mendonça Silva Júnior, de 40 anos, conhecido como ‘Júnior de Raquima’, está sendo investigado pelo crime de violência doméstica, contra a ex-mulher.

A vítima, identificada como Clecia Amaral, de 40 anos, foi agredida física e verbalmente, além de ser ameaçada de morte. Segundo Clecia, Francisco Mendonça a agrediu por não aceitar o fim do relacionamento entre os dois.

No boletim de ocorrência feito pela vítima na 6ª Delegacia Regional de Viana, Clecia relata que se separou do marido em setembro de 2021 e, por causa da separação, o homem passou a lhe agredir fisicamente. Diante da violência, a vítima obteve, na Justiça, uma medida protetiva contra ‘Júnior de Raquima’.

Porém, mesmo com a medida válida, o ex-marido foi até a fazenda onde a vítima estava, no povoado Bahias, na cidade de Viana, na região da baixada maranhense, arrombou uma porta e partiu para cima de Clecia, desferindo socos no rosto, chutes e puxões de cabelo, chegando a arrastar a mulher pelos cabelos, para fora da fazenda.

A vítima relata que o ex-marido estava na companhia de outro homem, identificado como ‘Leones’, e que eles dois portavam armas de fogo e usaram as armas para ameaçar a vítima. Ela conta, ainda, que o amigo de ‘Júnior de Raquima’ a segurou para que o ex-marido lhe agredisse ainda mais.

Clecia disse, em depoimento, que durante as agressões, que duraram cerca de 40 minutos, o ex-marido afirmou que, se o dono da fazenda não aparecesse no local, ela continuaria apanhando. Porém, o proprietário da fazenda se escondeu, assim que Francisco Mendonça invadiu o local.

Ainda de acordo com a ocorrência, além de bater na ex-companheira, ‘’Júnior de Raquima’ ainda a ameaçou de morte. Mas, em um descuido dos agressores, ela conseguiu correr e pedir socorro na casa de vizinhos.

Após a vítima escapar, Francisco Mendonça e o comparsa fugiram do local e, durante a fuga, o suspeito atropelou duas pessoas, que tiveram que ser levadas ao hospital e passar por cirurgia. Clecia Amaral, além de prestar queixa contra o ex-marido na delegacia, ela também usou as redes sociais para relatar a violência.

Segundo o delegado Matheus Ferraz, que investiga o caso, após ser comunicada do crime, a Polícia Civil do Maranhão colheu os depoimentos da vítima e da testemunha, fez o exame de corpo de delito e coletou imagens dos sinais de violência na vítima.

Com o fim do período de flagrante, a Polícia Civil representou pela prisão temporária de Francisco Mendonça, e aguarda uma decisão da Justiça. ‘Júnior de Raquima’ foi candidato a prefeito do município de Matinha, cidade a 222 km de São Luís, nas Eleições de 2020, pelo PL. Ele ficou em terceiro luga no pleito, com 1.957 votos (12,92%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.