“Sempre acreditei na verdade”, diz Lula sobre fim do processo do tríplex do Guarujá

Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

Por Carolina Fortes/Revista Fórum

O ex-presidente Lula (PT) disse que recebeu com “muita alegria e tranquilidade” a notícia do arquivamento do caso do tríplex do Guarujá. Nesta quinta-feira (27), a juíza Pollyana Alves acolheu o pedido do Ministério Público Federal (MPF) e o caso chegou, definitivamente, ao fim.

“Foi uma mentira contada pelos meus algozes. Vou evitar citar nomes, mas a Justiça matou definitivamente esse processo. Estou feliz porque sempre acreditei que a verdade viria à tona”, afirmou Lula em entrevista a Rádio Liberal de Belém, no Pará.

Segundo o ex-presidente, tudo foi planejado, desde o golpe sofrido por Dilma Rousseff (PT) até a sua prisão, com o objetivo de tirá-lo da disputa presidencial, já que ele ganharia. “Essa tramoia que foi feita, essa espúria entre uma parte do MP, mais um juiz, a Polícia Federal e a imprensa, fez com que durante muito tempo eu fosse achincalhado nos meios de comunicação como ninguém foi na história”, disse.

“Muita gente achou que o PT e o Lula tinham morrido. Como eu sempre acreditei na verdade, e acho que quem tem fé e consciência limpa vai sempre vencer, estou com tranquilidade em ver a verdade aparecer a cada dia. Quem era herói está virando bandido e quem era bandido está virando herói”, completou o ex-presidente.

Lula não confirmou a entrada de Geraldo Alckmin como vice na disputa presidencial de 2022, mas afirmou que precisará ser alguém diferente, “um contraponto ao próprio PT”. “Alguém que possa trazer outros setores da sociedade e que possa ajudar na construção do funcionamento de um governo de coalisão com esse Congresso Nacional.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.