Gasolina subiu 46% nos postos em 2021, segundo ANP

O combustível custava, em média, R$ 4,6 no início do ano. Em dezembro, a média passou a ser de R$ 6,67

Frentista mudando preço de gasolina em placa – Aline Massuca/Metrópoles

Por Letícia Holanda

Metrópoles – De acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o preço da gasolina teve alta de aproximadamente 46% em 2021. O combustível custava, em média, R$ 4,6 nos postos em janeiro. No último mês do ano passado, a média era de R$ 6,67. O diesel, por sua vez, passou de R$ 3,6 para R$ 5,3.

O levantamento da ANP aponta que, em dezembro, o custo da gasolina oscilava entre R$ 5,2 e R$ 7,9 e o do diesel variou entre R$ 4 e R$ 6,9.

O etanol teve o aumento de 58%, ao sair do preço médio de R$ 3,2 em janeiro e terminar o ano em R$ 5,1. O preço mínimo, no primeiro mês, chegou a ser de R$ 2,4 e o máximo de R$ 5,2, mas em dezembro a variação estava de R$ 3,9 a R$ 7,8.

Durante o ano de 2021, a Petrobras operou 16 reajustes no preço da gasolina (com 5 reduções) e 12 no preço do diesel (com 3 reduções). O reajuste acumulado da gasolina nas refinarias, incluindo aumentos e reduções, é de 68,6%. No caso do diesel, 64,7%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.