Que o Ano Novo traga para todos nós, novos conhecimentos

Administrativamente o ano de 2022 começa hoje (3), porém para muitos, para quem não há feriados nem dias santos, principalmente para aqueles que matam um leão todos os dias para continuar sobrevivendo, à data é o que menos importa.

Mas não quero me dirigir de forma espacial para nenhum desses seguimentos e sim para todos.

Muitos gastaram um bom dinheiro de suas economias para fazer a virada do ano com vestimenta nas cores que a ingenuidade ou ignorância mesmo recomendam. Assim o fizeram na esperança de que a vida desses mude da água para o vinho, como num passe de mágica, sem nenhum esforço fazer para isso se tornar realidade.

Porém isso não vai mudar em nada na vida de nenhum de nós, se paralelamente a isso não tivermos sabedoria e equilíbrio para lidar com as nossas finanças e outras responsabilidades que geram despesas.

Uma regra simples e eficaz – que infelizmente muitos não a seguem – para o sucesso é não gastar mais do que arrecada. Essa norma vale para as finanças individuais, para os administradores de empreendimentos privados e para gestores da coisa pública.

Crédito: Verdade Luz

Não estamos sós

Outra coisa importante é que ano vai e ano vem e as pessoas – em sua maioria – continuam vivendo sem se dar conta de que as coisas estão mudando e que cada um de nós veio a esse mundo com um propósito ou se preferir com uma missão.

Temos muitos exemplos de grandes homens e mulheres que vieram aqui para dedicar suas vidas a uma grande causa como Irmã Dulce, Madre Teresa de Calcutá, Indiara Gandhi e o maior de todos: Jesus o Cristo – nosso Irmão Maior.

Os cientistas e os filósofos também tem seu papel missionário a contribuir com o desenvolvimento científico e as ideias libertadoras.

Desde muitos milênios estamos nesse orbe (Terra) em jornada evolutiva, mas nunca estivemos sós e as provas da presença de irmãos vindos de outros mundos mais evoluídos estão registradas em todos os quadrantes de nosso Planeta. Pesquise e os encontrarão.

Até os índios, que muitos ignoram seus conhecimentos e sabedoria sabem disso. Os do Alto Xingu, por exemplo, relatam que há milhões seres mais evoluídos, tidos como deuses, já habitavam a Amazônia e que se foram porque receberam ordens de se retirarem daqui porque estavam interferindo em nosso desenvolvimento – que deveria ocorrer dentro na normalidade – e não ser apressado por civilizações mais adiantadas.

Jesus não escreveu nada, mas seus evangelistas fizeram o registro de muitos de seus ensinamentos. Em um deles Jesus teria dito: “Concheies a verdade e ela vos libertará” – Bíblia: João 8:32

Com todo o respeito que tenho por todos – deixo claro que o aqui escrito – o fiz na esperança de que possa contribuir para um despertar, que só ainda não ocorreu para muitos, por falta de um sinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.