Governo garante 1,8 mil livros para acervo da rede de bibliotecas Farol do Saber

Entrega dos livros será coordenada pela Secretaria de Estado da Cultura              (Foto: Karlos Gerômy)

Por Agenor Barbosa

Um total de 1800 livros vão complementar o acervo das bibliotecas Farol do Saber, no Maranhão. O Governo do Estado adquiriu títulos da literatura maranhense, que irão abastecer as prateleiras destes espaços de leitura. As entregas serão coordenadas pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma) e vão alcançar as 80 bibliotecas da rede. Entre os kits estão obras com edições atualizadas de Maria Firmina dos Reis, Humberto de Campos, Antônio Carlos Lima e José Chagas.

As bibliotecas Farol do Saber integram o Sistema Estadual de Bibliotecas do Maranhão, que inclui ainda a Biblioteca Benedito Leite, além de instituições municipais e comunitárias. A inclusão no sistema permite que estes espaços de leitura possam receber aquisições do Governo e, assim, reforçar seus acervos, com títulos atualizados e locais, valorizando as produções de escritores maranhenses.

A coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Aline Carvalho do Nascimento, avaliou o impacto da ação. “Essa medida vai ajudar a tornar o Maranhão um estado mais leitor. Essa é apenas mais uma das várias compras que a gestão estadual tem feito e, assim, garantido que as bibliotecas que compõem o sistema tenham novos acervos”, frisou. Em setembro, foram adquiridos aproximadamente 7,5 mil exemplares. Outra remessa, com 220 títulos e aproximadamente 2 mil exemplares, está prevista para janeiro de 2022.

Todos os livros adquiridos pelo Governo do Estado são destinados às unidades que integram o Sistema Estadual de Bibliotecas. “Por estarem integradas ao sistema, temos um melhor controle das necessidades destas instituições e podemos apoiar com diversos acervos”, informou Aline do Nascimento. Os Faróis do Saber dos municípios de Carutapera, Santa Inês, Peri Mirim, Araioses e Fortuna serão os primeiros a receber o novo acervo.

Antes, as bibliotecas sobreviviam de doações de obras, lembra a coordenadora. Com a instituição do Sistema Estadual de Bibliotecas, essa realidade mudou. “São muitos livros e ficamos felizes, pois, antes, quase não havia compra de títulos. Hoje, com essa integração ao sistema, criada pela gestão Flávio Dino, sabemos da carência das bibliotecas e podemos garantir novos acervos a todos os municípios, para que a população possa ter acesso à informação, ao conhecimento e à leitura”, concluiu.

Sistema Estadual de Bibliotecas do Maranhão inclui ainda a Biblioteca Benedito Leite (Foto: Karlos Gerômy)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.