Rodrigo Maia acredita que 3ª via deve mirar em Bolsonaro para viabilizar candidatura

Rodrigo Maia. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Caíque Lima/no DCM

Para Rodrigo Maia, o alvo prioritário de uma segunda via para se garantir num segundo turno deve ser Jair Bolsonaro. Ex-presidente da Câmara dos Deputados e atual responsável pela pasta de Projetos e Ações Estratégicas em São Paulo, ele diz que o alvo dos candidatos não deve ser Lula.

“Só tem um para sair do segundo turno, que é o Bolsonaro. O candidato que está no nosso campo da centro-direita bate no Lula para mostrar que é diferente, mas o adversário é o Bolsonaro, que entrou no nosso eleitor”, defende Maia. Para ele, a “orgia fiscal” do governo vai “inviabilizar Bolsonaro”. Maia quer usar a quebra do teto de gastos para jogar o mercado contra o mandatário.

Segundo Maia, “a eleição está montada hoje para o Lula ganhar” e diz que Bolsonaro é um alvo fácil para o petista. “Se o Bolsonaro seguir sendo o adversário dele, Lula vai poder jogar parado, não precisa se comprometer com ninguém”, afirmou em entrevista a Fábio Zanini, na Folha de S. Paulo.

Ele acredita que o mandatário vai enfraquecer e “caminhar para menos de 20% das intenções de voto”. Com isso, avalia, “alguém vai ocupar o espaço, porque existe o antipetismo ainda”.

Maia acredita em Doria como nome da terceira via

Para ele, o melhor nome para disputar pela terceira via é João Doria. “Estou convencido que haverá um nome, que eu acho que é o Doria. A terceira via tem uma chance, que é viabilizar um nome no Sudeste. O Sul e o Centro-Oeste estão contaminados pelo bolsonarismo, e o Nordeste pelo lulismo”, diz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.