Carlito Neto diz que apoiador de Ciro oferecia R$ 300 por minuto de ataques a Lula

Foto: Reprodução

Por Julinho Bittencourt

Revista Fórum – O blogueiro e cientista político Carlito Neto afirmou durante entrevista ao programa Fórum Onze e Meia, nesta sexta-feira (15), que um “milionário” apoiador de Ciro Gomes (PDT) chegou a oferecer R$ 300 por minuto para que ele atacasse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em seus canais.

Carlito deixou claro que não tem “como provar nenhuma ligação direta do doador com o Carlos Lupi, com o Ciro Gomes ou com o PDT”. De acordo com ele, até onde conseguiu perceber “ele seria um lobo solitário que agia por conta própria. Mas eu posso afirmar que ele é multimilionário. Só pra vocês terem uma ideia dos presentes que ele mandava – a gente não queria e ele mandava – a gente chegou a receber notebooks de R$ 15 mil, por exemplo. Recebemos telefones. Eu recebi um telefone aqui de R$ 5 mil, mesmo dizendo que não precisava – esse é um dos telefones que eu recebi (mostra o aparelho) ‘de presente’ desse apoiador”.

O blogueiro afirma que o tal “milionário, como qualquer seguidor que acredita no trabalho, mandava superchats, ficava membro do canal e seguia. Numa dessas vezes ele chegou a fazer uma doação elevada pra mim, se não me engano de R$ 3 mil, R$ 5 mil, e eu agradeci a ele na conversa privada”.

“Depois”, prossegue, “ele começou a falar sobre o meu trabalho, que simpatizava com o meu trabalho, que eu era independente, que não era pautado por ninguém e que faltava pessoas assim na esquerda. Daí ele começou a chegar em outros canais também. Um dos canais o Helder Maldonado já confirmou, que é o Canal do Galã Feio, por exemplo, entre outros”.

“Um dia”, afirma o blogueiro, “ele disse que queria ajudar de outra maneira. Ele me disse que ter percebido que a nossa luta com a direita era desproporcional, que eles tinham melhores equipamentos, estúdios, câmeras e nós não tínhamos nada. Se ele poderia ajudar fazendo colaboração técnica. Eu falei que até aceitaria, mas perguntei em troca do quê. Ele disse que não, que era só pra apoiar o trabalho. Ele chegou a enviar o nome completo, CPF, RG e CNH pra que a gente fizesse consultas pra ver se tinha alguma ilegalidade. Fiz a pesquisa e ele não tem nenhum ilícito no nome dele realmente. Quando ele fazia doação, o dinheiro era nominal, vinha da conta dele de pessoa física pra conta dos canais de pessoa física e foi mil maravilhas, até março de 2021”, descreve.

Tudo mudou com a volta de Lula

Carlito conta então que tudo mudou no dia em que o Lula passou a ter os direitos políticos reestabelecidos. “A partir de então, ele passou a utilizar alguns grupos que a gente fazia parte pra enviar mensagens com fake news sobre o Lula, vídeos do Lula discursando em 2017 pra mostrar que ele tava aglomerando e chamando o Lula de sem vergonha”.

Ao final, ele conta que os blogueiros patrocinados começaram a ficar desconfortáveis em fazer críticas ao Lula: “parecia que ele tava pautando a gente. Foi então que ele ofereceu R$ 300 por minuto de vídeo pra quem falasse mal do Lula. Eu recebi doações dele, nunca escondi que o meu estúdio, aqui em Aracaju, foi montado com doações que ele fez, mas aquilo não podia aceitar”.

Ao final, o blogueiro lembrou que fez reuniões com o presidente do PDT, Carlos Lupi, com a intenção de ajudar na campanha, mas ouviu dele que o partido não tinha dinheiro. “Logo após contatou o João Santana pagando R$ 250 mil por mês, mas não tinha dinheiro para nos pagar. “De lá pra cá eu continuei fazendo as críticas a eles. O Santana é um gênio analógico, mas é de outra era, ele perdeu o timing das redes sociais. Eles continuaram me atacando, até que ontem, quando soltaram o vídeo da Dilma e do Lula, eu resolvi fazer essa denúncia”, encerrou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.