Antecipação do 13º salário injeta R$ 262 milhões na economia do Maranhão

O Governo do Estado antecipou para esta segunda-feira (12) a 1ª parcela do 13º salário dos servidores civis e militares, relativo ao ano de 2021. São R$ 262 milhões injetados na economia do Maranhão.

Em razão da persistência da crise do coronavírus, paralisação econômica e setores inteiros de comércio e de serviços profundamente atingidos, a quantia visa proteger as famílias dos servidores e, ao mesmo tempo, promover o estímulo econômico.
“São recursos que os servidores públicos, com certeza, vão pagar suas contas, fazer novas compras, resolver problemas dos seus lares e, com isso, vão contribuir para que haja movimentação econômica e, por consequência, geração de empregos na economia”, afirmou o governador na ocasião.

Cidade Empreendedora

Ainda no âmbito das novas medidas socioeconômicas, o Governo do Estado lançou o programa Cidade Empreendedora, em parceria com o Sebrae e prefeituras, para estimular a economia local e desenvolver os municípios.

A ação, que vai alcançar 51 municípios e impactar mais de 75 mil empreendimentos maranhenses com a aplicação de recursos da ordem de R$ 5 milhões, integra gestão pública e pequenos negócios em um ambiente de oportunidades.

O Cidade Empreendedora é desenvolvido em oito etapas de implementação, que preparam os municípios para gerar emprego, renda e oportunidades de negócios. Será promovida capacitação de funcionários, estímulo à vocação dos municípios e impulso aos negócios locais.

Restaurantes populares com jantar a R$ 1,00

Por determinação do governador Flávio Dino, a partir desta segunda-feira (12), os 55 Restaurantes Populares do Estado irão oferecer jantar por R$ 1,00 (um real). A medida é mais uma das ações anunciadas pelo Governo do Estado como forma de enfrentamento à pandemia e seus impactos.

Os Restaurantes Populares são coordenados pela Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), e de acordo com o secretário Márcio Honaiser, as medidas adotadas contribuem para minimizar os impactos sociais e econômicos da pandemia entre a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *