Suposta tentativa de rapto de criança em Canabrava, Água Doce/MA

Moto de brinquedo que teria servido para atrair a criança

Uma suposta tentativa de rapto de uma criança que teria ocorrido em Canabrava, município de Água Doce do Maranhão tem deixado em polvorosa, não só as pessoas daquela localidade como de toda a região.

Em um áudio que está sendo compartilhado em vários grupos de WhatsApp, uma pessoa que se identifica como sendo Charles de Canabrava, relata uma suposta tentativa de rapto de uma criança de 10 anos que teria ocorrido no início da noite de ontem (22), naquela comunidade, só não concretizando em função de uma mulher que conhecia a criança e passava por perto, que a pegou e a levou de volta para a casa de sua mãe.

No áudio Charles diz o nome da criança, de sua mãe e avô, porém oficialmente o fato é desconhecido, já que nenhum registro foi feito na delegacia de Araioses que tem jurisdição no local.

Também estão compartilhando um vídeo (veja abaixo) de uma mulher – que diz morar em uma comunidade denominada Vila Nova – onde ela fala de outra tentativa de rapto, que só não ocorreu porque a mãe da criança chegou na hora e resgatou o filho. Nesse caso a mulher mostra uma moto de brinquedo que teria servido para atrair a criança.

Os casos chamou a atenção dos Conselhos Tutelares de várias cidades que emitiram notas alertando os pais para que tomem cuidado.

Representante do Conselho Tutelar de Araioses – com a qual fiz contato – confirmou ser verdadeira as informações sobre essas supostas tentativas de raptos.

Casos ocorrido em São José dos Basílios e Dom Pedro – ambos municípios maranhenses – estariam sendo investigados pelo sistema de segurança pública dessas cidades.

Mas muita coisa que estão compartilhando em redes sócias podem não passar de mera fantasia, como a foto de um casal – que mais parecem estrelas de cinema – como sendo do Paraguaio e que estariam no Brasil sequestrando crianças para retirada de seus órgãos. Um absurdo, algo difícil de acreditar.

Após tentativas de raptos de crianças registradas em alguns municípios do Estado, os Conselhos Tutelares de várias cidades emitiram nota de alerta aos pais para que tomem cuidado na vigilância de seus filhos.

Veja abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *