Aulas presenciais da rede estadual são adiadas

Foto: Reuters/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

Por Thalia Lemos – O Imparcial

Na tarde desta terça-feira (28), o Secretário da Educação do Maranhão, Felipe Camarão, informou que as aulas presenciais da rede estadual foram adiadas. A nova data de retorno presencial para o 3º ano do ensino médio e também para os demais níveis de ensino da rede pública estadual ainda não foi confirmada e deve ser decidida posteriormente.

De acordo com informações do secretário, após ser concluída a 1ª fase da consulta aos estudantes e pais do 3º ano do ensino médio da rede estadual, foi constatado que ainda há muita dúvida sobre a retomada das aulas presenciais no dia 10 de agosto. Por conta disso, a Seduc optou pelo adiamento do retorno das aulas presenciais da rede estadual.

Segundo o secretário, serão mantidas as aulas não presenciais, possibilitando mais tempo para que as comunidades escolares debatam. Além disso, o processo de consulta aos estudantes e às suas famílias vai ser continuado, assim como as reuniões com o  Sinproesemma.

Foto: Divulgação

Entenda o caso

No último dia 20, a Secretaria de Educação do Maranhão (Seduc) divulgou um protocolo pedagógico para retorno das aulas presenciais. Segundo as informações do protocolo, as escolas da rede pública estadual voltariam a reabrir suas portas de maneira gradativa, com o retorno de equipes administrativas e professores, a partir do dia 31 de julho. Para estudantes, a previsão era que somente os que cursam a 3ª série do Ensino Médio retornassem às atividades presenciais a partir do dia 10 de agosto, através do ensino híbrido, intercalando aulas presenciais e online.

Chips para alunos da rede pública

Na última sexta-feira (24), o governador Flávio Dino, em coletiva, informou que foi realizado um decreto para requisição de 90 mil chips com pacote de internet que devem ser distribuídos aos alunos, com o objetivo de garantir que todos tenham acesso às aulas não presenciais.

Coronavírus no Maranhão

As aulas presenciais foram canceladas para evitar a disseminação da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. No Maranhão, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado na noite da segunda (27), são confirmados 114.585 casos da doença e 2.943 óbitos.

O estado já registra 102.872 pessoas recuperadas da covid-19. Além disso, mais de 251 mil testes foram realizados, 133.867 casos foram descartados e o número de casos suspeitos é 5.083.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *