Paulo Marinho tem devassa em suas contas pelo BC após denúncia contra Flávio Bolsonaro

Paulo Marinho (Foto: Divulgação/Agência Senado)

Revista Fórum – Os advogados do empresário Paulo Marinho afirmaram nesta quinta-feira (21) que vão pedir para o Ministério Público Federal (MPF) investigar uma possível represália contra Marinho que estaria sendo conduzida pelo Banco Central após acusações do ex-bolsonarista contra Flávio Bolsonaro.

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o BC se negou a comentar sobre uma denúncia de que estaria fazendo uma devassa nas contas do empresário que foi um dos mais importantes apoiadores de Jair Bolsonaro durante as eleições de 2018, mas se voltou contra o ex-capitão.

“O BC não comenta caso específico. Cabe informar que, por vezes, a Justiça comanda tais pesquisas via BacenJud, um sistema eletrônico automatizado à disposição do Poder Judiciário. Nesses casos, as ordens de pesquisa e as respectivas respostas transitam no sistema sem a interferência ou o conhecimento do BC”, disse a instituição em nota.

O advogado Flávio Mirza, que representa Marinho, afirmou que vai acionar o MPF. “Ficamos impressionados”, disse.

Em entrevista à jornalista no domingo, o ex-bolsonarista revelou que a Polícia Federal avisou Flávio com antecedência da Operação Furna da Onça, que investigava o esquema de “rachadinha” comandado pelo ex-assessor do filho do presidente, Fabrício Queiroz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *