Presidente do BNDES vai convocar coletiva para explicar auditoria de RS 48 milhões

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano – Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Revista Fórum – A auditoria no BNDES que custou R$ 48 milhões vai trazer dores de cabeça ao presidente do banco, Gustavo Montezano. Ele já percebeu o tamanho do problema por tentar abrir a tal caixa-preta da instituição, promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro.

Montezano vai convocar um entrevista coletiva assim que chegar de Davos, neste fim de semana, para dar suas explicações sobre os milhões gastos à toa, pois as investigações não acharam nenhuma irregularidade na condução do banco, de acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, em O Globo.

Os diretores do BNDES querem se adiantar e marcar uma audiência com o relator das contas do banco no TCU, Augusto Sherman, nos próximos dias, para apresentar dados adicionais da auditoria. Sherman já emitiu um despacho cobrando explicações e o banco tem 20 dias para responder.

Uma auditoria de apenas seis páginas no banco consumiu R$ 48 milhões de dinheiro público. Comandada por Bolsonaro, a campanha sobre supostas irregularidades no BNDES tinha como finalidade atingir os governos do PT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *