Falta confiança entre os políticos araiosenses

Ninguém confia em ninguém e os de fora se aproveitam

Difícil não reconhecer que o destino de Araioses não esteja nas mãos do grupo de Manin Leal ou de Luciana Trinta. Se a eleição fosse hoje dava Valéria do Manin ou Remi Trinta, pelo menos é o que a maioria acha.

A situação exige mudanças nesse estado – nada animador – uma vez que ambos os grupos já administraram muito mal Araioses e com certeza podemos colocar na responsabilidade de cada um, grande parcela de contribuição no endividamento do município, nos péssimos serviços prestados a população e no descrédito da população com seus políticos.

Lógico que ninguém mais mal fez e faz ao município do que o prefeito Cristino Gonçalves, porém esse não está no páreo e é muito provável que nem a reeleição dispute.

Mas é público e notório que mais de uma dezena de pré-candidatos a prefeitura de Araioses já tenham se manifestado nesse sentido, porém nenhum deles consegue ser o elo de união dessas lideranças e muito menos parece se a alternativa correta para quem decide – o eleitor, pois foi isso que indicou a pesquisa eleitoral feita meses atrás.

Qual o problema que dificulta a união das lideranças araiosenses a ponto de nenhuma delas aparecer como algo de concreto a se opor ao grupo de Santa Quitéria e ao de São Luís?

Confiança, caro leitor! Ninguém confia em ninguém e simples é o motivo. Eles se conhecem e sabem como cada um agiria caso chegasse ao comando da prefeitura araiosense.

Sabem que nenhum deles honraria compromissos assumidos e que chegando ao poder iriam agir como esse fosse propriedade deles assim como tem agido os que já alcançaram essa cobiçada vitória.

Como nenhum tem bala (R$) para “conquistar” os demais, esses tendem a migar para as candidaturas dos grupos endinheirados e de fora.

Aí é só aguardar o leilão para ver quem dá mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *