Após facada, Bolsonaro disse no hospital que eleição estava ganha: “Agora não precisa fazer mais nada”

Principal articulador da campanha, o empresário Paulo Marinho revelou em entrevista que vai ao ar na próxima quarta-feira (17) que Bolsonaro comemorou ainda no hospital Albert Einstein a vitória antecipada nas eleições presidenciais, após sofrer atentado em Juiz de Fora (MG)

Bolsonaro no hospital Albert Einstein (Foto: Twitter)

Revista Fórum

O empresário Paulo Marinho, um dos principais articuladores da campanha de Jair Bolsonaro, revelou em entrevista que vai ao ar na próxima quarta-feira (17) no programa Em Foco, da jornalista Andréia Sadi, na GloboNews, que o então candidato disse que estaria eleito após sofrer atentado a faca durante campanha em Juiz de Fora (MG).

Ao ser indagado pela jornalista se o “atentado garantiu a vitória”, Marinho respondeu.

“Sem dúvida. Esta consciência foi do próprio capitão Bolsonaro na ocasião. A primeira visita que fiz a ele no hospital [Albert] Einstein, ele disse: olha, agora a gente não precisa fazer mais nada”.

Após o atentado, Bolsonaro se recusou a participar de debates, cancelou agendas públicas e só fez aparições em transmissões pelas redes sociais.

Assista ao vídeo, que foi divulgado pelo músico Leoni em seu instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *