Projeto Social de Jiu-Jítsu avança em Araioses

O projeto social de Jiu-Jítsu, instalado no antigo clube do Bataclã, na Cidade de Araioses/MA, pelo professor Rodrigo Amorim vem se tornando um celeiro de promessas desse esporte. O programa abrange de forma positiva as crianças e adolescentes que se enquadraram nessa importante arte marcial.

“O Jiu-Jitsu é uma arte marcial de raiz japonesa que utiliza, essencialmente, golpes de alavancas, torções e pressões. O lutador de Jiu-Jitsu utiliza a técnica para levar o oponente ao chão e dominá-lo. O condicionamento físico é um excelente para o esporte, pois você não usa tanto a força, mas precisa encontrar a maneira correta de se defender e atacar”.

O Projeto em destaque vem ganhando força no município, nessa última terça-feira, 09 de julho, contou com presenças ilustres desportistas no mundo do Jiu-Jítsu, de adeptos da arte como o campeão mundial Lucas Gualberto, Delegado da Policia Civil Robert Freire e Engenheiro Edmilson Almeida.

Orgulhoso do que viu no desempenho de seus alunos, o professor Rodrigo Amorim ao término do trabalho juntou os alunos em ciclo para ouvir as mensagens dos ensinamentos proferidos pelos seus convidados no qual os mesmos falaram de como cada um dos participantes teriam que se comportar no dia a dia. Dentre as palavras mais frisadas foram: humildade, respeito e perseverança.

O Jiu-Jítsu proporciona uma saúde melhor, melhoria do rendimento escolar e profissional, aumento da sociabilidade; são alguns benefícios provenientes da prática esportiva. No Brasil, o esporte possui de certa forma, caráter inclusivo.

A disciplina e civilidade, indispensáveis para realização de qualquer desporto, são adquiridas pelos praticantes e aplicadas nos diversos campos da vida em sociedade oferecendo assim, a possibilidade de mudanças no contexto das pessoas marginalizadas, “como as que possuem alguma deficiência e as que estão em situação de vulnerabilidade social”.

Nos dias de hoje, a maioria das pessoas que começam a praticar Jiu-Jítsu o fazem na busca de alguma melhoria na qualidade de vida. Apesar de ser considerado por muitos estudiosos um método meritocrático, a virtude do mesmo está em proporcionar aos adeptos progressos substanciais, desde uma saúde mais consistente até a ampliação e o melhoramento do convívio social.

Uma vez aliado com uma educação de qualidade, o Jiu-Jítsu torna-se agente transformador de pessoas e situações.

Do Facebook de Edmar Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *