Em 15 dias, Maranhão ganha 13 Escolas Dignas

Em Araioses foi entregue a Escola Clementino Pereira de Souza do programa Escola Digna no povoado Canto do Saco, zona rural de Araioses.

Escola entregue em Paulino Neves (Foto: Divulgação)

O mês de maio tem sido marcado pelo ritmo intenso de entrega de Escolas Dignas pelo Governo do Maranhão. Entre os dias 16 e 24, foram entregues sete unidades em diversas regiões do Estado. E mais seis virão até o dia 31.

São 13 escolas entregues em 15 dias. Quase uma por dia. “Ainda temos cerca de 60 obras educacionais para inaugurar neste ano, ou seja, 2 por semana até o fim do ano”, afirmou o governador Flávio Dino.

As sete Escolas Dignas já entregues estão em Gonçalves Dias (2), Paulino Neves, Chapadinha, São Luís, Urbano Santos e Araioses.

As que virão até o dia 31 estão em Zé Doca (2), Pinheiro, São Luís, Imperatriz e Vila Nova dos Martírios.

Fim da escuridão

Uma das escolas entregues foi o Centro de Ensino Desembargador Sarney, na capital. O prédio foi totalmente reformado. Isso pôs fim às frequentes quedas de energia em dias de chuva.

“Passamos por situações muito difíceis na escola, antes da reforma. Agora, é muito motivador. Antes a estrutura estava precária, agora vai ser muito melhor, a escola é limpa e digna”, disse a aluna Liandra Ramos.

Centro de Ensino Desembargador Sarney (Foto: Divulgação)

“É uma sensação muito boa, porque agora temos novos espaços de aprendizagem, como: laboratórios, sala de informática, biblioteca. Esses espaços vão contribuir muito para a nossa aprendizagem”, acrescenta.

Já no povoado Passagem Grande II, na zona rural de Paulino Neves, entre os principais problema estavam o calor e a escuridão.

“Lá onde a gente trabalhava não tinha ventilação, era escuro, às vezes a gente não conseguia nem olhar a lousa”, conta professora Andréia Davi, que leciona há 12 anos no local.

Parte dos alunos estudava em um barracão de taipa e palha; a outra parte, na sala da casa da zeladora.

Agora, a situação mudou com a entrega do novo prédio da Escola Municipal Manoel Nunes Diniz. “Hoje, muda totalmente. É um sonho realizado. É um sentimento de alegria, de um prazer muito grande, porque a gente sonhava e sempre nas minhas orações eu pedia a Deus que ele nos desse uma escola onde nossos filhos pudessem estudar. Então é um sonho realizado”, diz Andréia.

Investimentos

O ritmo acelerado de entregas é reflexo dos investimentos na educação neste ano. São R$ 44 milhões em obras educacionais em todas as regiões do Estado nos primeiros cinco meses de 2019.

São prédios já inaugurados e outros que estão sendo executados pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc).

Escola Clementino Pereira de Souza do programa Escola Digna no povoado Canto do Saco, zona rural de Araioses – Foto de WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *